Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 27/04/2011

A Volta ao Mundo em 10 Cervejas

Conhecendo o mundo através da cerveja

Este post é um prato cheio, ou melhor dizendo, um copo cheio para quem é apreciador dos mais variados tipos de cerveja. Aqui comentamos sobre as cervejas que por um ou outro motivo mais marcaram nossa viagem de volta ao mundo. Para você que mais que apreciador é do tipo sommelier ou mestre cervejeiro não espere encontrar em nossa lista cervejas elaboradas tipo “premium”. São em geral as cervejas mais populares de seus respectivos países, mas sempre boas pedidas. Vamos a lista.

1)      Pilsner Urquell – República Tcheca

 Esta cerveja tem história e não podia ficar fora de nossa lista. É considerada a primeira cerveja Pilsner do mundo; o tipo de cerveja mais consumido no Brasil. Não bastasse este fato, é uma cerveja da República Tcheca, país que tem o maior consumo per capita entre todos os países com incríveis 158,6 litros de cerveja/ano. Andando pelas ruas de Praga não perca a oportunidade de saboreá-la acompanhado de um salsichão com pão preto e mostarda.

2)      Celtia – Tunísia

 Imaginem o calor desértico do Saara e uma cerveja em um balde de gelo. Por muitos dias na Tunísia esta era a miragem que me atormentava. Como todo país muçulmano tradicional a venda de bebidas alcoólicas é proibida.  A miragem se tornou real em um delicioso jantar com cuscuz tunisiano regado a Celtia, num restaurante para turistas. Devido a vontade reprimida, a cerveja que nem era tão boa logo se tornou um néctar dos Deuses.

3)      Singha – Tailândia

 As tradicionais cervejas tailandesas são encorpadas (com até 6,4% de álcool) como a Chang Beer e amargas como a Leo Beer. A Singha não segue a tradição e é uma cerveja suave e refrescante, ideal para acompanhar os apimentados e deliciosos pratos da culinária local. Considerada uma cerveja mais sofisticada, mas ainda assim acessível, a Singha está para Tailândia como a Original para o Brasil. Conheça as mais tradicionais receitas da culinária tailandesa clicando em: Culinária Tailandesa.

4)      Carlsberg – Dinamarca

A gigante dinamarquesa está entre as dez maiores empresas produtoras de cerveja do mundo, mas o grande motivo para entrar para nossa lista foi o inacreditável museu Carlsberg em Copenhague. Além de conhecer de perto o tradicional processo de fabricação de cerveja, o museu Carlsberg mantém um acervo de 18.742 garrafas de cerveja do mais variados tipos. Tem até cerveja envasada em embalagem longa vida para leite. E no final da visita não pode faltar a degustação. Recomendo a “Abbey Ale” e a “Carls Porter”, inesquecíveis.

5)      Mythos – Grécia

 Esta cerveja fez parte de um ritual que se cumpriu nas 24 noites que estivemos na Grécia. Após curtirmos a estonteantes ilhas gregas durante o dia merecíamos um jantar a altura das belezas que tínhamos visto. Nada mais indicado para ocasião que Gyros Pita, o mais tradicional sanduíche grego. Pensaram em “churrasquinho grego”, é isso mesmo, ou melhor, não é nada disso. Deixa-me explicar. Falando de preço, o verdadeiro “gregão” tem preços populares como aqui, mas se a discussão é sobre higiene e sabor, esqueçam o “churrasquinho grego” da Praça da República em São Paulo. Esta econômica combinação (Mythos + Gyros Pita) caiu como uma luva no verão grego.

6)      Beerlao – Laos

 Alguns fatores contribuíram muito para que a Beerlao entrasse para lista final. Primeiro é a única cerveja que eu conheço que leva o nome do país. Depois os caracteres impressos no rótulo da garrafa em língua local conferem um charme único para esta cerveja. O último motivo para a Beerlao entrar na lista tem tudo haver com o clima no sudeste asiático. Por lá existem 3 estações bem definidas: hot, hotter and the hottest. Com um clima destes qualquer cerveja se torna inesquecível.

7)      Angkor Beer – Camboja

 Phnom Penh 40 graus. Dois amigos nascidos e criados no extremo norte da Noruega, local que o astro rei pouco freqüenta, acreditam ter encontrado o inferno na Terra. Suam em bicas como se estivessem em uma sauna, com a diferença que neste caso não basta abrir uma porta para voltar a um ambiente com temperatura mais amena. A solução encontrada é: uma parada a cada 15 minutos para uma cerveja. No Camboja, como os cambojanos. A cerveja por lá é bebida de uma forma bem peculiar, “on the rocks”. Por este fato bastante curioso a Angkor Beer não podia estar fora de nossa lista.

8)      Kilimanjaro – Tanzânia

 Continuando no campo das excentricidades voltamos ao continente africano para falar da Kilimanjaro. Só por ter o nome da maior montanha do continente esta cerveja já podia entrar na nossa lista. Mas é mesmo pela maneira como geralmente é degustada que ela merece lugar cativo entre as top 10. Os tanzanianos costumam bebê-la misturada ao um refrigerante do tipo “bitter lemon”, algo que não conhecemos aqui no Brasil. Como o refrigerante não é tão doce como os nossos, esta bizarra combinação é perfeita para se refrescar do clima quente e seco da região.

9)      Efes – Turquia

 Apesar de 99% da população ser muçulmana a Efes é comercializada pelos quatro cantos da Turquia. Com esta abundância de oferta, ela foi nossa companheira constante nos jantares por Istambul, Capadócia e Pamukkale. A combinação ideal é uma garrafa de Efes trincando para harmonizar com um prato de carneiro com iogurte.

10)  Savanna Dry – África do Sul

 Esta bebida é muito especial e marcou nossa viagem. Eu digo bebida porque ela não é uma cerveja e sim uma cider. Em animados bate papos no caminhão do nosso overland tour com amigos das mais diversas nacionalidades ou no silêncio a beira do lago do Etosha National Park esperando um rinoceronte ou um leão aparecer, a mais famosa savana era o pano de fundo e a até agora desconhecida Savanna foi protagonista. Na África do Sul, na Namíbia ou em Botswana ela foi testemunha de alguns dos 25 dias mais incríveis de nossas vidas.

Veja Também:

Mais 10 cervejas marcantes da nossa Viagem de Volta ao Mundo

          Praga: Você vai provar uma das melhores cervejas do mundo

Sabores do Uzbequistão – Palov

 


Responses

  1. Poxa… pelo visto ainda tem muita cerveja por aí para eu provar… euheuehuehue

    • Olá Petterson
      com certeza muita cerveja pra tomar e muitos lugares pra conhecer.

      Continue acompanhando nosso blog.

      abraços

      Eder

  2. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  3. Que legal, boa idéia!!
    E aqui do Brasil qual sua indicada?

    Abraço, muitas Viagens e Cervejas!!!

    • Boa tarde Gustavo,
      pra falar a verdade em termos de cerveja gosto de todas, mas das mais conhecidas minha favorita é mesmo a Original.
      Sempre que viajo, uma das minhas pesquisas é conhecer as cervejas locais. Pesquisa difícil né, rsrsrs?

      Te desejo as viagens e cervejas em dobro
      abraços
      Eder

  4. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  5. Só conheço a Carlsberg…que tristeza.

    Na minha lista colocaria a Bintang, de Bali.

    Abraços

    • Olá Guilherme,
      a Bintang é realmente muito boa, ainda mais no calor de Bali. O problema é que na lista só cabem 10. Ainda deixamos de fora a Saigon do Vietnan, Cristal de Cuba, Effes da Turquia, Nastro Azurro da Itália e várias outras.

      O negócio é viajar cada vez mais para experimentar todas.

      abraços e continue enviando mensagens ao nosso blog

      Eder

  6. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  7. […] 5. O post que o sucesso te surpreendeu – A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  8. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  9. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas 0.000000 0.000000 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  10. Estive no Sul de Angola, Namide e estive na Namíbia, e nestes lugares bebe-se sempre Savana e é maravilhosa, porque não gosto de cerveja, e esta bebida fresca e saborosa parece mais vinho branco e não tem espuma nem cheira a cerveja, foi maravilhoso, só é pena que aqui em Lisboa não encontro, mas já encomendei. Abraços a todos
    Laura
    Lisboa/Portugal

    • Oi Laura
      Savanah é uma bebida que agrada o paladar de todos, mas principalmente das mulheres. Minha esposa adorava saboreá-la no clima quente e seco da Namíbia.

      Aqui no Brasil também não temos disponível para compra. Sorte que ainda guardamos algumas garrafas que um amigo nos toruxe da África do Sul.

      grande beijo e continue nos acompanhando

      Eder

  11. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  12. Daqui de Angola nunca vi/ouvi algumas dessas cervejas. Marada a vossa abordagem, adorei. Gostava de provar algumas delas, como a number 1, a de Praga. Dentre estas só conheço a Carlsberg e a Savana. É mto pouco. Mas adorei o vosso artigo.

    • Olá Dany´s

      tem muita cerveja para conhecer neste mundão imenso. Ai mesmo em Angola deve ter várias. Um amigo meu trabalhou em uma cervejaria ai em Angola.
      A cada viagem provo uma delas mais tradicional no país, ai vamos colecionando.

      grande abraço

      Eder

  13. Isso mesmo, savana é fantástica. Q pena pra vocês em Brazil e Portugal, porque em Angola ela aparece muito. É a melhor que já provei, não só pelo sabor, mas por não ter aquele cheiro como o da N’gola (adorada em Angola) e doutras. Dizem também q não é cerveja, não entendo nada disso, d qdo é q 1bebida é cerveja. Além disso dizem q não é mto recomendada pra homens por conter alguma substância q prejudica ‘sei lá o quê’. Sabes algo sobre isso?

    • A Savana é sul africana e por isso deve ser tão comum em Angola.

      Cerveja ou não o que mais importa é agradar nosso paladar.

      Agora nunca ouvi falar que é prejudicial aos homens. Quem sabe deve ser mais uma lenda africana, rsrsrs

      abs

      Eder

  14. […] do sucesso do nosso post A Volta ao mundo em 10 cervejas resolvemos continuar nosso bate papo de boteco pedindo uma rodada com mais 10 novos rótulos que […]

  15. […] nossa viagem de volta ao mundo | LINK 17. @4cantos_mundo | a volta ao mundo em 10 cervejas | LINK 18. @4cantos_mundo | viagem ao redor do globo – matéria do portal terra | LINK 19. […]

  16. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  17. […] Viagem de Volta ao Mundo. Temos dois posts só sobre dicas para quem quer cair na estrada, mais dois sobre as cervejas que encontramos em nossa aventura, os gelatos mais deliciosos que provamos também mereceram um […]

  18. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  19. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  20. Boa lista, fiquei curioso para degustar a Singha e a Mythos, chega deu água na boca a combinação do gyros pita com a cerveja. Na lista, eu só acrescentaria a Guinness, a Leffe Blonde, uma das minhas belgas favoritas, Baltika #7 e a Brooklyn Lagen.

    • Olá Jordy
      em se tratando de cerveja cada um pode fazer várias listas. Lembre-se que estas não são as melhores que tomamos, mas sim as mais populares em seus países. Tipo a Skol aqui no Brasil.

      grande abraço e continue nos acompanhando

      Eder

  21. […] A Volta ao Mundo em 10 Cervejas […]

  22. […] Por que os brasileiros só viajam com hotel reservado? Mais dicas para quem planeja dar uma volta ao mundo Volta ao mundo em 10 cervejas […]

  23. […] Por que os brasileiros só viajam com hotel reservado? Mais dicas para quem planeja dar uma volta ao mundo Volta ao mundo em 10 cervejas […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: