Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 31/03/2019

Lugares Únicos no Mundo – Termas de Saturnia – Toscana – Itália

A inesquecível Saturnia

As Termas de Saturnia rondam nosso imaginário já há algum tempo. Meu primeiro contato com este Lugar Único no Mundo se deu através da internet. Vi um vídeo no Facebook e foi amor à primeira vista. Ela não saía mais da minha cabeça. Imaginem uma terma a céu aberto que jorra água a trinta e sete graus celsius independente da época do ano. Agora acrescentem a isso banheiras de pedra formadas a milhares de anos pela deposição de calcário. Pensa que acabou? Nada. São oitocentos litros de água por segundo e uma água azul, azul, azul. As banheiras só não têm hidromassagem, mas nem precisa. Na cachoeira do moinho a água desce com tanta força que basta se posicionar em baixo dela para ser massageado.

Saturnia nos lembrou muito outro lugar único do mundo que fica na Turquia. A semelhança com Pamukkale é impressionante. Visualmente Pamukkale é ainda mais extraordinária, pois as rochas são de um branco imaculado, mas por outro lado a água é fria e não é permitido nadar nas banheiras. Diferentes em suas semelhanças sugiro que visite os dois lugares para tirar suas próprias conclusões, mas a única certeza é que são Lugares Únicos no Mundo.

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 24/03/2019

Arles o lar de Van Gogh – Roteiro de três semanas na Provence

Ainda me lembro da primeira vez que estivemos em Arles. Quase não chegamos a cidade por conta do nosso francês para lá de precário. Não que hoje nosso francês seja grande coisa, mas dá para sobreviver na França sem grandes percalços. Há dez anos atrás ao descer na estação de trens de Nimes vindos de Barcelona pedimos a moça do guichê passagens para Arles (pronúncia em português com o “s” final bem pronunciado). A resposta foi como um soco na boca do estômago: Esta cidade não existe. What? No dia anterior a cidade estava lá no google maps. Será que havia sido abduzida por seres extraterrestres? Ou uma bomba atômica havia devastado o antigo lar de Van Gogh? Nem um, nem outro. Na verdade, ela não havia entendido nossa pronúncia. Em francês o correto é: Arlê, sem o “s” e com um “e” bem fechado. Só descobrimos isso depois de escrever o nome da cidade em um papel e entregar a vendedora. Ela sorriu e disse: Ah, Arlê. E como o Chaves respondemos: isso, isso, isso.

Anfiteatro a grande atração de Arles

Toda a família mas de uma maneira diferente

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 17/03/2019

Tour e degustação pelas vinícolas do Priorato – Barcelona – Espanha

Os melhores vinhos da Espanha estão no Priorato

A região vinícola mais famosa da Espanha é La Rioja. Os vinhos desta província estão espalhados por todo o mundo e não é à toa que é uma das duas regiões da Espanha que têm o selo DOCa (Denominación de Origen Calificada). A outra região que pode ostentar esta marca é o Priorato. Pouco conhecida do grande público, o Priorato é a meca espanhola de vinhos de alto padrão e sinônimo de alta gastronomia. Onze em cada dez enólogos ou sommeliers que vem a Espanha invariavelmente visitam o Priorato. As bodegas (vinícolas) são menores, com produções artesanais e em pequenas escalas o que dá um toque de exclusividade aos vinhos.

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 10/03/2019

Como é criar os filhos em Barcelona – Espanha

Depois de um ano e meio de Barcelona podemos dizer que estamos plenamente adaptados e então chegou a hora de fazer uma grande avaliação em relação as diferenças que observamos na criação de nossos filhos. Saímos do Brasil por diferentes motivações pessoais. Podemos dizer que a o balanço é altamente positivo, apesar de existirem alguns contras. Já sabíamos que o mundo não é perfeito, mas até agora está valendo a pena a mudança.

Começamos pelo idioma, ou melhor dizendo os idiomas. Em pouco tempo eles aprenderam dois novos idiomas: castelhano e catalão. A mais velha aprendeu ambos em surpreendentes três meses. Isso quer dizer que eles serão fluentes em três idiomas? Não eles serão nativos em três idiomas. Sabe quando você preenche ficha em empresa solicitada por recursos humanos. Quando chega no item idiomas, você tem vários campos para escolher. Primeiro vem o regular, um degrau acima está o bom, depois fluente e lá no topo vem o nativo. Sim eles marcarão esta resposta para pelo menos três idiomas. Sem contar que devido à proximidade com outros países fatalmente acabarão aprendendo mais idiomas, como o inglês e francês. Aliás eu já tento ensiná-los, falando em inglês com eles em casa. Mas para mim o mais importante é saber que é provado cientificamente que falar dois ou três idiomas traz muito benefícios a seu cérebro. E para quem está se perguntando qual a vantagem de falar catalão? Como diz um amigo meu: serve para viver em Barcelona, quer coisa melhor que isso.

Não um, mas dois idiomas a mais

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 03/03/2019

Viareggio onde o sol se esconde – Itália

O inesquecível por do sol de Viareggio

Viareggio é uma pequena cidade de veraneio na costa do mar da Ligúria que provavelmente você nunca ouviu falar. Disse um amigo italiano que na década de 70 foi um badalado balneário de praia para todos os italianos da região. Realmente parece que a cidade ainda vive na década de ouro do rock and roll. O que meu amigo chamou de decadente, eu daria um nome bem na moda hoje em dia: vintage. Literalmente me senti no cenário do filme “As férias do pequeno Nicolau”. A orla da praia cheia de casinhas de madeira pintadas das mais diversas cores onde os banhistas podem se trocar. Aliás a beira mar de Viareggio é toda tomada por clubes privados da época que meu pai ainda era um jovem solteiro. Em lugar de luzes de néon para chamar a atenção dos turistas nas fachadas destes clubes os nomes ainda estão artesanalmente desenhados com grades de ferro. Parece que fui transportado de volta ao passado. Uma sensação incrível.

Leia Mais…

Lago cor de rosa visto do alto (foto do site : http://www.visitesalinsdecamargue.com)

Trabalhadores extraindo sal do lago

Aigues-Mortes é uma típica cidadezinha da Provence. Tem sua muralha que a protegia dos invasores séculos atrás. Ruelas estreitas onde mal cabe um carro. Casinhas com janelas coloridas e um carrossel que toda cidade francesa que se preze tem que ter. Mas além de tudo isso que já tínhamos visto aos montes na Provence, Aigues-Mortes tem também um lago cor de rosa. Você não desaprendeu a ler, é exatamente isso, o lago não é azul, nem verde, ele é rosa como a pantera, da mesmíssima cor do carro da Mary Kay ou das roupas da Barbie. Da cor do boto, que se nadasse em suas águas teria uma excelente camuflagem.

Dito isso, nada mais importa. Afinal o lugar que tem um lago cor de rosa não precisa de mais nada. Basta subir as fotos para o post e vocês instantaneamente se apaixonam pelo lugar e agendarão a viagem. É claro que não faremos isso, pois sempre procuramos dar o máximo de informações em nossos textos. Mas como diz o ditado, toda brincadeira tem um fundo de verdade. E a verdade é que as pessoas concentrarão sua atenção muito mais nas imagens do que nas palavras deste post.

Leia Mais…

Esta é uma das maiores dúvidas de quem, como nós, imigra para Espanha e mais especificamente para Catalunha. Tenho direito a assistência médica pública? E se não estiver trabalhando? E se estiver ilegal? Este post é dedicado a todos que precisam de ajuda para conseguir sua carteira de saúde pública, conhecida na Espanha como “tarjeta sanitária”. Deixaremos claro todas as regras para obtê-la e qual o procedimento para ter acesso a cobertura médica pública na Catalunha. Para este assunto há dois grupos de pessoas: os que são assegurados ou beneficiários da Seguridad Social (todos os espanhóis e estrangeiros que trabalhem com registro em carteira ou recebam pensão) e os estrangeiros que não são assegurados ou beneficiários da Seguridad Social,ou seja, não contribuem para previdência social.

A cara da tarjeta sanitária

Leia Mais…

O Carrières de Lumières é aquele tipo de lugar que nos faz acreditar no ser humano. Acreditar que a vida é bela. Você simplesmente entra ali e não consegue sair do lugar. Fica todo mundo perto da porta de entrada parado, hipnotizado seria a palavra certa. Nem se mexer você consegue. Se não fosse pela música ambiente você não escutaria nada, nem a respiração das pessoas porque ninguém respira ali. Respirar pode significar perder algum detalhe. E nem o mais louco dos seres humanos quer perder nada de nada. Você estará de pé ou sentado no concreto duro e frio, mas nem por isso se sentirá incomodado. Sua bunda ou suas pernas literalmente vão pesar e a única coisa que vai se mexer será sua boca permanentemente aberta em forma de círculo para dizer: oooooooooooô. Existirão algumas variantes da onomatopeia, tais como: caraca, orra meu, oxente, superbe, chulíssimo, guay, wonderful e por aí vai.

É praticamente impossível explicar o que é o Carrieres de Lumieres. Nem o melhor dos poetas teria palavras adequadas para expressar a ludicidade do lugar, imaginem um simples engenheiro como eu. Mas vou tentar. Parece ser uma pedreira abandonada com imensos paredões de pedra onde são projetadas obras primas dos melhores artistas de todos os tempos. Durante a nossa visita o homenageado era Picasso. Os quadros se multiplicam por todas as paredes aparecem e desaparecem como numa alucinação de LSD. Tudo isso num ambiente escuro de cinema e com uma música para lá de embriagante. Bem, eu tentei, mas você só terá a mesma sensação que nós visitando este Lugar Únicos no Mundo pessoalmente. Nem as fotos e vídeos abaixo conseguem traduzir toda a magia do local. É algo único e com certeza você nunca experimentará estas sensações em outro lugar do mundo.

Antes de entrar já estavam assim

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 27/01/2019

Lugares Únicos no Mundo – Gorges du Verdon – Provence – França

Quando falamos em França invariavelmente a primeira coisa que me vem à cabeça são museus e a Torre Eiffel. Este sentimento é partilhado por boa parte das pessoas do meu círculo de amizades. Diga-se de passagem, até hoje não conheço Paris, pois sou um pouco avesso a grandes metrópoles. Quando planejávamos nossa viagem a Provence é verdade que esperávamos muita natureza, campos de lavandas, mas nunca nada parecido com o Gorges du Verdon. Quando mostrei as fotos do local a um amigo belga sua reação imediata foi perguntar: Mas este lugar fica na Europa? Sua surpresa foi tanta que jamais havia passado por sua cabeça uma natureza tão exuberante na França. Ainda desconfiado ele disse: pensei que era Tailândia.

O Gorges du Verdon é assim, desperta nas pessoas as reações mais estupefatas. Surpresas, bocas abertas, palmas das mãos nas bochechas e todos os emojis de surpresa que o whatsapp possa criar seriam poucos para traduzir os sentimentos que as pessoas experimentam ao ver esta criação divina. Nós mesmos caímos de paixão pelo Verdon. Foi amor à primeira vista e quem pode resistir a seus encantos? O resultado só poderia ser um, logo que o conhecemos já sabíamos que faria parte do nosso seleto rol de Lugares Únicos no Mundo.

Cânion du Verdon, Lugar Único no Mundo

Leia Mais…

Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 20/01/2019

A caçada aos campos de lavandas- Roteiro de três semanas na Provence

Confesso que já estávamos um pouco cansados de cidades, cidadezinhas, áreas urbanas e edifícios com janelas coloridas e nada, nada, nada de mato, trilha e natureza. Como costumamos dizer: já sentíamos falta de ouvir o ruído do silêncio. E eram apenas quatro dias sem contato com a mãe natureza. Pois em nosso décimo dia de Provence lavamos a alma. Teve a maravilhosa trilha no Colorado Provençal. Teve também a incrível caçada aos campos de lavanda. Explico. Em dez dias de Provence ainda não havíamos encontrado nenhum campo de lavanda realmente florido como aqueles que se veem nos folhetos turísticos. Sim, aqueles campos em que o roxo é tão forte que salta do papel e faz seus olhos querer sair das órbitas tamanha a intensidade da cor. Aquele roxo mais roxo que cabelo de cosplay. Esse tipo de campo de lavandas ainda estava na lista do “to do” ou “to see”. Estava, porque neste dia vimos mais deles do que gôndolas em Veneza ou que zebras nas savanas africanas. Matamos a vontade.

O campo de lavanda perfeito capturado após uma caçada implacável

Leia Mais…

Older Posts »

Categorias

%d blogueiros gostam disto: