Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 25/01/2011

Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo

Ilha de Bazaruto – Moçambique

Fabiana e Eder iniciaram sua viagem de volta ao mundo em agosto de 2008. Em 480 dias (16 meses) visitaram 37 países na Europa, África, Ásia e Caribe. Somado as suas viagens anteriores no Brasil e em alguns países da América do Sul colecionam muitos kilometros rodados. Neste post, eles nos contam como se preparar para essa incrível aventura.

A primeira pergunta que vem a cabeça quando ouvimos que alguém vai fazer uma viagem de volta ao mundo é: qual o custo de uma viagem como essa?

O valor gasto depende do tipo da viagem escolhida. Nossa decisão foi fazer uma viagem do tipo “low cost”, assim economizamos dinheiro e ao mesmo tempo conseguimos viver a realidade de cada país.  Nosso entendimento de viver a realidade de cada país é: comer o que os locais comem, geralmente na rua mesmo, nos transportar como locais, carona, trem, ônibus na grande maioria das vezes, avião onde o custo benefício foi interessante (Ásia e Europa), tuk tuk, etc. e por fim nos hospedar como os locais e sempre que pudemos com locais. Nos hospedamos várias vezes em casa de locais através do couchsurfing.

Enrolamos, mas não vamos deixar vocês curiosos. Nosso custo foi de US$ 80/dia para o casal com tudo, tudinho incluso. Este custo variou drasticamente para mais ou para menos dependendo do lugar do mundo onde estávamos.

Em uma viagem de longa duração, não é possível levar todo o dinheiro necessário. Como vocês faziam em relação a isso?

Nós encontramos três alternativas. A primeira foi levar dinheiro em cash mesmo. Deixávamos tudo, mais o passaporte, no money belt que só saía da cintura para tomar banho.

A segunda alternativa é ter um bom cartão de crédito. Em muitos países ele não será muito útil, pois a aceitação na função crédito é baixa, como por exemplo, na África e Ásia e também, pasmem, em alguns países da Europa. De qualquer maneira o cartão deve ter duas características muito importantes: ausência de taxas por saque no exterior e um bom limite para saque. Nosso cartão tinha um limite de saque de 20% do crédito total, que caiu para 10% durante a viagem. Apesar de nosso cartão não cobrar por saques no exterior, deve-se ficar atento, pois em alguns países a legislação local exige a cobrança por saque com cartão internacional.

Nossa terceira opção, que juntamente com as demais atendeu todas as necessidades de dinheiro, foi um cartão tipo Visa Travel Money. Este é um cartão pré-pago. Você coloca uma quantidade de dinheiro nele que automaticamente é convertido em dólar ou euro e usa em qualquer lugar do mundo em duas funções: função débito sem custo adicional ou função saque com taxa de 2,5 euros ou dólares por saque.  Nós usamos muito na função saque (devido aos lugares que visitamos) para repor o dinheiro cash que íamos gastando durante a viagem. Fazíamos saques de altos valores para diluir as taxas cobradas. Este cartão pode ser recarregado do exterior, basta entrar em contato com o banco por email e fazer uma TED para conta corrente indicada pelo banco. Automaticamente seu cartão estará recarregado. Ele também serve para prevenir oscilações bruscas de câmbio.

Como vocês fizeram para escolher o roteiro?

O roteiro é uma coisa muito pessoal. Em uma viagem de volta ao mundo deve-se levar pouca bagagem e pensando nisto planejamos sempre visitar os locais durante o verão, evitando assim o uso das pesadas roupas de inverno. Por isso o nome da expedição é Follow the Sun. Outro ponto que levamos em conta foram nossos desejos de conhecer maravilhas da natureza e lugares e culturas exóticas.

E porque vocês não compraram uma passagem de volta ao mundo que é vendida por muitas empresas aéreas?

A passagem de volta ao mundo geraria alguns inconvenientes para nosso tipo de viagem. Existem três alianças mundiais (Star Alliance, One World e Skyteam) que vendem este tipo de passagem e cada uma delas tem um tipo de inconveniente:

1) Seus trajetos devem ser sempre num mesmo sentido do globo (oeste–leste). Não pode haver trajeto em sentido contrário a este.

2) O ponto de chegada de um trajeto obrigatoriamente deve ser o ponto de partida do próximo trajeto. Isto “engessa” bastante sua mobilidade, principalmente para nós que estivemos em muitos países em cada continente.

3) Estas alianças mundiais são compostas por companhias globais que não voam para países como Tanzânia, Laos ou Camboja, exatamente alguns dos lugares que visitamos durante a viagem.

4) O planejamento dos trajetos deve ser bem feito e seguido à risca. Existe a possibilidade de alteração de datas e roteiros, mas em alguns casos estas alterações são taxadas. Como nosso roteiro era bastante flexível, este era mais um inconveniente para nós.

Apesar de saírem daqui com um roteiro previsto, as circunstâncias fizeram com que vocês mudassem seus planos iniciais. O que vocês levavam em conta para definir o próximo destino?

Saímos daqui com uma idéia dos lugares (países) que gostaríamos de visitar, mas sem um roteiro definido. Nossos planos oscilaram tanto quanto um boneco de porta de borracharia.  Nosso próximo destino, quando não estávamos mudando de continente, era definido basicamente por dicas e conversas com outros viajantes que encontrávamos pelo caminho. Por exemplo, a Dinamarca não estava nos nossos planos, mas fizemos uma grande amiga dinamarquesa na Ásia e fomos visitá-la durante nossa segunda passagem pela Europa.

Depois que vocês decidiram que iam fazer esta viagem, quanto tempo demoraram para se preparar e quais as maiores dificuldades deste planejamento? Quais as fontes de informação utilizadas?

Iniciamos a viagem depois de nove meses da decisão, foi uma bela gestação.  As fontes de informações foram internet, pessoas que já fizeram o mesmo tipo de viagem e livros sobre lugares maravilhosos a serem visitados. O tradicional Lonely Planet, a bíblia dos gringos que viajam pelo mundo também ajuda um pouco (consultamos várias vezes de amigos viajantes, mas nunca compramos um).

Apesar da globalização se estender por quase todo o mundo, nós resolvemos visitar vários lugares onde ela ainda não alcançou seus tentáculos. Planejar uma viagem para Europa, por exemplo, é bem fácil e todas as informações mais importantes podem ser obtidas na Internet. Agora descobrir se existe algum tipo de transporte para cruzar o rio Rovuma na fronteira entre Moçambique e Tanzânia não é tarefa das mais fáceis. Até este tipo de falta de informação foi bom para nos deixar menos estressados com o planejamento e como diz Zeca Pagodinho: “Deixa a vida nos levar, vida leva eu”.

Como preparar uma mala para viajar por tanto tempo, de modo que não seja muito pesada, mas que tenha tudo que é necessário?

Como já mencionei sempre visitávamos os lugares durante o verão, o que eliminou da bagagem quase toda roupa pesada de inverno. A tecnologia das roupas também é bastante importante, leveza e secagem rápida são características essenciais na roupa do viajante. Calças de tactel, camisetas dry fit e toalhas de secagem rápida ou fraldão são alguns dos itens obrigatórios da sua mochila.

Outra coisa é que você vai percebendo que precisa de bem pouco para viver. Comecei a viagem com 5 camisetas achando uma penúria e terminei a viagem com 3 camisetas achando que era fartura.

Pier de Copenhague – Dinamarca

Como vocês fizeram para tirar os vistos necessários para entrada nos diferentes países?

Em geral os vistos são válidos por três meses após a emissão. Como nossa viagem durou quase um ano e meio não pudemos sair do Brasil com todos os vistos.

Geralmente a melhor maneira de pegar vistos é no país vizinho ao que você pretende visitar, já que na grande maioria das vezes haverá uma embaixada ou consulado. Por exemplo, pegamos nosso visto da Tanzânia na embaixada deste país no vizinho Moçambique.

Outra maneira bastante fácil é pegar o visto diretamente na fronteira, mas deve-se tomar o cuidado de verificar se este procedimento pode ser feito em tal local.

Dependendo dos países a serem visitados, algumas vacinas são exigidas. Como vocês fizeram para estar com todas as vacinas em dia?

Esta pergunta parece difícil de ser respondida, mas na verdade é muito fácil. Basta agendar uma consulta médica no Núcleo de Medicina do Viajante do Hospital Emílio Ribas. Lá eles irão mapear todo roteiro de sua viagem e indicar as vacinas a serem tomadas assim como as profilaxias. E o melhor, tudo de graça, as consultas e as vacinas.

Vocês fizeram um seguro saúde para esta viagem?

Tivemos seguro saúde em mais ou menos 10% do tempo de duração da viagem. O primeiro seguro saúde fizemos antes de sair do Brasil para conseguir entrar na Europa sem problemas. Um amigo que é agente de viagens comentou que às vezes a imigração na Europa pede um seguro saúde para entrar no continente. A segunda vez que fizemos um seguro foi quando pegamos um overland tour pela África. A empresa que compramos o tour de 21 dias exigia um seguro saúde para vender o pacote.

A aquisição de um seguro saúde é mais ou menos como a aquisição de um seguro para seu carro. Se seu risco é grande (saúde frágil) é melhor fazer. Se seu risco é pequeno, é melhor não fazer e em caso de problemas arcar com os custos de uma doença. Não tivemos nenhum problema de saúde durante a viagem, o que mostrou que a decisão de não fazer o seguro foi acertada.

No planejamento da viagem o que vocês fariam diferente do que foi feito?

Nós faríamos paradas mais longas (dois a três meses) em um mesmo local para trabalhar e ter alguns momentos de rotina. Acreditamos que estas paradas poderiam prolongar nossa viagem por um tempo que nos permitiria visitar lugares que não conseguimos ir nesta viagem.

Qual a sugestão de planejamento vocês dariam pra quem pretende fazer uma viagem de volta ao mundo?

A primeira sugestão é estar muito seguro do seu propósito, pois existirão muitos obstáculos e pessoas dizendo que vocês são loucos, que estão errados ou que isto não se faz. Caso a decisão esteja consolidada basta entrar em contato conosco para batermos um papo sobre a viagem. Para nós será um prazer falar sobre o tema.

Por sinal um vez ao mês estamos no Casa Club junto com os amigos compartilhando experiências sobre viagens e sempre dispostos a ajudar pessoas que querem se aventurar pelo mundo.

Eder e Fabi em Angkor Wat – Camboja

Veja também:

Dicas para Planejar uma Volta ao Mundo – Parte II

Berlim – Museu a Céu Aberto

8 Encontro dos Viajantes – Bonito

Itália –  Roteiro de 3 semanas de Milão a Roma

About these ads

Responses

  1. Deve ser muito bom fazer todas essas viagens de uma única vez!!!
    Adoraria!

    • Oi Aninha
      bem vinda a nosso blog. Dei uma olhada no seu blog e vi que temos muitas coisas em comum. Ambos somos engenheiros, virginianos e adoramos viajar.
      Realmente viajar por um ano e meio sem parar é uma experiência inesquecível, pra falar a verdade a melhor coisa que fiz em toda minha vida e por isso mesmo um dia vou repetir a dose.
      Enquanto ainda estou por aqui gostaria de te convidar para os nossos encontros, o próximo será em 27 de fevereiro. Vou acrescentar seu email na lista de convidados.
      Gostaria também de acrescentar seu blog na nossa lista de blogs de viagens,posso?
      valeu
      Equipe Quatro Cantos do Mundo

  2. Eder e Fabiana,
    Deve ser realmente fantástico completar uma aventura como essa! Sonho da maioria das pessoas que é apaixonada por viagens.
    Belo relato, mas uma coisa não sai da minha cabeça. O que fizeram com a vida no Brasil. Emprego, casa, etc? Como vocês planejaram e solucionaram essa questão? Tiveram apoio de chefes ou deram um “good bye, so long”? E na volta? Como foi voltar a rotina brasileira? Voltaram as antigas ocupações sem problemas ou mudaram radicalmente de vida?

    beijos

    • Olá Cíntia
      bem vinda ao nosso blog. Realmente esta viagem de volta ao mundo foi a melhor coisa que fizemos na vida, sensacional e impagável. Suas perguntas são super importantes para o planejamento e sucesso de uma viagem deste tipo. A grande maioria das pessoas acha que somos ricos porque conseguimos realizar este sonho. E nossa resposta é sempre a mesma. É necessário muito mais coragem do que dinheiro para empreender esta aventura. Coragem para deixar bons empregos como nós dois fizemos, coragem para alugar nosso apartamento que ainda cheirava a novo, mesmo que seja para um casal de amigos, coragem para deixar a família. Quando um casal de amigos se interessou por alugar nosso apê, tivemos certeza que o mundo conspira para realização do seu sonho quando você o quer muito.
      Na verdade nossos chefes ficaram bastante surpresos com nossa decisão e o apoio veio pois foram avisados com bastante antecedência.
      A volta a rotina é bem difícil, mas o ser humano se acostuma com tudo. As vezes a gente ainda se sente um pouco peixe fora d’ água. Algo do tipo somos de todos os lugares e de nenhum lugar ao mesmo tempo, é difícil de explicar, mas a vida segue.
      Quanto ao trabalho, a Fabi voltou pro mesmo emprego na mesma empresa, prova de que você deve buscar seu sonho por mais louco que ele pareça. No fim as coisas sempre dão certo.
      Eu trabalho na mesma área, mas em outra empresa, apesar de que existe o desejo (de ambos) de fazer coisas totalmente diferentes, como por exemplo, escrever sobre turismo e sobre nossa experiência. Aliás, isso a gente já está fazendo no blog, só não vivemos disso ainda.
      Muito legal seu email. Caso você queira nos encontrar para ajudarmos no planejamento de sua viagem de volta ao mundo (um dia você vai fazer a sua) ou simplesmente conversar sobre viagens apareça no próximo Encontro dos Viajantes. Vou adicionar seu email na lista de convidados.

      bjs
      Eder, Fabi e Equipe Quatro Cantos do Mundo

      • Achei as respotas as minhas curiosidades insanas!! Continuem viajando! só não participo dos encontros de vocês pq estou em Brasília, mas uma hora dessas se vcs estiverem passando por aqui ou eu por aí podemos combinar um café :)

      • Será um prazer tomar um café contigo e bater um bom papo sobre viagens.
        E seu pedido é uma ordem. Nossa próxima viagem já está programada para julho, Rússia e Uzbequistão.

        depois a gente conta as histórias que viveremos por lá

        bjs

  3. Olá,

    Muito interessante o planejamento da sua viagem. Eu e meu marido desejamos viajar também. Ele já tem experiência fora do país. Eu, no entanto, não.
    Gostaria de algumas dicas sobre o quanto economizar para uma viagem de 02 meses, dicas sobre o couchsurfing, dicas de lugares, entre outros.
    Há a necessidade do domínio da língua inglesa? (ou dá pra se virar com um inglês intermediário?).
    Desde já, agradeço pela atenção.
    Parabéns pelo blog!

    • Olá Juliana,
      primeiro gostaria de agradecer sua mensagem e convidá-los para o 9° Encontro dos Viajantes (o convite em breve estará no blog).
      Mas vamos as suas perguntas.
      O valor a ser guardado para uma viagem depende entre outras coisas:
      1) do tipo de viagem que querem fazer. Uma viagem tipo low cost, ficando hospedados em albergues, comendo em barraquinhas de rua ou algo mais sofisticado ficando em hotéis e comendo em restaurantes, por exemplo.
      2) para onde irão viajar. Os gastos diários de uma viagem na Europa sãoes muito maior que no Sudeste Asiático por exemplo.
      O importante é estar ciente que a grande maioria dos gastos serão para manter o que chamamos de tripé da sobrevivência: transporte, alimentação e hospedagem.
      Na nossa viagem tivemos um custo de US$ 80/dia para o casal com tudo incluso. Também por nossa viagem ser bem longa, os custos com deslocamentos de avião que são altos se diluíram no tempo.

      O couchsurfing para muitos é um modo de economizar na hospedagem. Não vou negar que ajuda neste quesito, mas é muito mais que isso. Foi o melhor modo que encontramos de conhecer a verdadeira cultura, hábitos, crenças e costumes locais, passando ao largo do turismo enlatado dos pontos turísticos. Você vai conseguir dicas de melhores horários para visitar os pontos turísticos, muitas dicas de lugares interessantes na cidade que não estão em nenhum guia turístico, entre outras coisas.
      Sugestão: faça seu registro no site e hospede pessoas em sua casa. Só assim você vai ter as referências essenciais (as pessoas que você hospedar vão deixar referências sobre você no site) para encontrar hospedagem quando for viajar.

      Quanto aos lugares para você visitar na sua viagem, é algo bem pessoal e depende do que te atrai mais durante as viagens. Praias, baladas, natureza, museus. Nossa dica aqui é visitar no máximo de 4 a 5 países no período de dois meses. O objetivo é conhecer o país e não apenas passar por ele.

      O domínio do inglês é importante em alguns países, mas não é imprescindível. Por exemplo, quando estivemos na Tunísia (leia o post no blog para maiores detalhes) nosso inglês fluente não serviu pra muita coisa, já que quase ninguém conhece esta língua por lá. Neste caso duas dicas são importantes: tente aprender algumas palavras no idioma local (vai causar muita empatia) e mantenha sempre um sorriso no lábios e o bom humor.

      Boa sorte e esperamos te conhecer pessoalmente em nosso próximo Encontro dos Viajantes.

  4. Que blog legal o de vocês! Não conhecia e gostei bastante! Parabéns pelo blog e pelas viagens maravilhosas!

    • Olá Deise,

      Ficamos muito feliz que tenha gostado do nosso blog. Entrei no seu blog e percebi que você tem o mesmo gosto pela viagem que nós. Além do blog, fazemos encontros mensais num Hostel em São Paulo para discutirmos sobre viagem (ver convite nesta página). O próximo será no dia 27/02 e nossos convidados falarão sobre Tailândia. Esperamos ver você lá.

      Um grande abraço,

      Paulo e Equipe Quatro Cantos do Mundo

  5. Nossa!! Que viagem incrível e inspiradora!
    Passar 16 meses pelo mundo deve ser tudo de bom mesmo!
    Parabéns pela realização do sonho e pela coragem!

    • Olá Natália
      legal que nossa viagem tenha te inspirado. Realmente esta foi a melhor coisa que fizemos nas nossas vidas, inesquecível.
      O desejo de repetir está sempre entre nós, quem sabe um dia.

      mantenha contato através do blog, estamos sempre postando coisas novas.

  6. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  7. Inspirador ler esse post!!
    Amo viajar… já estou no meu quarto intercâmbio e sonho viajar para outros continentes e experimentar uma aventura como a de vocês!!
    Muito interessante a forma como vocês relatam… mostrando que não é nada impossível e que vale a pena correr atrás dos seus sonhos!!
    Parabéns!!
    Amanda e Paulo
    http://www.extern360.blogspot.com

    • Amanda e Paulo
      vale 100% a pena, dou a maior força para vocês fazerem o mesmo. Não vão se arrepender. Corram atrás do sonho porque só se vive uma vez.

      valeu

  8. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  9. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  10. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  11. [...] do sucesso do  Dicas para Planejar uma Volta ao Mundo, resolvemos escrever um novo post com o objetivo de responder as principais dúvidas e indagações [...]

  12. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  13. Viva, estou com baba na boca qd falam assim. fantástico. quero faze-lo, vou faze-lo, mas já não, o meu filhote tem 7 e gostava que me acompanhasse. A minha questão é simples: como se sobrevive? trabalham, biscates..ok, mas o que é que se procura por esse mundo abaixo, que tipo de competencia eu poderia adquir pra ganhar uns trocos….

    Um grande abraço

    Daniel

    • Olá Daniel,
      corra atrás de seu sonho. Também queremos fazer outra volta ao mundo com nossos filhos que ainda estão por vir, deve ser uma experiência fantástica.
      A questão de sobrevivencia é simples. Guarde dinheiro para fazer sua viagem. Não trabalhamos durante a viagem por dois motivos: Visitamos muitos países pobres e viajamos durante a crise. Aconselhamos trabalhar em países com moeda forte (euro) e viajar por países com oeda fraca (sudeste asiático por exemplo).

      mais dúvidas entre em contato

      abs

  14. [...] This post was Twitted by intravelturismo [...]

  15. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  16. [...] Quanto custa dar a volta ao mundo – Matéria da Exame.com com nossa participação [...]

  17. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  18. [...] 4. O post que ajudou/ajuda mais gente – Dicas para planejar uma Volta ao Mundo [...]

  19. Estou dando a volta ao mundo com dois outros amigos, o post de vocês ajudou demais no planejamento de custos!

    E também decidimos parar 6 meses para trabalhar na Índia.

    Muito bacana o blog de vcs!

    • Olá Luíza
      estamos muito felizes que nossas dicas são úteis a outros viajantes e o melhor viajantes de uma Viagem de Volta ao Mundo.

      Ainda não tivemos o prazer de conhecer a Índia. Um dia ainda vamos pra lá, deve ser um país encantador.

      aproveite bastante esta experiência única em sua vida.

      bjs
      Eder

  20. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  21. [...] literalmente. Existe uma seção nesse blog em que o Eder e a Fabi dão dicas sobre o que levar (Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo) e eles, assim como qualquer pessoa que viajou por muito tempo, concordam que a flexibilidade de [...]

  22. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GosteiSeja o primeiro a gostar disso. [...]

  23. [...] gosta de viajar | LINK 10. @4cantos_mundo | dicas para planejar uma viagem de volta ao mundo | LINK 11. @4cantos_mundo | volta ao mundo na revista viagem & turismo | LINK 12. @4cantos_mundo | [...]

  24. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  25. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailPinterestMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GosteiSeja o primeiro a gostar disso. [...]

  26. Olá! Fabiana e Eder,

    estou planejando começando a planejar uma viagem em volta ao Mundo, só que vou sozinha. Quais lugares vcs acreditam que devo evitar? Quais são imperdíveis?

    Obrigada,

    • Olá Ana

      não evite nenhum lugar. Vá onde você quiser. Cada local tem sua peculiaridade e uma maneira de se comportar, basta seguir os códigos de comportamento local que não terá problemas. Nós que moramos em Sampa e você no Rio estamos aptos para viajar a qualquer parte do mundo.

      se precisar de dicas de algum local específico é só falar

      abs

      Eder

  27. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  28. Ola, gostaria de entrar em contato com vocês pelo e-mail, acabei de decidir fazer minha viagem pelo mundo.. vou viajar uns 6 anos sem parar e preciso de algumas dicas em alguns países!
    Parabéns pela viagem, os bons viajantes sabem que uma hora é a hora de partir !

  29. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  30. Olá, parabens pela iniciativa. Claro, morri de inveja! Mas, por outro lado, consegui convencer minha esposa e filha a fazer uma viagem semelhante por, pelo menos, seis meses. Gostaria de conhecer outras famílias interessadas no mesmo projeto, para formar um grupo. O que vc acha? Talvez nos de mais segurança, concorda? Se a resposta for sim, autorizo o amigo a repassar meu Email a essas pessoas para formalização de contato. Abraços afetuosos
    Charles e Agda

    • Olá Charles e família

      a ideia de formar um grupo é super legal. Já enviei um email as pessoas que conheço que viajaram, viajam ou irão viajar em breve pelo mundo. Agora você tem o contato de todos.

      grande abraço e se precisar de algo é só falar

      Eder

    • Olá Charles e família

      a ideia de formar um grupo é super legal. Já enviei um email as pessoas que conheço que viajaram, viajam ou irão viajar em breve pelo mundo. Agora você tem o contato de todos.

      grande abraço e se precisar de algo é só falar

      Eder

  31. [...] – Planejar um volta ao mundo [...]

  32. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  33. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  34. [...] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo [...]

  35. […] Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo […]

  36. Oiii gente gostaria muito d saber mais sobre essa viagem d vcs. Please entrem em contato comigo por email vleww fico aguardando bjo

    • Olá Ariadne
      já te enviamos um email. Se você mora em São Paulo podemos nos encontrar pessoalmente para conversarmos num dos Encontros dos Viajantes.

      bjs

      Eder

  37. […] posts com dicas que colecionamos durante 16 meses de viagem. Tem até dois posts bem diretos: Dicas para planejar uma Volta ao Mundo e Dicas para planejar uma Volta ao Mundo – Parte […]

  38. Olá, estou decidida a fazer a viagem volta ao mundo, e gostaria muito de contar com o apoio e experiência de vocês. Moro próximo a SP e gostaria de saber como faço para conversarmos pessoalmente ou por email…tenho muitas dúvidas, a única certeza que a minha hora de ir é agora…Abraço.

  39. Eder e Fabi,

    Estou lendo o blog de vocês e me deliciando com cada destino, aventuras e perrengues.

    Venho planejando uma volta ao mundo com minha esposa para Fev/2014 e estamos enfrentando sérias dificuldades com o tal do bilhete RTW emitido pela OneWorld. Lendo agora esta página, vi que vocês aparentemente compraram bilhetes avulsos.

    Gostaria de uma “luz” a respeito disso. Digo, é só comprar as passagens de ida pro local e uma de saída, e seguir fazendo isso a cada destino? Há alguma dica de ouro que vocês possam me dar? Sou um reles mortal sem passaporte europeu ou coisa que o valha (haha), então, se vocês puderem me ajudar nisso, eu ficaria eternamente grato.

    Abs!

    • Olá Wendell
      é isso mesmo. Você deve sempre ter uma passagem de saída do país em que está entrando. Assim nunca terá problemas. Isto na maioria das vezes é exigido pela empresa aérea, pois se você for barrado pela imigração eles são obrigados a pagar sua passagem de volta ao destino de origem. Outra coisa não é só a OneWorld que tem o RTW, a Star Alliance e Skyteam também tem.

      Agora se você ainda não tiver planejado a compra da sua passagem de saída, tenho uma boa dica que te envio via email.

      abs

      Eder

  40. Olá, Eder e Fabi!

    quando será o próximo encontro dos viajantes?

    Gostaria muito de participar, pois preciso conhecer mais essa realidade para perder o medo da viagem.
    Meu esposo está encantado com suas experiências. Tudo é tão lindo!

    • Olá Maria
      devemos voltar aos encontros somente em fevereiro de 2014. Em dezembro estaremos viajando e em janeiro daremos um tempo para descansar.

      Em fevereiro voltamos. fique atenta ao convite no blog.

      bjs

      Eder

  41. […] que os brasileiros só viajam com hotel reservado? Mais dicas para quem planeja dar uma volta ao mundo Volta ao mundo em 10 […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 369 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: