Publicado por: Carol & Paulo Mendes | 03/04/2011

9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok

 

O colorido e exuberante Grand Palace

Nem a chuva torrencial que caiu no dia 27/02 e deixou São Paulo embaixo d’água impediu a realização do 9º Encontro dos Viajantes. Nossos palestrantes, Camila e Rafael, vieram de Campinas especialmente para nos contar sua experiência de 3 semanas na Tailândia.

Eles começaram a apresentação nos mostrando o panorama do país: onde fica, qual o clima, religião e como foi o roteiro da viagem. A chuva até nos fez entrar no clima já que o Sudeste Asiático, região onde fica a Tailândia, está sobre a influência do regime de monções, caracterizado por chuvas intensas. Portanto, dica número 1 dos nossos convidados: Se você quiser aproveitar as praias paradisíacas do lugar, escolha bem a data da viagem que deve estar entre novembro e maio. O país tem clima muito quente e úmido, portanto se você não gosta de calor excessivo, o melhor mesmo é escolher a estação fresca de novembro a fevereiro. Os preços são mais altos nesta época do ano e os lugares ficam mais cheios pois é alta temporada, no entanto o país continua sendo barato comparado a outros lugares.

O país hospitaleiro não exige visto dos brasileiros, porém a vacina de febre amarela é obrigatória. A dica 2 do casal é: antes mesmo de entrar na fila de imigração, valide o comprovante da vacina no local destinado a este procedimento, isso fará com que você não precise pegar a fila duas vezes.

Livres das pequenas burocracias na entrada do país, Camila e Rafael começaram seu roteiro por Bangkok. Com 95% da população budista, os templos religiosos são definitivamente as maiores atrações da cidade. Eles nos contaram que é comum ver pela manhã, monges carregando bacias pelas ruas, recolhendo oferendas dos devotos. Os monges vivem de doações, portanto tudo que recolhem nas ruas e nos templos é utilizado para seu sustento.

Além disso, o país é uma monarquia parlamentarista e a figura do rei é muito respeitada. Sempre que os cidadãos passam diante de um retrato do rei, eles param e fazem uma reverência. Isso porque o atual monarca, Adulyadej, melhorou muito a condição de vida da população.

A 3ª dica de Camila e Rafael é: se tiver pouco tempo na cidade visite o Grand Palace. Residência oficial do rei, o complexo abriga diversos edifícios administrativos e alguns dos templos mais bonitos da cidade, como o Wat Phra Kaen. O templo mais sagrado da Tailândia reverencia o Buda de Esmeralda, uma imagem do Buda em posição de meditação talhada num único bloco de jade. Três vezes ao ano, em uma cerimônia, o rei troca o manto do Buda, para que a nova estação traga boa sorte ao país.

Grand Palace

Eles ainda visitaram mais dois templos na capital, Wat Pho e Wat Arun. O 1º é a casa do Buda deitado, uma escultura de 46m de comprimento toda folhada a ouro. Camila disse que ficou impressionada não só com a dimensão do Buda mas também com seus detalhes, a sola dos pés do Buda contém inúmeros desenhos em madrepérola. Dica número 4: neste templo está a 1ª escola de massagem da Tailândia, portanto se quiser relaxar pode aproveitar a oportunidade.

Buda Deitado em Wat Po

O Wat Arun (Templo do Amanhecer) fica nas margens do rio Chao Phraya e com 70 metros de altura é um dos pontos de referência mais importantes da cidade. O local é composto por diversos pagodes sendo que o principal representa o Monte Meru, centro do universo para a religião budista. O templo é decorado por diversas esculturas de animais, pinturas e está protegido por dois guardiões gigantescos. Para quem não vê a hora de visitar os locais citados acima, vai a dica 5: alguns templos exigem que os visitantes estejam com roupas que cubram os joelhos e os cotovelos e que entram descalços. Porém, a maioria deles oferece uma espécie de sarongue para os turistas desprevenidos.

Wat Arun

Num passeio de um dia, Camila e Rafael visitaram Ayutthaya, antiga capital da Tailândia e atual patrimônio da humanidade. Lá, visitaram as ruínas do palácio e dos templos, porém o que mais lhes chamou a atenção foi a cabeça de um Buda emaranhada nas raízes de uma figueira. Ninguém sabe como a cabeça foi parar ali e por isso mesmo a imagem é fascinante. Além de visitar Ayutthaya, a excursão também passou pelo Palácio de Verão (Bang Pa-In), onde as pessoas aproveitaram para conhecer os jardins e alguns fizeram um passeio de elefante.  Nesse day trip estava incluído o transporte, almoço e as entradas das atrações.

Cabeça de um Buda emaranhada nas raízes de uma figueira

Há diversas outras excursões saindo de Bangkok, o casal escolheu um que engloba a visita ao Mercado Flutuante, a ponte do Rio Kwai e ao Templo dos Tigres (província de Kanchanaburi). O mercado flutuante de Damnoen Saduak atualmente é um ponto turístico, pois a população local vai a outros lugares comprar suas mercadorias. Num passeio de canoa pelo rio é possível comprar de tudo, desde frutas a artesanatos e experimentar os quitutes locais. Dica 6 do casal: a culinária local é fantástica, não deixe de prová-la. A próxima parada foi a ponte do rio Kwai que ficou famosa pelo filme de mesmo nome. Vendedor de 7 Oscar, o filme conta a história da construção dessa ponte por prisioneiros de guerra britânicos durante a 2ª Guerra Mundial. Para fechar o dia, eles foram conhecer o Templo dos Tigres, monastério onde esses animais são cuidados pelos monges. Dica 7: Para quem tem mais alguns dias em Bangkok e arredores, aproveite que já está em Kanchanaburi e prolongue a viagem até o Erawan National Park, um parque de beleza incrível repleto de trilhas e cachoeiras.

Mercado Flutuante

 

Camila e Rafael na Ponte do Rio Kwai

O último passeio imperdível em Bangkok é a Khaosan Road, a rua dos mochileiros. Eles disseram que esta rua é tipo uma 25 de março, onde tudo é vendido, CDs/DVDs piratas, entradas para show de pompoarismo (ping pong shows), livros de 2ª mão e diplomas de MBA em Harvard. Se você quer encontrar alguma pechincha, este é o lugar. Nesta rua também são encontrados diversos albergues, bares e restaurantes. Uma das coisas que eles mais gostaram de sua permanência na cidade foi experimentar a variedade gastronomica do lugar. Numa rica mistura de ingredientes, a culinária Thai agrada até os mais exigentes.

Khaosan Road

Nessa parte do encontro já estávamos encantados com a Tailândia. Já conseguíamos imaginar os sabores, cores e aromas do país, sentíamos a hospitalidade do povo. Isso porque ainda nem tínhamos falado sobre suas praias… Essa foi a 2ª parte da viagem (clique aqui para ver a 2a parte da viagem), que contaremos no próximo post!!!!

Viu como é possível conhecer um país em duas horas… Participe dos nossos encontros que acontecem mensalmente em São Paulo, confira a programação.

Veja Também:

9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte II – Costa Adaman

Itália – Roteiro de 3 semanas de Milão a Roma

Tour Gratuito nas principais cidades da Europa

Os desertos da minha vida – Saara – Parte II


Responses

  1. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  2. […] para a Costa Adaman e visitaram Phuket, Phi Phi e Krabi.  Phuket é a maior ilha da Tailândia (clique aqui para ver a primeira parte da viagem). Lá eles fizeram dois tours, um para James Bond Island e o outro para Coral e Raya Island. A 1ª […]

  3. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  4. […] nosso primeiro evento gastronômico. Aproveitamos a expertise da Camila e Rafael (palestrantes do 9° Encontro dos Viajantes) para nos deliciarmos com culinária tailandesa. O dia começou com uma visita ao bairro da […]

  5. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  6. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  7. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  8. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  9. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  10. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  11. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  12. Boa noite, estive tentando acessar as partes 2 e 3 do Roteiro de 3 semanas para a Tailandia, no entanto a página não está abrindo.

    Se possível favor enviar para o e-mail registrado no meus dados.

    Muito obrigado!
    Anderson

  13. […] de 15 dias no Laos e Camboja, sendo que nesta viagem  teve a oportunidade de conhecer também a Tailândia. A sua viagem começou num cruzeiro de dois dias através do rio  Mekong, que é o principal rio […]

  14. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponLike this:LikeBe the first to like this post. […]

  15. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I  […]

  16. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I  […]

  17. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte II – Costa Adaman 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  18. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  19. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  20. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  21. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia  […]

  22. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  23. […] Roteiro de 3 semanas na Tailândia  […]

  24. […]  Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  25. […] Nossa viagem ao Japão – Uma Experiência Inesquecível Visite a Coréia do Sul […]

  26. […] 9º Encontro: Roteiro de 3 semanas na Tailândia – Parte I – Bangkok […]

  27. Estou planejando em ir para a Tailandia…. O ideal seria conhecer Bangkok, Chiang Mai e Phucket? Qto tempo ficar em cada uma? Só tenho uns 10 dias….. Qual a melhor opção: Chegar em Bangkok e ir para Chiang Mai ou a Phucket primeiro?? Obrigada,

    • Ola Andréa
      com 10 dias te recomendo este roteiro se você for fazer os trajetos de avião (www.airasia.com), caso contrário ficará muito corrido.
      Chiang Mai fica ao norte de Bangkok e Pukhet fica ao sul, assim tanto faz qual você escolher para visitar primeiro.

      boa viagem

      Eder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 610 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: