Publicado por: Carol & Paulo Mendes | 29/09/2011

Roteiro em Barcelona: Montjuïc

MNAC ao fundo no Montjuïc

Continuando com a nossa série de roteiros em Barcelona (veja primeiro roteiro no Bairro Gótico), hoje escreveremos sobre a maior área verde da cidade: O Montjuïc. Conhecemos o local muito bem já que ele fica ao lado da casa onde morávamos e porque aproveitamos muitos fins de semana passeando por lá. Esse era um dos primeiros lugares que levávamos os nossos visitantes pois de lá é possível ter uma vista aérea magnífica da cidade.

Montjuïc é uma colina situada na área central de Barcelona. Seu nome significa Monte Judeu no catalão antigo, pois nesse local existia um cemitério judaico. Na Idade Média, quando ainda não fazia parte da cidade, o morro era utilizado como pedreira, fornecendo matéria prima para as principais igrejas e obras da cidade. A grande mudança nesta região ocorreu com a Exposição Internacional de 1929, pois ali foram construídos os pavilhões que são utilizados até hoje nas feiras comerciais, o Palácio Nacional, o Estádio Olímpico, o Teatro Greco e o Pueblo Español. Além de todo o paisagismo que foi feito na época com a criação de parques e jardins recuperando os estragos da exploração da pedreira e criando umas das áreas mais verdes da cidade. A 2ª revitalização aconteceu em 1992 com a criação das instalações olímpicas.

<

Este novo roteiro começa na Plaça d’Espanya, a somente 4 estações de metrô da Praça da Catalunha. Ao sair do metrô duas construções chamarão sua atenção: uma é a antiga Plaza de Toros, que hoje é um centro comercial, e a outra, em cima da montanha, é o Palácio Nacional, que abriga o Museu Nacional de Arte da Catalunha (MNAC), nossa primeira parada. Se você só de pensar em chegar lá em cima já está cansado, fique tranqüilo, pois existem escadas rolantes que facilitam a caminhada, principalmente nos dias quentes. Observe também que existem duas torres que talvez te recordem algo familiar. Essas torres são cópias do campanário que fica próximo a Praça São Marcos em Veneza.

Seguindo pela Avenida Rainha Maria Cristina em direção ao MNAC perceba que tanto no lado direito como esquerdo estão os pavilhões do mais importante centro de convenções de Barcelona. Ao final dessa avenida está a Fonte Mágica, um dos pontos turísiticos mais procurados de Barcelona. Nos fins de semana, a fonte proporciona belas apresentações de água, música e luz para os turistas.

Ao chegar à frente do MNAC aproveite para observar a bela paisagem da cidade com a montanha do Tidibidabo a sua frente. Ali estão algumas das obras mais importantes da Catalunha e este museu é considerado por muitos como o mais importante da cidade. O local é conhecido por seu conjunto de obras de arte românica dos séculos 11 e 12 sendo que as igrejas e mosteiros são as principais obras do período. O que eles fizeram aqui que é impressionante foi trasladar o interior de igrejas inteiras e reproduzi-las no interior do museu.

Todo primeiro domingo do mês a visita é gratuita, se tiver tempo aproveite para conhecê-lo.

Vista do mirador a frente do MNAC

Atrás do MNAC está o anel olímpico onde se encontram os principais estádios, ginásios, piscinas em que ocorreram os Jogos Olímpicos de 1992. Logo a sua frente aparecerá o estádio olímpico onde ocorreu a abertura e encerramento das olimpíadas. Diferente do que se imagina o estádio é pequeno, muito menor que um Estádio como o Pacaembú, mas ao ver de fora a pira olímpica utilizada nos jogos realmente emociona. A entrada no estádio é gratuita e vale a pena dar uma olhada. Atrás do estádio existe um grande ginásio, Palau Sant Jordi, onde o vôlei masculino do Brasil ganhou sua primeira medalha de ouro e a torre de Montjuic, ou de Calatrava seu criador, que é um dos símbolos da cidade e ficou famosa na época dos jogos.

Final de Tarde no Anel Olímpico

Estádio Olímpico em dia de festa

Voltando para o estádio olímpico na entrada próximo a pira olímpica e continuando reto encontra-se o Museu Olímpico, que cheguei a conhecê-lo gratuitamente numa das noites de Museu, mas só acho que vale a visita para os que realmente são aficcionados por esportes.

Seguindo por essa rua, na sua esquerda começarão a aparecer diversos parques e jardins que foram feitos para a Exposição Mundial de 1929. Mais a frente uma construção moderna e muito bonita alberga o Museu Miró. No nosso caso que já gostávamos muito de suas obras, o consideramos o mais bonito da cidade.  O museu sempre tem a exposição permanente de Miro, que é fantástica, e também uma exposição temporária de um ou mais artistas. Miró é um dos artistas símbolos da cidade de Barcelona e suas obras são encontradas principalmente neste museu, mas também em espaços públicos como num Mural no Aeroporto, num mosaico no chão das Ramblas frente ao Mercado da Boqueria e em uma grande escultura no Parque Joan Miró próximo a Praça Espanha.

Continue caminhando até o Miramar que é um mirador onde você tem uma bela visão da cidade de Barcelona, principalmente do final das Ramblas, do local de desembarque dos cruzeiros e boa parte da costa da cidade. Além é claro da Sagrada Família e de outros grandes edifícios como as Torres Mapfre e a Torre Agbar que a noite fica toda iluminda.

Vista do Miramar no final da tarde

Essas são as principais atrações do Montjuic. Deste ponto você pode tomar um teleférico que desce a montanha e pára nas praias da cidade. Caso você tenha um pouco mais de tempo, ainda há algumas opções: visitar o Jardim Botânico ou o Castelo de Montjuic. Para ir ao castelo precisa-se pegar um teleférico que leva para a parte mais alta da montanha e que fica quase na frente do Museu Miró. No local onde se pega o teleférico para o Castelo também está o funicular de Montjuïc que leva a estação do metrô sem precisar descer tudo novamente. Mas a melhor opção mesmo, principalmente se for ao final da tarde, é voltar pelo mesmo caminho e assistir uma das mais belas atrações gratuitas da cidade: a Fonte Mágica.

Fonte Mágica

Veja Também:

Roteiros em Barcelona: Ciutat Vella – Barri Gòtic, Born e Port Vell

Top Barcelona Gratuito

Jogo do Barça no Camp Nou

1º Encontro – Barcelona: Impossível não se apaixonar


Responses

  1. Essa área de Barcelona é linda ! A vista do fim da tarde é sensacional🙂

    • Olá Henrique
      a cidade toda é maravilhosa. Que saudades dos tempos que morei lá.

      grande abraço

      Paulo

  2. Tive a oportunidade de visitar este local por duas vezes, eu recomendo a qualquer viajante visitar este local, principalmente a noite para se encantar com a fonte mágica com suas águas e música com muita luz. É um espetáculo e encantamento passear nessa região, é exatamente o que está escrito por Quatro Cantos do Mundo!
    Boa viagem.

    • Olá Walter
      sempre passando pra deixar um recado. Legal.
      Barcelona é encantadora e este é somente um dos muitos roteiros imperdíveis.
      Vale a pena conferir in loco.

      grande abraço

  3. […] Roteiros em Barcelona: Montjuïc […]

  4. […] Roteiros em Barcelona: Montjuïc […]

  5. […] Roteiros em Barcelona: Montjuïc 40.714353 -74.005973 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  6. Adorei as dicas de Barcelona. só fiquei em duvida em uma coisa voce fez esse roteiro todo a pé? To indo para Barcelona em março e tenho um dia para visitar Montjuic, sei que tenho que escolher porque será impossivel conhecer tudo. Fui colocar no google maps e dá entorno de 6 km.

    • Roberta,

      Esse roteiro é feito todo a pé, mas te falo que é bem tranquilo. A primeira parte da subida para chegar até o MNAC e o Estádio Olímpico é quase todo feito por escadas rolantes. Se você fizer esse roteiro sem entrar em nenhum museu gasta-se aproximadamente umas 3 horas.
      Qualquer dúvida é só perguntar.

      Abs,

      Paulo
      Quatro Cantos do Mundo

  7. […] Roteiro em Barcelona: Montjuïc […]

  8. […] Roteiro em Barcelona: Montjuïc […]

  9. […] Roteiro em Barcelona: Montjuïc -23.548943 -46.638818 Share this:FacebookTwitterEmailMaisOrkutStumbleUponGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. […]

  10. […] Também dá para visitar o Parque Olímpico, construído para os Jogos de Verão de 1992 e considerado uma referência positiva para todos os países que sediam as Olimpíadas. O parque, que continua aberto ao público e tem uma calçada da fama esportiva, foi construído na região do monte Montjuïc, expressão que significa Monte Judeu.  Esse monte é outro importante mirante da cidade – lá fica o Castelo de Montjüic, um forte militar do século 16. O blog Quatro Cantos do Mundo tem um roteiro muito legal somente dessa região. […]

  11. […] Roteiro em Barcelona: Montjuïc […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: