Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 17/06/2012

O Padrão Mc Donald´s

O pessoal do Quatro Cantos do Mundo pirou de vez? O que é que o Mc Donald´s tem a ver com turismo? Ou o blog deles não é de turismo?

A resposta é um pouco de tudo que vocês devem estar se perguntando ao ler o título deste post. Pirados já estamos há algum tempo, ou pelo menos todo mundo pensa assim, mas até ai cadê a novidade? Nosso blog é de turismo, mas não só. Já escrevemos sobre culinária algumas vezes: tailandesa, uzbeque e curitibana, mas quem associou Mc Donald´s a culinária errou feio.

Existe sim uma relação ou um padrão como definimos no título entre o Mc Donald´s e turismo, pelo menos para gente. Leiam o post até o final nem que seja para discordar da nossa teoria.

Mc Donald´s e turismo, qual a relação?

O Mc Donald´s já foi um ícone do capitalismo americano, isso no longínquo tempo da Guerra Fria quando o Tio Sam lutava contra os soviéticos comedores de criancinhas. A maioria dos nossos leitores nem eram nascidos nesta época. Hoje a multiplicação dos gases de efeito estufa já aqueceu tanto nosso planetinha que nem quem nasceu naquela época (euzinho) se lembra mais de quão fria era guerra. As coisas mudam e a antes guerra fria contra o perigo vermelho agora é quente e a briga é contra a degradação do meio ambiente. O papel do Mc Donald´s também mudou. Eles passaram a ser ícones da globalização, ou como gosto de dizer da padronização. Para qualquer lugar que você for tem lá um Ronald te chamando para entrar na loja. Shopping center de interior sem as arcadas amarelas da rede de fast food não é popular e eles sempre estão por lá. Sei disso porque sou do interior.

Depois de perceber este fenômeno me fiz uma pergunta: Quantos países (eu disse países e não cidades) já visitei que não tinham Mc Donald´s? Perguntem a si mesmos e guardem a resposta (faz parte da interatividade do post). Foram tão poucos que podem ser contados nos dedos das mãos, mas todos eles seguem um padrão: viagens com muitas aventuras e perrengues, países pobres com gente feliz, hospitalidade da população e muitas histórias para contar na volta. Nasceu assim o padrão Mc Donald´s. Como bons cientistas que somos, trazemos abaixo evidências científicas de nossa teoria coletadas em anos de viagens.

Um país com as mais belas praias do Oceano Índico, mas sem um só turista para apreciar tanta beleza. Todos falam pelo menos três ou quatro idiomas o que pouco serve para se comunicar com turistas que não sejam brasileiros ou portugueses. Os ônibus mais radicais de todo planeta circulam por lá. Levam gente, galinhas vivas, peixe seco, as malas no teto pelo lado de fora e gente com muito calor humano, são cinco pessoas para quatro assentos. Além de tudo isso tem os horários mais excêntricos que eu já vi. Todos partem às quatro da manhã. Com o quinto pior IDH do mundo, os moçambicanos não sabem o que é tristeza e nem Mc Donald´s. Para saber mais sobre nossas aventuras pela terra de Samora Machel leia Viajar de Machibombo é…

Coletando dados de nossa teoria sobre o Padrão Mc Donald´s: ônibus em Moçambique

Já imaginaram viajar para outro planeta? Sim, você pode e não estamos falando em gastar milhares de dólares do recém lançado turismo aeroespacial. Tive a sorte de conhecer este país ou planeta antes que ele terminasse. Se também quiser conhecer, corra, pois acredito que o estilo de vida desta ilha está com os dias contados e só perdura até hoje porque não tem fronteira com nenhum outro país. O maior salário pago pelo único empregador do país é de trinta dólares para um médico. Os Castro conseguiram desenvolver uma das melhores medicinas do mundo, mas a mesma pessoa pode ser operada pelo melhor cirurgião do mundo quase morre de infecção hospitalar por falta de material descartável. A sustentabilidade tão em moda no nosso mundo padronizado Mc Donald´s já é praticada por anos e anos com outro nome: Necessidade. A carência de produtos faz com que os cubanos reaproveitem tudo. Um arado de agricultura vira cerca de galinheiro, caixa de frutas pode ser uma ótima cestinha para bicicleta, jornal velho vai parar no banheiro suprindo a falta crônica de papel higiênico e aquela câmara de pneu de trator é o iate para dar um pulo até Miami e ver de perto o Mc Donald´s que até pouco tempo nem sonhavam que existia. E a vida segue na ilhota com a habitual felicidade e hospitalidade de quem desconhece outro estilo de vida.

De carona em um caminhão pelo interior deste planeta chamado Cuba

Outra prova viva de nossa teoria é o Uzbequistão. Pessoas caminhando calmamente nas ruas com dezenas de maços de notas de dinheiro em sacos transparentes de supermercado sem nenhum medo de serem roubadas apenas evidencia que todos por lá são felizes com o que tem e não precisam roubar do próximo para alcançarem a felicidade. A hospitalidade é tão grande que até pedido de casamento recebi em Samarkand. Aliás, casamento anda bastante na moda por lá. Vimos vários durante nossa estadia, mais um sinal claro de felicidade. E o único Mc Donald´s que eles conhecem é da foto abaixo, que digamos não é o mesmo daqui. Para saber mais sobre este país chamado de exótico leia As Excentricidades de um ex-república soviética chamada Uzbequistão.

Mc Donald´s do Uzbequistão

Fazendo na segurança do quarto do albergue o que todo mundo faz na rua

Todos estes países e alguns outros que não são muitos tem mais uma característica em comum: são considerados destinos exóticos. Não gosto muito desta denominação. Para mim eles são apenas diferentes e com um estilo de vida próprio ainda não padronizado. Porque exótico é o ornitorrinco que tem bico de pato, bota ovo e é um mamífero.

Para quem nunca foi a um país do Padrão Mc Donald´s fica a dica para que em suas próximas férias você não tenha mais do mesmo. Quem teve uma resposta afirmativa a perguntado terceiro parágrafo, envie sua mensagem para nós dizendo se nossa teoria se encaixa nas suas andanças.

Veja Também:

Porque não gosto de escrever roteiros de viagens

Turismo sem pré-conceitos

Os sentimentos que experimentamos durante nossa viagem de volta ao mundo

About these ads

Responses

  1. Fui socorrido aqui e nunca mais retornei para agradecer. Confesso: sou um ingrato … mas amo tudo que leio nesse blog.
    Na verdade eu não utilizei a dica porque a viagem mudou de rumo. Lá se foi minha imersão de inglês (era sobre isso o socorro que me deram aqui). Mas os planos de e imersão ainda estão firmes.
    Seguinte: já faz algum tempo que eu tento criar coragem para compartilhar com o grupo minha experiência com http://www.gotobus.com , e será desta vez: treinando inglês na leitura do New York Times, encontrei uma história sobre o Go To Bus, onde o governo americano deu a ela a medalha de honra ao mérito por ser considerada a empresa de melhor custo / benefício em turismo (ela está na América e na Europa). Eu sempre deixei minha mulher Jane cuidar de toda a logística de nossas viagens, mas disse a ela sobre o que li da Go To Bus. Não esperava que ouvisse. Qual o quê! Só ouvi o grito: O que é isso!? … essa go to bus está cobrando um 1/5 do menor valor que consegui em toda a minha pesquisa! Resumo da ópera: topamos embarcar na canoa da gotobus. Era uma viagem que há muito programávamos para a costa oeste americana. Só não imaginamos que seríamos os únicos latinos no meio de uma chinesada (gotobus é chinesa) … well, havia um casal de indianos, um de ingleses e duas garotas russas. Foi impressionante. Cumpriram britanicamente com tudo que prometeram. As hospedagens variavam de 3 a 5 estrelas dependendo do trecho da viagem.
    Ficamos amigos dos chineses, que nos ensinaram algumas palavrinhas em mandarim . O único desafio, além de acordar no tempo certo para não ficar para trás, era entender o inglês mandarínico do nosso guia. Não costumamos viajar de pacote, mas nessa viagem não havia nada que valesse a pena perder aquele 1/5 de valor. Agora é assim: dependendo do que vamos fazer, a gotobus fica como carta do baralho.Abraços fraterno a todos.
    Gionei

    • Grande Gionei

      antes tarde do que nunca. Valeu pelos elogios a nosso blog e fica a dica já testada e aprovada de quem quiser se aventurar com a chinesada do goto bus.

      grande abraço

      Eder

  2. Na Bolívia, que faz fronteira com a gente, aqui do lado, não tem também. A empresa saiu recentemente do país. Mas ainda tem Burguer King (outra rede no estilo McDonalds).

    • Oi Jackie
      a Bolívia tem uma beleza natural incomparável aqui na América do Sul e se encaixa perfeitamente em nosso Padrão McDonald´s.

      continue nos acompanhando

      bjs
      Eder

  3. how exciting! i have really enjoyed reading this post. you guys have built a great community!http://www.carregador.net

    • Hello Domingas
      thanks for your message.

      Hope you can follow us for long time.

      best regards
      Eder

  4. Fico muito feliz em ler as matérias de voces…”viajo” junto, muito interessante conhecer culturas tão diferentes da nossa..com seus prós e contras..Valeu !!!!

    • Oi Edna

      viajar é uma aula de geografia, história, sociologia ou o que você quiser. Vale a pena demais conhecer novas culturas. É isso que sempre buscamos quando caimos na estrada.

      continue nos acompanhando
      bjs

      Eder

  5. Adorei o texto! Parabéns!!!!!!

  6. Curti demais o post, preciso muito conhecer algum país padrão McDonalds.

    Abs,
    Jonathan Padua

    • Jonathan

      se você ainda não conhece precisa mesmo se dar esta oportunidade. Tenho certeza que você vai adorar.

      esperamos te ver nos próximos encontros.

      abs

      Eder

  7. Excelente! Apos ler o texto cheguei a conclusao que viajar por países sem McDonalds é sempre mais desafiador, sem julgar se é melhor ou pior. Se é dificil para o incansavel Ronald se instalar la, imagine para nós, pobres mortais! Abs

    • Grande irmão

      é isso ai, que o Ronald siga nossos passos.

      grande abraço e buen camino

      Eder

  8. Adorei o texto, como sempre! E de quebra revivi minhas aulas de sociologia da faculdade… rs Quero muito sair do convencional e poder explorar estes destinos ainda tão poucos divulgados. Estou perdendo muita coisa!

    • Oi Lu

      tenho certeza que como grande viajante e ótima aventureira, você vai adorar estes destinos pouco divulgados.

      Rir muito e aprender ainda mais.

      se precisar de dicas é só gritar

      bjs

      Eder

  9. Cuidado para não entrar no Brasil com esse maço de dinheiro. É muito perigoso e pode até perder a vida….Esse povo daí é feliz demais, por isso é bom viajar e conhecer culturas diferentes. Abraços e boas viagens

    • É isso ai Walter

      por isso é tão bom viajar. Podemos conhecer coisas que nem sonhamos que existiam.

      grande abraço

      Eder

  10. Oi Eder,
    Muito legal o nome que vocês criaram, padrão Mc! Ri muito. Nós sempre usávamos só o Globalização/padronização. Ou o famoso Ocidente/Oriente, mas tem muita gente que confunde com a questão geográfica…
    Adoro lugares que não tem Mc Donald’s, pois odeio a padronização. Em viagem para lugares com culturas únicas, como você mesmo disse, vamos encontrar povos hospitaleiros, e o aprendizado com certeza será muito maior! Mas tem que tomar cuidado que vicia!! hehe Já passei por uns quase 30 países sem Mc Donald’s, e espero ser mais rápido que o Ronald!!!

    Abraço,

    • Olá galera do Saiporai

      estou totalmente de acordo: viajar = aprender. Infelizmente isso não é assim pra todo mundo, mas fazer o que.

      Quanto maior a diversidade, maior o aprendizado e com certeza muito mais divertida a viagem.

      Mas diz ai, 30 países sem Mc é muito. Dê nome aos bois, ou melhor aos países. Faz a lista ai pra mim que eu também quero conhecer, porque viciado eu já estou.

      abraços

      Eder

      • Oi Eder, tudo bem?!
        Pois é, depois de um tempo as coisas passam a ficar meio iguais, dai só indo para estes lugares para aproveitar de verdade.
        Na verdade nunca contei, até pq as vezes posso não ter visto Mc mas mesmo existam. Alguns países que tem Mc Donalds mas mesmo assim existem áreas fantásticas e inexploradas, como Indonésia e Índia. mas como estávamos falando de países que não tem, vou citar os que lembro no momento:
        Botsuana, Namíbia, Zâmbia, Malaui, Moçambique, Tanzânia, Uganda, Ruanda, Burundi, Quênia, Madagascar, Etiópia, Somalilândia, Dibouti, Saara Ocidental, Iêmen, Oman, Siria, Libano, Palestina, Iraque, Irã, Turcomenistão, Uzbequistão, Cazaquistão, Quirguistão, Paquistão, Nepal, Myanmar, Laos, Camboja, Vietnã, Bolívia, Albânia, Macedonia.
        Talvez algum destes tenha Mc, mas devo estar esquecendo de outros.

        Imagino que nenhum país do oeste/centro da Africa tenha, isto já nos dá um leque de lugares para próximas viagens,hehe.

        Sempre terão lugares para vc matar teu vício!!

        Abraço,

      • Também adoro estes países. Tem até um link dizendo quais são estes países. Só não sei se é real: http://marketingnacozinha.com.br/2010/08/paises-sem-mcdonalds/

        Destes que vc citou já fui a: Botsuana, Namíbia, Zâmbia, Moçambique, Tanzânia, Quênia, Uzbequistão, Laos, Camboja, Vietnã e Bolívia.

        e estou querendo mais. Meus próximos planos são: Mali e Mongólia, mais dois que não tem Mc Donalds.

        abs

        Eder

  11. Pois é Eder, dei uma olhada neste link, e achei meio suspeito também. Países como Iêmen e Iraque estão longe de ter MC Donalds. No Iraque só se for numa base americana. Fui no shopping mais moderno na área mais estável do país e nada de MC. No Marketing na cozinha fala que Bosnia também não tem, país que eu também já fui, mas neste outro link diz que tem, vai saber.

    http://en.wikipedia.org/wiki/File:McDonaldsWorldLocations.svg

    De qualquer maneira sabemos que a ideia é só um conceito para a padronização, e temos muitas opções ainda!!

    Que legal que vc tá planejando Mali e Mongólia! Os dois estão na minha lista também. Mongólia quero fazer junto com a Transiberiana e Mali vou esperar a situação acalmar um pouco. Os Tuaregs declararam independência de Azawad este ano, e a região de Timbuktu tá meio instável no momento. Um amigo meu foi para lá ano passado e achou o máximo (claro!)!
    Antes dava para ir de Dakar até Bamako de trem, mas parece que o infelizmente o serviço parou.

    Boas viagens e quando vier para Curitiba da um toque!

    Abs,

    • Quando for a Curitiba te aviso.

      Um amigo meu acabou de voltar do Mali. Vou conversar com ele esta semana para saber como foram as coisas por lá.

      abs

      Eder

  12. [...] passar por vários países comendo apenas no McDonalds (com varias interessantíssimas exceções, O Padrão Mc Donald´s). Mas não é pra isso que você viaja. Você quer se adaptar a diferentes temperos, sabores, [...]

  13. [...] O Padrão Mc Donald´s [...]

  14. Me interesso demais por destinos não pasteurizados. São os únicos que me atraem em viagens longas e de exploração.
    Já explorei os interiores do Brasil, da América, Europa, Ásia. Essas viagens estão relatadas no meu blog (http://viajantesustentavel.blogspot.com.br/).
    Tenho muita curiosidade em percorrer a África. Uma África que não se restrinja a contemplação passiva de animais, mas que mergulhe nos povos, culturas, gente, contatos humanos.
    Um grande abraço a todos e ótimo 2013.

  15. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  16. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  17. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  18. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  19. Olá!
    Não sei se alguém já citou aqui, mas na Islândia também não existe McDonald’s e ela é considerada um dos melhores países pra se viver: completamente seguro, pessoas educadas e alegres, igualdade social, enfim… Um lugar perfeito!

    • Olá Luiza
      o país para entrar em nosso padrão Mac Donalds deve ser: viagens com muitas aventuras e perrengues, países pobres com gente feliz, hospitalidade da população e muitas histórias para contar na volta. A Islândia é o único país foge um pouco deste padrão pois as pessoas não são pobres, mas apesar de nunca ter visitado acredito que quando for encontrarei: viagens com muitas aventuras,gente feliz, hospitalidade da população e muitas histórias para contar na volta, certo?

      Tem até um mapa dos países que não tem Mac Donalds: http://marketingnacozinha.com.br/2010/08/paises-sem-mcdonalds/
      valeu pelo comentário

      abs

      Eder

      • Eu quis dizer isso mesmo, que a Islandia nao tem Mc e nao se encaixa no seu padrao. E tb pra responder à pergunta do inicio do post :)

      • Então Luiza
        a Islândia não se emcaixa no padrão somente porque é uma país rico, mas se encaixa perfeitamente nos outros pré requisitos.

        abs

      • Planejo explorar a Islândia em 2014. E como o país não tem essa rede que vende sanduiche de carne de minhoca, batata transgênica, sorvete de gordura, açúcar e corante, mais um motivo para ir.

        http://viajantesustentavel.blogspot.com.br/

      • Augusto
        a Islândia está a nossa lista de países a serem visitados também.
        boa viagem e aproveite

        Eder

  20. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  21. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  22. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  23. […] O Padrão Mc Donald´s […]

  24. […] O Padrão Mc Donald´s […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 466 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: