Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 26/07/2015

10 dicas para não ser furtado em Lisboa, ou em qualquer outro lugar do mundo

Tac, clac, tac, tec….. O molejo do Elétrico 29 conhecido como antigo bonde de Lisboa que passa pelas ladeiras e casarões do bairro da Afama e Mirantes e pelo Castelo de São Jorge é um dos meus passeios prediletos no mundo. Especialmente nas ladeiras onde os trinta quilômetros por hora parecem lembrar uma montanha russa. Os bancos de madeira e o balanço do antigo bonde são uma volta ao tempo e é uma das melhores viagens nostálgicas do mundo. É um passeio barato, pois pode ser por todo o dia e com várias paradas para explorações nos botecos e ruazinhas desta encantadora cidade quando se compra o bilhete diário de seis euros que também serve para usar em todos os outros transportes de Lisboa, inclusive os planos inclinados.

Mas desta vez a viagem foi inesquecível e diferente de todas as outras. No final da linha ela não estava mais lá… a minha carteira.

Cuidado com os pickpockets

Cuidado com os pickpockets

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 22/07/2015

Convite 50° Encontro dos Viajantes – Nova Zelândia

No 50° Encontro dos Viajantes Vinicyus Vieira do blog Viagemgrafia nos contará como foi sua experiência vivendo na Nova Zelândia. Viajantes de todo o mundo são unânimes em afirmar que este pequenino país perdido no Oceano Pacífico abriga as paisagens mais espetaculares de nosso planeta. São montanhas nevadas, lagos de tirar o fôlego, vulcões acessíveis a qualquer viajante comum e praias paradisíacas. Não é a toa que a saga Senhor dos Anéis escolheu o país para rodar sua trilogia de filmes. De quebra ainda é a capital mundial dos esportes radicais. Paraquedismo, bumgee jump, rafting, base jump, rolar ladeira abaixo dentro de uma bola gigante são apenas algumas das peripécias que você pode aprontar por lá.

Convite - #50 Encontro dos Viajantes

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 19/07/2015

A E(in)volução das civilizações ao longo do tempo

Todo viajante é um curioso por natureza e nós não somos diferentes. Tudo que vimos nos livros e aulas de História já não era suficiente para saciar nossa sede de conhecimento. Este foi um dos motivos pelos quais ficamos um ano e meio viajando ininterruptamente. Mas quando você conhece de verdade um lugar que era apenas uma página do livro de História da quinta série as comparações são inevitáveis. Muitas vezes a decepção, fruto da alta expectativa gerada pelos livros, vem de forma arrebatadora. Onde foi parar aquela sociedade desenvolvida, progressista, moderna e avançada que os livros juravam existir? O choque de realidade é duro, mas extremamente importante para não continuarmos a viver na ignorância.

A E(in)volução das civilizações ao longo do tempo

A E(in)volução das civilizações ao longo do tempo

Leia Mais…

No dia 17/05/2014 Rafael Leick do blog The Way Travel contou tudo sobre sua experiência na Escócia. A apresentação foi dividida em três partes: Edimburgo, HelpX e sua viagem de carro pelo norte do país.

Primeiro nosso palestrante destacou seus aprendizados no HeplX. HelpX é uma plataforma na internet onde você troca hospedagem pela prestação de algum serviço. Rafael ficou alojado no Cherry Tree Lodge e uma de suas tarefas diárias era cortar lenha. Com muito tempo livre e no interior da Escócia ele aproveitou para ler bastante e refletir sobre a vida. Ele recomenda muito a experiência. Você pode ver mais nos slides abaixo.

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 12/07/2015

Passeio de barco à Ilha Anchieta – Ubatuba

Esta é uma ótima dica para passeio bate e volta saindo de São Paulo ou do Vale do Paraíba. Você não precisa se programar com muita antecedência. Basta acordar no sábado de manhã e se o sol estiver brilhando, caia na estrada com a certeza de diversão garantida. A segunda maior ilha do litoral norte paulista com 828 hectares (só perde para Ilha Bela) abriga desde 1977 o Parque Estadual da Ilha Anchieta. A partir de 1904 foi sede de uma colônia penal e depois presídio político da ditadura Vargas fechado em 1955 após intensas rebeliões. Tem este nome desde 1934 em homenagem aos quatrocentos anos de nascimento do Padre José de Anchieta.

Bem vindos ao Parque Estadual da Ilha Anchieta

Bem vindos ao Parque Estadual da Ilha Anchieta

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 05/07/2015

10 Arenas Romanas que resistem ao tempo

As arenas romanas são construções incrivelmente grandes e que inacreditavelmente resistem a milhares de anos praticamente intactas. Por séculos elas sofrem com intempéries como neve, chuva, sol, vento e até terremotos e continuam firmes e imponentes. Para sorte dos apaixonados por este tipo de construção o Império Romano foi duradouro, mas se limitou a Europa Mediterrânea, norte da África e parte do Oriente Médio. Assim você pode conhecer todas estas arenas em uma só viagem.

Arenas Romanas

Arenas Romanas

Quem vê estes gigantes que hoje abrigam concertos de música e outros shows de arte a céu aberto não imagina que milhares de anos atrás foram palcos da barbárie. Nestes locais aconteciam lutas mortais entre gladiadores e também de gladiadores com animais ferozes vistas por multidões ensandecidas. Aliás, o nome “arena” vem da areia que absorvia o sangue dos gladiadores durante as batalhas. Estes Coliseus são os precursores dos atuais octógonos de MMA. O tempo passou, indubitavelmente o ser humano evoluiu, mas nossa espécie ainda tem um sádico gosto por sangue que hoje espirra das telas das televisões pelo mundo.

Leia Mais…

A série de hábitos estranhos pelo mundo continua. O que para nós é tão normal em outros lugares do nosso planetinha pode ser uma aberração e é esta diferença de culturas que tanto nos encanta. Veja abaixo mais alguns costumes um tanto inusitados para nós brasileiros.

1) Homens com até 4 esposas

Pode parecer estranho, mas é assim que a coisa funciona na maioria dos países muçulmanos. Um único homem pode ter até 4 esposas diferentes que vivem na mesma casa em harmonia. Muita gente sabe disso, o que a maioria não sabe é que o sujeito só pode casar tantas vezes se provar que tem condições financeiras para sustentar todas elas. Agora imaginem este costume no ocidente. Uma casa com quatro mulheres deixaria qualquer homem louco.

Este não é tão rico, tem só três esposas

Este não é tão rico, tem só três esposas

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 24/06/2015

Escolha o post que vai ao ar no próximo domingo

Veja Também:

De Parati até Ubatuba, de bike. Um caminho de Santiago para aqueles que não fizeram pecados graves

10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo

10 Mentiras que todo Viajante compulsivo conta

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 21/06/2015

Grande Mesquita de Djenné – Mali – Arquitetura Espetacular

Esta mesquita ronda meu inconsciente há muito tempo. Meu desejo, cada vez mais forte de conhecê-la, vem do longínquo tempo que ainda planejava minha Volta ao Mundo. Pouca gente sabe, mas o Mali é um país com diversas atrações fantásticas. Além da própria mesquita que é Patrimônio Mundial da Unesco desde 1988 ainda estão lá os Acantilados de Bandiagara e a mística Tombucto. Infelizmente por problemas de segurança no momento não são aconselhadas visitas ao país. Ficamos então com a beleza e história exuberantes da mesquita.

A Grande Mesquita de Djenné é um grande edifício de adobe (argila misturada à palha e seca ao sol) que é considerado por muitos arquitetos uma das maiores obras do estilo arquitetônico Sudano-Sahel. A mesquita está localizada na cidade de Djenné, Mali, na planície de inundação do rio Bani. A primeira mesquita do lugar foi construída por volta do século XIII, mas a data da atual estrutura é de 1907. Sendo o centro da comunidade de Djenné, é um dos marcos mais famosos da África.

A beleza de uma arquitetura única: Grande Mesquita de Djenné

A beleza de uma arquitetura única: Grande Mesquita de Djenné (Foto do site wikimedia)

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 14/06/2015

10 Mentiras que todo Viajante compulsivo conta

Mentir é algo inerente ao ser humano. Uns mentem mais outros menos, mas não existe ninguém que nunca contou uma mentirinha. Como todo viajante também é um ser humano, nós compulsivos por viagens não escapamos de contar as nossas. Veja as mentiras mais comuns contados pelos viajantes.

1) Lugar tão lindo. Vou voltar aqui um dia

Mentira. O mundo é repleto de lugares deslumbrantes para conhecermos e você como um viciado em viagens jamais deixará de adicionar a sua lista de conquistas um lugar novo só para voltar a ver um destino que você já conhece.

É lindo mas voltar não está nos planos

É lindo mas voltar não está nos planos

Leia Mais…

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 623 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: