A série de hábitos estranhos pelo mundo continua. O que para nós é tão normal em outros lugares do nosso planetinha pode ser uma aberração e é esta diferença de culturas que tanto nos encanta. Veja abaixo mais alguns costumes um tanto inusitados para nós brasileiros.

1) Homens com até 4 esposas

Pode parecer estranho, mas é assim que a coisa funciona na maioria dos países muçulmanos. Um único homem pode ter até 4 esposas diferentes que vivem na mesma casa em harmonia. Muita gente sabe disso, o que a maioria não sabe é que o sujeito só pode casar tantas vezes se provar que tem condições financeiras para sustentar todas elas. Agora imaginem este costume no ocidente. Uma casa com quatro mulheres deixaria qualquer homem louco.

Este não é tão rico, tem só três esposas

Este não é tão rico, tem só três esposas

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 24/06/2015

Escolha o post que vai ao ar no próximo domingo

Veja Também:

De Parati até Ubatuba, de bike. Um caminho de Santiago para aqueles que não fizeram pecados graves

10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo

10 Mentiras que todo Viajante compulsivo conta

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 21/06/2015

Grande Mesquita de Djenné – Mali – Arquitetura Espetacular

Esta mesquita ronda meu inconsciente há muito tempo. Meu desejo, cada vez mais forte de conhecê-la, vem do longínquo tempo que ainda planejava minha Volta ao Mundo. Pouca gente sabe, mas o Mali é um país com diversas atrações fantásticas. Além da própria mesquita que é Patrimônio Mundial da Unesco desde 1988 ainda estão lá os Acantilados de Bandiagara e a mística Tombucto. Infelizmente por problemas de segurança no momento não são aconselhadas visitas ao país. Ficamos então com a beleza e história exuberantes da mesquita.

A Grande Mesquita de Djenné é um grande edifício de adobe (argila misturada à palha e seca ao sol) que é considerado por muitos arquitetos uma das maiores obras do estilo arquitetônico Sudano-Sahel. A mesquita está localizada na cidade de Djenné, Mali, na planície de inundação do rio Bani. A primeira mesquita do lugar foi construída por volta do século XIII, mas a data da atual estrutura é de 1907. Sendo o centro da comunidade de Djenné, é um dos marcos mais famosos da África.

A beleza de uma arquitetura única: Grande Mesquita de Djenné

A beleza de uma arquitetura única: Grande Mesquita de Djenné (Foto do site wikimedia)

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 14/06/2015

10 Mentiras que todo Viajante compulsivo conta

Mentir é algo inerente ao ser humano. Uns mentem mais outros menos, mas não existe ninguém que nunca contou uma mentirinha. Como todo viajante também é um ser humano, nós compulsivos por viagens não escapamos de contar as nossas. Veja as mentiras mais comuns contados pelos viajantes.

1) Lugar tão lindo. Vou voltar aqui um dia

Mentira. O mundo é repleto de lugares deslumbrantes para conhecermos e você como um viciado em viagens jamais deixará de adicionar a sua lista de conquistas um lugar novo só para voltar a ver um destino que você já conhece.

É lindo mas voltar não está nos planos

É lindo mas voltar não está nos planos

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 31/05/2015

Catedral de São Basílio – Moscou – Arquitetura Espetacular

Diferente das tradicionais igrejas católicas que são austeras, pouco iluminadas e monocromáticas, a Catedral de São Basílio é multicolorida e nem parece um templo religioso, pelo menos não os que estamos acostumados a ver. A Catedral pertence à Igreja Ortodoxa Russa e a sua beleza é tão exuberante que mais parece um castelo de conto de fadas. Suas nove cúpulas em azul, branco, verde, amarelo, vermelho e dourado são hipnotizantes e sua localização ajuda ainda mais nesta fascinação que todo turista sente por este pedacinho do céu na Terra. São Basílio fica numa das praças mais famosas do mundo, a Praça Vermelha. Sua história é tão fascinante quanto sua beleza.

Uma igreja que mais parece um castelo de conto de fadas

Uma igreja que mais parece um castelo de conto de fadas

Leia Mais…

No último sábado (23/05/2015) o jornalista Daniel Nunes do blog Same Same nos brindou com uma apresentação lúdica sobre Galápagos que segundo ele próprio é um laboratório para naturalistas aprendizes. Daniel montou um enredo para contar sua experiência de dezesseis dias pelas fantásticas ilhas. Nesta trama os personagens principais eram: ele mesmo, Charles Darwin que dispensa apresentações, Robert Fitz Roy comandante do navio que levou Darwin até o arquipélago, Eric Chaisson, Allan Cravo e Andréa D´Amato seus companheiros reais de viagem.

Todos atentos as dicas do Daniel

Todos atentos as dicas do Daniel

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 24/05/2015

Lugares Únicos no Mundo – Milos – Grécia

A ilha de espetacular beleza natural é mais conhecida por uma obra de arte que não é da mãe natureza. Reza à lenda (a verdadeira história é um mistério) que um camponês grego encontrou a estátua da Vênus de Milos durante uma escavação. Rapidamente toda ilha ficou sabendo do achado, inclusive um cadete francês. Como um rastilho de pólvora a história chegou à embaixada francesa e depois a França propriamente dita e não tardou para que o marinha daquele país enviasse um navio com ordens expressas para levar a estátua à Paris. Durante uma briga com os gregos pela posse do novo tesouro os braços da estátua teriam sido quebrados e ela permanece assim até hoje exposta no museu do Louvre. Mas em compensação as obras de arte naturais continuam lá para todo mundo se maravilhar inclusive os próprios franceses. Praias de águas intensamente azuis, formações rochosas monstruosas dentro do mar e suas casinhas brancas e azuis fazem deste um Lugar Único no Mundo. Tudo, exatamente tudo que vimos em Milos é assustadoramente belo.

"Perdidos" em alguma estrada de Milos

“Perdidos” em alguma estrada de Milos

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 17/05/2015

Casa Milá (La Pedrera) – Barcelona – Arquitetura Espetacular

Não tem como falar de Arquitetura Espetacular sem falar em Gaudí. Acredito que ele ainda vai aparecer muito nesta série. Não sou arquiteto, nem tenho a pretensão de me fazer conhecedor do tema, mas de beleza eu entendo e na minha modesta opinião Gaudí é o Pelé da arquitetura. Suas obras são de fazer uma pontinha de inveja até em Niemeyer. Minha primeira impressão ao ver de perto a Casa Milá foi um misto de raiva pela minha ignorância (como não sabia da existência de tamanha beleza antes) e espanto com o que parece ser um constante movimento das formas curvilíneas. Você tem a sensação que as paredes e esculturas irão te tocar a qualquer momento. Tivesse chegado ao local após um happy hour com certeza colocaria a culpa de tanto movimento na cerveja. Mas no primeiro horário da manhã pude constatar que o prédio parece mesmo ter vida própria, diria quase um ser vivo. Uma anêmona balançando seus tentáculos ao sabor das ondas do mar.

Vista fronta da Casa Milá ou La Pedrera (foto do site Wikipedia)

Vista fronta da Casa Milá ou La Pedrera (foto do site Wikipedia)

Leia Mais…

No 49° Encontro dos Viajantes o tema abordado é o sonho de muitos viajantes. A cobiçada Galápagos será destrinchada em todas suas minúcias pelo jornalista especializado em viagens, natureza e esportes de risco, Daniel Nunes Gonçalves que é um travel writer profissional. Daniel tem um blog sobre experiências de diferença cultural (www.samesame.com.br) e organiza o Sarau do Viajante, evento que mistura contação de histórias de viagem com projeção de slides e gastronomia. Só no último ano esteve no Egito, na Etiópia por duas vezes, na Índia, em Pernambuco, em Belo Horizonte, em Roma, em Berlin, em Viena, em Nova York, no Uruguai, na Tailândia, na Islândia, na Nova Zelândia e no Equador. E sobre a experiência de 26 dias nesse último país – sendo 19 dias só em Galápagos – que ele vai falar no Encontro dos Viajantes do próximo dia 23.

convite 49 encontro

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 10/05/2015

Opera House – Sydney – Arquitetura Espetacular

Hoje inauguramos uma nova série em nosso blog. Depois de mostrarmos dezenas de Lugares Únicos no Mundo resolvemos exaltar as belezas arquitetônicas de nosso planeta. E não poderíamos começar a série de forma melhor. Além da beleza incontestável, a Sydney Opera House tem uma história que mais se parece uma tragédia grega. Conheça todos os detalhes da arquitetura e da saga que foi a construção deste edifício que é a cara da Austrália.

No fim de 1954 JJ Hon (Joe) Cahill, Premier de New South Wales convoca uma conferência para discutir o estabelecimento de uma casa de ópera em Sydney. Em maio de 1955 o governo anuncia que o edifício será construído em NSW Bennelong Point. No segundo mês de 1956 um programa e as diretrizes para uma competição internacional para uma casa de ópera nacional em Sydney são liberados.

Onipotente e onipresente na baía de Sydney

Onipotente e onipresente na baía de Sydney

Leia Mais…

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 612 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: