Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 14/10/2018

Lugares Únicos no Mundo – Pont D´Arc – Provence – França

A Provence é um dos lugares mais incríveis que já estive na minha vida, mas como todo lugar famoso e badalado acaba sendo marcado por estereótipos. A imagem que o mundo tem deste lugar são vilarejos de casinhas de pedra com janelas coloridas rodeados de campos de lavanda. O que afinal não é mentira, já que eles existem aos montes, mas a Provence vai muito além disso. Procurando bem você vai encontrar lugares de natureza exuberante que as vezes me custa acreditar que estão localizados na Europa que também é estereotipada como um continente de turismo de cidades e museus onde a natureza não tem grandes atrativos.

Garimpando durante minhas pesquisas para nossas últimas férias encontrei um lugar que parecia (pelas fotos da internet) um grande candidato a entrar em nosso seleto clube de Lugares Únicos no Mundo. Ao dar de cara com Pont D´Arc tive a certeza de que se tratava de um lugar especial. Um rio de águas verde esmeralda serpenteando por um cânion e que de repente cruza por debaixo de uma ponte de 60 metros de largura e 54 metros de altura é ou não é algo único no mundo? Detalhe que a construção da tal ponte demorou milhões de anos e foi erguida por dois arquitetos muito famosos: o rio Ardeche e o vento. Obra prima dos dois filhos da mãe natureza. É de cair queixo de qualquer viajante. Imediatamente me lembrei de outro Lugar Único no Mundo – 12 Apóstolos na Austrália.

Obra prima da natureza: Pont d´Arc

Leia Mais…

Em nossas primeiras férias europeias resolvemos explorar uma região belíssima da França (na verdade a mais bonita do país) e que até então conhecíamos muito pouco. A Provence tão cantada em verso e prosa. O leitor pode estar pensando que três semanas percorrendo somente terras provençais pode ser muito, mas viajando com crianças (eram três, retificando, são três e serão três para sempre) e descobrindo novos campos de lavanda e cidadezinhas encantadoras uns atrás de outros, o tempo foi bastante exíguo. Em algumas regiões ficou aquele gostinho de quero mais e devido à proximidade com nosso lar, temos planos de voltar em breve.

Nossa primeira parada em território francês foi em Nimes, para conhecer o anfiteatro romano mais bem conservado do mundo. Reserve um dia todo para conhecer a cidade. A grande atração é sem dúvida a Arena de Nimes, também chamado de anfiteatro. Só este já seria um chamariz e tanto para adicionar a cidade a seu roteiro provençal, mas tem mais.

Monumental e intacta arena de Nimes

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 23/09/2018

Cheiros, cores e sabores – Roteiro de três semanas na Provence

A Provence é assim, quando você menos espera encontra algum cheiro novo ou sabor que nunca havia provado ou uma mistura de cores que jamais poderia imaginar. Um lugar que faz aflorar seus sentidos em todos momentos. Se a Provence fosse um filme com certeza seria um Almodóvar cheio de cores, matizes e relações intrincadas e difíceis de explicar. Se fosse uma comida com certeza seria uma paella com direito a vários ingredientes de diferentes sabores. Aliás a paella e as touradas são tão populares por lá quanto na Espanha. Pertencer a França é só uma questão geopolítica, o clima e ritmo provençais estão mais para qualquer outro país mediterrâneo do que para distante e nublada Paris.

Neste post vamos mostrar dia a dia como aproveitamos cada minuto neste paraíso com uma pitada picante de inferno. Foram vinte e um dias intensos e inesquecíveis. Nós que nunca repetimos destinos, prometemos a nós mesmos que voltaremos. O roteiro começa desde nossa casa em Barcelona e se você não tiver tempo para fazê-lo na íntegra pode aproveitar parte dele. Teremos um post para cada lugar citado abaixo onde mencionaremos em detalhes as belezas de cada lugar. Este post funcionará como um índice geral da viagem.

A essência da Provence

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 16/09/2018

Ponte de Lima e a Paisagem Protegida do Corno do Bico – Portugal

Encontrei Ponte de Lima por acaso na internet. Em algum site sobre lugares incríveis para se visitar no mundo aparecia a Alameda dos Plátanos ou Avenida dos Plátanos com suas frondosas árvores formando um imenso túnel natural. Pouco conhecida do turismo de massa, me pareceu um lugar interessante para conferir ao vivo e a cores na minha próxima viagem ao norte de Portugal. Mas ir até lá para conhecer apenas a Alameda dos Plátanos por mais bonita que ela fosse (e realmente era) me pareceu um desperdício de tempo.

Alameda dos Plátanos vista de longe

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 09/09/2018

Piodão de volta para o passado – Portugal

O Piodão é também conhecido como a vila presépio devido a sua semelhança com o local de nascimento do menino Jesus. Para mim este ar de quem parou no tempo remete ao título do post: de volta para o passado. As poucas dezenas de casinhas de pedra escura com portas e janelas azuis (neste ponto parece com Santorini) perdidas nas montanhas do norte de Portugal parecem estar lá desde que o mudo é mundo, o que não deixa de ser verdade. O Piodão foi fundado em 1527 (época em que Cabral estava as voltas com a Terra do pau Brasil) e se pudéssemos usar a incrível máquina de Marty Mcfly e voltar quase 500 anos no tempo veríamos o mesmo cenário que me deparei em maio de 2018. Vila presépio ou de volta para o passado, a escolha fica com cada leitor, o mais importante é não deixar de conhecer esta vila encantadora.

Vila Presépio

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 29/07/2018

Lugares Únicos no Mundo – Casa do Penedo – Portugal

Lugares Únicos no mundo foram criados na imensa maioria das vezes pela obra da mãe natureza, mas de vez em quando o homem também faz das suas e acerta a mão, criando algumas maravilhas que nos surpreendem por tamanha singularidade e beleza. A Casa do Penedo é um destes lampejos de genialidade humana que aproveitou a rústica beleza de rochas gigantes para criar algo único e inusitado. Aliás a palavra penedo segundo o dicionário quer dizer pedra grande, daí o nome da casa. Uma novidade para mim que desconhecia totalmente o significado da palavra penedo. Chamada também de Casa dos Flintstones ou Casa de Pedra sem dúvida é algo que não se conhece igual no mundo. Conhecê-la já foi mais fácil, mas acabamos de voltar de Portugal e deixamos neste post todas as dicas necessárias para conhecer mais este Lugar Único no Mundo.

Casa do Penedo, única

Leia Mais…

Nós brasileiros não temos a mínima ideia dos problemas que podem causar neve e gelo durante o inverno no hemisfério norte, até nos mudarmos para a Europa ou EUA. Hoje moro na Espanha que nem faz tanto frio assim, mas mesmo aqui algumas medidas têm que ser tomadas durante as nevascas que dá preguiça só de pensar. É sal que deve ser jogado nas estradas para evitar acidentes pela neve que se acumularia. Na Alemanha é comum durante o inverno ver caminhões e caminhões jogando sal pelos milhares de quilômetros de estradas. Tem até uns tanques enormes na beira das estradas para reabastecê-los com sal. É corrente que tem que ser colocada nas rodas dos carros, isso sem falar na troca dos pneus de inverno. Os fluidos de seu carro já vêm todos com anticongelante. Todas estas medidas, a maioria já ouviu falar, mesmo sem conhecer pessoalmente. E por aí vai. Mas uma coisa que nunca tinha passado pela minha cabeça que pudesse existir é o tal De-icing de avião.

De-icing em avião da Aeroflot (foto do Wikipedia)

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 08/07/2018

Balneário e Spa de Montanejos – Espanha

Hoje está na moda entre turistas descobrir e visitar lugares desconhecidos ou nunca antes visitados, chamados entre os aficionados de lugares “off the map”. Muitos deles realmente não existem nos mapas conhecidos e só são descobertos através de fóruns na internet para troca de informações sobre o assunto. O prazer deste tipo de turista não está em conhecer um lugar, mas sim em se gabar de ser o único a conhecê-lo. Traçando um paralelo é a mesma sensação vivida pelos “roofers” (escaladores de prédio) que arriscam a vida para estar em lugares cada vez mais altos e nunca antes alcançados.

Montanejos totalmente off the map

Leia Mais…

Para quem gosta de futebol este é um dos estádios icônicos da Europa, famoso pelo fanatismo de sua torcida e pela inigualável Muralha Amarela. Para citar termos que estão na moda, este seria um estádio raiz se comprarmos com os novos estádios cheios de tecnologia construídos pelo mundo que poderiam ser chamados de estádios Nutella. O estádio é raiz porque a torcida é raiz assim como seu time. Por exemplo na área reservada a Muralha Amarela os torcedores assistem as partidas de pé (apenas na Bundesliga, o campeonato alemão isso é permitido). Os jogadores apesar de ganharem salários muito maiores que a imensa maioria da população, tem salários modestos se comparados com os grandes ídolos de times como Barcelona, Real Madrid ou Manchester City e United. Eu senti nas palavras do guia que acompanhou nosso grupo o amor pelo time, algo como se fosse uma religião. Me lembrou muito a várzea, onde os jogos envolvem muito mais paixão que dinheiro.

Lendário Signal Iduna Park

visto de outro lado

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 10/06/2018

Nos divertindo como lilliputeanos no Parque Gulliver – Valência – Espanha

Para quem não conhece o clássico “As Viagens de Gulliver”, um pequeno resumo. O romance trata de um náufrago que quando recobra a consciência se encontra em uma ilha onde os habitantes (lilliputenos) não passam de quinze centímetros de altura. Pois foi exatamente assim que nos sentimos ao entrar no Parque Gulliver, anões diante da grandeza de um Gulliver de setenta metros de comprimento e sete metros e meio de altura que deitado nos convida a escorregar por seus braços, pernas, sapato e até cabelos.

Monumental Gulliver deitado. Um convite a diversão

Leia Mais…

Older Posts »

Categorias

%d blogueiros gostam disto: