Publicado por: Carol & Paulo Mendes | 11/12/2011

TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple

Espreguiçadeiras disputadas no Highline Park

Depois de mais de 13 anos tive o prazer de voltar à Nova York com minha mãe e com a Carol, que estava na cidade fazendo um curso de imersão de inglês. Além da imponente Nova York, visitamos a monumental Washington e a histórica Filadélfia, porém essas cidades serão temas de outros posts. Como o principal objetivo era revisitar Nova York e conhecer suas novidades, fiz uma lista dos passeios que julguei imperdíveis e que todos que vão a essa maravilhosa cidade devem fazer. Caso queira ver as principais atrações de Nova York por bairros, confira os slides desse post.

Highline Park e Chelsea Market – Nova York, como São Paulo, é uma cidade com pouco espaço para tanta gente, principalmente em Manhattan. Apesar dessa falta de espaço, ainda existem lugares degradados na cidade que são subutilizados. A prefeitura de NY, tentando mudar esse quadro, começou um processo de revitalização de alguns desses locais. Este foi o caso do Highline Park, uma linha férrea suspensa que havia sido desativada há muitos anos e que este ano teve sua reurbanização finalizada, fazendo este esqueleto de cimento transformar-se em um belo parque com vista para o rio Hudson e para outros cartões postais da cidade como o Empire State Building, Chrysler Building e ao longe a Estatua da Liberdade. Para se ter uma idéia do que é esse parque suspenso é só imaginar o minhocão, que fica no meio da cidade de São Paulo, transformado em um grande parque com jardins, espreguiçadeiras e pequenos bares para a população. Perto do Highline Park encontra-se outra atração que mudou a cara do bairro: o Chelsea Market. Esse mercado foi criado num prédio onde se localizava uma antiga fábrica de biscoitos e abriga diversos restaurantes, lojas, padarias e docerias, tudo num clima bem descolado. Programe seu passeio ao Highline para assistir o pôr-do-sol no rio Hudson e depois aproveite para jantar em uma das muitas opções no Chelsea Market, você não vai se arrepender. 

Central Park – O Central Park é o principal parque da cidade e nele se encontram diversas atrações, entre elas dois dos principais museus de NY, o Metropolitan e o Museu de História Natural. Um dos pontos que gosto sempre de visitar é o Strawberry Fields, local restaurado por Yoko Ono para homenagear John Lennon. Em formato de lágrima, essa seção do parque está localizada em frente ao Edifício Dakota onde eles viveram juntos e é o local em que Lennon foi assassinado. O tão famoso mosaico com a palavra Imagine recebe milhares de visitas todos os anos. O Central Park também abriga um pequeno zoológico, um rink de patinação no gelo (Wollman Rink), uma área para peças de teatro (Shakespeare Garden) e até um castelo (Belvedere Castle). Mas apesar de todas as atrações, o mais gostoso de fazer nesse parque é perder-se na sua vastidão, caminhando sem destino, conhecendo o dia-a-dia de sua população e observando os prédios da cidade, que se voltam para essa grandiosa área verde.

Central Park cercado pelos edifícios de luxo

Times Square – Uma das regiões mais turísticas da cidade, que está sempre lotada independentemente da hora, torna-se visita obrigatória ao escurecer. A Times Square fica na junção da Broadway com a 7ª Avenida, entre as ruas 42 e 47. As dezenas de painéis eletrônicos gigantes fazem com que esta região fique clara como dia apesar da noite escura. A sensação de quando você sai de qualquer loja é que na área externa está mais claro que dentro. Uma arquibancada montada no local e as dezenas de mesinhas nas calçadas fazem com que os turistas passem horas observando seus painéis e a movimentação frenética das pessoas. Não conheço nenhum local no mundo que tenha essa quantidade e beleza de painéis eletrônicos, verdadeiras TVS de LED gigantes. Das 6 noites que passei na cidade pelos menos 3 fui a Times Square para observar esse cenário tão único no mundo.

A noite iluminada de Times Square

Brooklyn Bridge – A ponte que liga a ilha de Manhattan ao bairro do Brooklyn é um dos pontos turísticos mais marcantes da cidade e quando foi concluída, em 1883, era a maior ponte suspensa do mundo. Tendo aparecido em diversos filmes e seriados é conhecida por sua estrutura metálica característica. Ainda hoje, é um dos principais acessos de veículos a ilha e sua parte superior é aberta para pedestres e ciclistas. Um bom programa é tomar o metrô até o Brooklyn e cruzar a ponte a pé no sentido de Manhattan, além de apreciar a bela arquitetura da ponte, você terá uma visão belíssima da parte sul da ilha, onde encontram-se seus arranha-céus mais modernos.

Brooklyn Bridge

Ellis Island e Estátua da Liberdade – Já que você não vai deixar de fazer uma visitinha a tão famosa Estátua da Liberdade, aproveite e visite também a Ellis Island. A ilha, que foi uma das principais entradas de imigrantes do país, hoje alberga o museu de imigração que conta a história da construção e funcionamento dos edifícios e de todos imigrantes que passaram por lá. O lugar foi restaurado e está incrível. As histórias mostradas são realmente comoventes e uma coisa ficou bem clara, nem no começo do século XX era fácil entrar nos EUA… rs! Com o mesmo ticket é possível visitar as duas ilhas. Compre o ticket para os primeiros horários da manhã e programe-se para dedicar pelo menos 4 horas ao passeio. Vale a pena!

Top of the Rock – A entrada para subir ao deck superior de um dos prédios mais famosos de NY foi o passeio mais caro que fizemos nesta viagem (USD 23). Num primeiro momento estávamos em dúvida se valeria a pena ir até lá em cima, mas depois de subir seus 68 andares verificamos que a bela vista da cidade vale cada centavo. Apesar de não ser o edifício mais alto de NY, é o que propicia sua a visão mais completa. De lá se tem uma vista espetacular de dois dos maiores símbolos da cidade: o Empire State Building e o Central Park. Chegamos num final de tarde e pudemos ver o pôr do sol e a mudança de cores refletida nos arranha-céus até que todas as luzes da cidade estivessem acesas. Um espetáculo sem igual! Esse é o horário mais disputado no Top of the Rock, portanto compre seu ticket com antecedência.

Final de Tarde com Empire State ao fundo

SOHO – O SOHO é um dos bairros mais descolados de Nova York. Andar pelas suas ruas é uma delícia pois a cada esquina pode-se descobrir um cantinho único da cidade seja em suas galerias de arte, em suas lojas de grife ou no belíssimo empório “Dean & De Lucca”. Nele é possível encontrar desde frutas e vegetais frescos, até pães, queijos e doces artesanais, tudo de dar água na boca. Além disso, neste bairro encontram-se ótimos restaurantes como o Mercer Kitchen que já nos haviam recomendado do Brasil e realmente é excelente. Uma das melhores experiências gastrônomicas de nossas vidas.

Vitrine de uma sofisticada loja no SOHO

Museus – A cidade conta com dezenas de diferentes museus mas tem dois que são especiais para mim: o Metropolitan e o MOMA. O primeiro tem estilo de super museu, com um pouco de tudo, uma cópia bem feita dos gigantes Louvre e British Museum. Aquele tipo de museu que você tem que ir sem se preocupar em querer conhecer todas suas coleções, mas escolher algumas alas específicas e aproveitar ao máximo. No Metropolitan recomendo a parte egípcia e os quadros impressionistas de Van Gogh, Renoir, Degas e outros artistas da época. Apesar de gostar muito de museus, confesso que  arte moderna não é uma de minhas preferências. Porém, para minha surpresa adorei o MOMA. O museu já vale a pena pelo seu edifício super moderno e pelo jardim de esculturas, que é um oásis de tranqüilidade na bagunça da cidade. Mas o que gostei mesmo foi a coleção de obras impressionistas, onde pude ver belos quadros de Van Gogh, entre eles um que fazia tempo que queria conhecer: “A Noite Estrelada”, além de quadros de Kandiski, Cezane e o belíssimo painel de Monet: “As Ninféias”. Para quem não gosta de museus de arte, ainda tem a opção do Museu de História Natural, considerado um dos melhores do mundo.

Ala egípcia no Metropolitan

Assistir a uma peça na Broadway – Há 13 anos atrás, as pessoas iam à Broadway para assistir os gatos de Cats, os revolucionários franceses  de Les Miserables, o helicóptero que descia no palco em Miss Saigon, o clássico da Disney a Bela e a Fera e o Fantasma da Ópera. O único que ainda está em cartaz é o Fantasma da Ópera, mas hoje as pessoas querem assistir ao Rei Leão, Spider Man, The Book of Mormon, Mary Poppins e Mamma Mia, que foi a nossa escolha. O musical não é uma mega produção como muitos outros e apesar de não termos visto o filme, conseguimos entender muito bem a história. Ficamos fascinados com suas músicas, todas de autoria do quarteto Sueco ABBA, pois muitas delas fizeram parte de nossa vida. Resumindo: demos muitas risadas, nos emocionamos e saímos com vontade de cantar e dançar. Apesar de muitos espetáculos da Broadway já terem vindo à São Paulo, normalmente gasta-se muito menos para assistir em Nova York e além disso os cenários e figurinos são muito mais completos.

Vida Cultural agitada em NY

Flagship Stores – Uma das coisas que você não pode deixar de visitar em NY são as flagship stores, aquelas lojas que reúnem os produtos que traduzem o conceito da marca. A cidade está repleta delas… Se você tiver filhos ou sobrinhos vai enlouquecer. As lojas de brinquedo são maravilhosas e entre as melhores opções estão: Toy R Us (Times Square), FAO Schwarz (5th Avenida), Lego (Rockefeller Center) e Disney (Times Square). Aproveite sua ida a Times Square para conhecer as lojas da M&M e da Hershey’s. É impressionante como eles fazem um mundo com essas bolinhas coloridas! Outra loja imperdível é a Apple da 5th Avenida, onde milhares de pessoas se acotovelam todos os dias para conhecer as novidades da empresa.

Dinossauro que se movimentava na loja da Toy R us

Esta é nossa lista de passeios imperdíveis em Nova York. Qual é a sua?

Veja Também:

Nova York bairro a bairro (slides)

Um pôr-do-sol no Highline Park em Nova York

Itália – Roteiro de 3 semanas de Milão a Roma

Roteiros em Barcelona: Ciutat Vella – Barri Gòtic, Born e Port Vell

Londres aos meus pés

Berlim – Museu a Céu Aberto


Responses

  1. Simplesmente adorei o roteiro. Estou ensaiando conhecer Nova York e deu “água na boca”. Em quanto tempo conseguiria fazer esse roteiro? Com certeza guardarei para fazê-lo um dia (espero que em breve). Muito obrigada pela dica! Vanessa

    • Vanessa,

      Nós ficamos 10 noites entre Washington, Philadelphia e Nova York. Sendo que nesta última 6 noites, mas é uma cidade como Paris se você ficar 3,4 ou 10 noites tem coisa pra fazer todos os dias. Eu recomendo no mínimo 4 noites pra aproveitar legal, além desse TOP 10 tem bastante coisa pra fazer.

      Abs,

      Paulo

      • Chegou o dia!!! Embarco 08/junho. E com certeza aproveitarei as dicas de visita. Ficarei 6 noites e dará tempo que visitar tudo que propôs! Com certeza aproveitarei e MUITO !!! Beijos e obrigada, Vanessa

  2. Que bacana!!! Super detalhadas as dicas! E as fotos… bacanérrimas!🙂

    • Sílvia,

      Nova York é tudo de bom…..fica muito fácil dar dicas e tirar fotos.

      Um grande abraço,

      Paulo

  3. Adorei as dicas!
    Texto muito bom de se ler, sendo que em cada linha, fiquei me imaginando visitando esses lugares!
    E as fotos? É como se eu estivesse vendo com meus próprios olhos sem ter saído do lugar!

    • Diego,

      Obrigado pelos elogios, são este tipo de comentário que nos dão força de sempre continuar escrevendo. Se precisar de dicas para viajar pode contar conosco.

      Um grande abraço,

      Quatro Cantos do Mundo

  4. Gostei dos seus comentários.
    Que tal você me dar a dica sobre a imersão de inglês. Gostaria de fazer tal imersão, para adultos com conhecimento básico/intermediário de inglês, num período de 4 semanas,mas em New York City. Tentei pelo Google mas só aparece imersão em College. Nada para adultos. Também desconheço o melhor período, se abril/maio ou setembro/outubro. Por conta de férias escolares dos americanos.
    Fraterno abraço

    • Oi Gionei,

      A primeira coisa que fiz quando comecei a pensar em estudar inglês nos EUA foi procurar uma agência especializada no tema, a CI e a STB são as duas maiores do Brasil. Vc pode fechar diretamente com a escola se quiser mas como preço é muito parecido te aconselho a fechar com a agência. Há cursos específicos para executivos onde só terá adultos, porém esses cursos são bem mais caros. Eu optei por um curso regular. Se vc não quer fazer aulas com muitos adolescentes a época é fundamental, fuja do período de férias escolares, tanto do Brasil como da Europa. Eu cheguei em meados de setembro e a idade média da minha turma era de uns 25 anos. Não aconselho vc ir entre junho e agosto e jan/fev. Se vc não quer muitos brasileiros a escolha da escola é importante. Eu estudei na Kaplan do Empire States, que apesar de ser mais cara tinha uma variedade maior de nacionalidades. As outras unidades tinham muitos brasileiros e coreanos. Se seu único objetivo é estudar inglês, acho melhor escolher outra cidade pois NYC está cheio de brasileiros e de molecada também. Agora, se além de estudar vc quer aproveitar a vida cultural da cidade, escolheu o lugar certo.

      Abraços,

      Carol

    • Boa tarde Gionei,

      Você conseguiu ad informacoes que necessitava sobre os cursos de inglês em NY?

      Somos proprietários de uma agência de intercâmbio e será um prazer ajudá-lo.

      Caso nenessite qualquer ajuda ou informação, não exite em nos procurar.

      Abraço,

      Priscila Marola Steinbach
      priscila@seviagens.com.br
      http://www.seviagens.com.br

  5. Adorei as dicas bem detalhadas e fáceis.
    Realmente com tudo isso dá vontade de ir à NY.

    • Mara,

      Não fique na vontade. Nova York é logo alí, um passeio imperdível.

      Beijos,

      Paulo

      • Carol, o Quatro Cantos do Mundo já nos ajudou na definição do curso de imersão na Big Apple. Falta, porém, encontrar um apartamento mobiliado para aluga-lo nas 4 semanas de setembro/2012 ( minha mulher não abre mão de preparar seu próprio jantar … dormimos cedo porque o dia é dos nossos tênis, que nos tiram todas as energias … risos) . Por meio de empresas os preços são abusados. A dica é contatar diretamente com o proprietário. Quem já fez isso? Gostaríamos de ter esses endereços.
        Bjs
        Gionei e Jane

      • Gionei,

        Alugar apartamento ou hotel em NYC pra ficar em Manhattan é caro. Tome cuidado ao alugar apartamento aqui do Brasil, porque existem diversas histórias de pessoas que pagam uma parte da hospedagem antes de viajar e ao chegar nos EUA nem mesmo o apartamento existe. Uma opção é falar diretamente com a empresa que vende intercâmbio que normalmente têm opções de casa de família ou alojamento. Uma opção que blogueiros tem utilizado é o http://www.airbnb.com/ que possibilita o aluguel desde um quarto até uma casa. Se você quiser entender como isso funciona leia esse post: http://www.raphanomundo.com/2011/11/airbnb-nossa-experiencia.html.

        Espero poder ter te ajudado,

        Abs,

        Paulo

      • Paulo
        Suas dicas de aluguel em NYC foram preciosas.
        Fraterno abraço
        Gionei

      • Gionei,

        Quando você voltar de NYC venha nos contar as novidades.
        A cidade é maravilhosa e sempre tem algo novo.
        Abs,

        Paulo

  6. […] Highline é o mais novo parque de Nova Yorque (escolhido por nós um dos melhores passeios de Nova Yorque), tendo sido entregue integralmente a população poucos meses atrás. Mas o que tem esse parque de […]

  7. Olá
    Irei para NY em 25/01 e adorei as dicas. Só tenho uma dúvida: as filas para o Top of the Rock sao muito grande nesta época? Tenho receio de comprar os ingressos antecipadamente e no dia/hora marcados o clima não estar propício e a visibilidade nao estar boa. Agradeço desde já a colaboração.
    Norisa

    • Norisa,

      O Top of the Rock estava abarrotado quando nos fomos, pois estava um dia especialmente maravilhoso. Para garantir nosso bilhete compramos no mesmo dia mas com 6 horas de antecedência, acredito que esta é a melhor opção.
      Qualquer dúvida ou dica que tenha estamos a disposição.
      Continue acompanhando nosso blog.

      Um grande abraço,

      Paulo

  8. Oi! Adorei as dicas de vocês. Eu tb. fiz uma dicas de Nova York para meu blog baseadas na série Sex and the City. Algumas bateram com as de vcs. Acho que todo mundo tem a curiosidade de ir visitar os pontos que vemos tanto em séries como filmes, né? (http://blog.localnomad.com/pt/2012/01/06/conheca-a-nova-york-de-sex-and-the-city/) Ah, pessoal, toma cuidado pq existe Nova York e Nova Iorque, mas Nova Yorque acho que não!

    Abs

    • Tina,

      Acabei de ver seu blog e deixei um comentário na matéria de NY. Em português o correto é Nova Iorque, mas quando penso na cidade lembro das camisetas “I Love NY” e prefiro utilizar o Y no lugar do I. Para ficar um pouco melhor mudei nos meus post de Nova Yorque para Nova York.

      Abs,

      Quatro Cantos do Mundo

  9. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  10. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  11. Todas as dicas já estão anotadas em nosso caderninho para a viagem que faremos em setembro a NY. Obrigada!

  12. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  13. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  14. Que foto foi essa do Top of The Rock, meu amigo? Fantástica!!!!
    Parabéns pelo post, ótimas dicas e fotos maravilhosas.

    • Carol, Paulo e demais parceiros(as) de 4 Cantos, eu não sei se vocês tb viveram o que eu e minha mulher passamos em NYC. Nos passeios de “bus” da Gray Line ficamos presos no Soho por conta do engarrafamento causado pelos trastornos decorridos pela falta de energia (ainda culpa do furacão Sandy). Custaram 5 horas de retorno. Isso no 1o. dia . No 2o. dia o ônibus quebrou bem próximo do Ground zero. Dessa vez ficamos retidos por 2 horas sem saber para onde foram o motorista e o guia!!! Foram buscar ajuda mas não informaram aos passageiros. Chegamos na estação 46 (p/ do Rockffeler Center) às 21 horas. Saímos de shuttle para o JFK às 14h20 e só chegamos às 17h30. Pegamos a nevasca e o motorista ainda foi tentar abastecer naquele dilúvio de neve. O pior estava por vir. A DELTA nos deixou por 16 horas sem qualquer informação. Dormimos no chão do aeroporto. O voo estava marcado para as 20 horas. Ao resolver nos levar para o Brasil (às 12h30 do dia seguinte ) tivemos que pousar em Atlanta. Motivo: uma luz havia acendido no painel indicando problema no trem de pouso. Mais 6 horas de voo cancelado. Partimos, enfim, no início da noite. Era um voo de rotina mas que tinha poucos passageiros. A Delta “inteligentemente” pode ter ou não forjado o relato da luz no painel só para juntar os passageiros do nosso voo com os passageiros do voo de Atlanta. Chegamos dia 09 pp.Veja aqui alguns detalhes: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/11/tempestade-de-inverno-cancela-1-voo-entre-brasil-e-ny-nesta-quinta.html
      Com tudo isso ainda amamos a viagem. Minha mulher mesmo sem transporte para aquele consumisminho gostoso em New Jersey, curtiu os preços e as qualidades dos produtos da T.J.MAXX (todas as grifes num só lugar) na Av. Columbus e da UNIQLO no 666 da 5a. Av.
      Pena! eu queria mesmo era ter fotografado o Central Park antes e depois da nevasca, ou seja, o Fall Foliage (folhas amarelas e vermelhas de outono) e o branco de natal de cinema (o parque todo coberto de neve).
      abs,
      Gionei

    • Valeu pelos elogios Marcio.

      NY e realmente demais e ficou facil para gente escrever este post

      abs

  15. Curti demais o blog

  16. Gostei dos roteiros de NY, estou indo em janeiro e gostei das dicas do Top of the Rock, Espetaculos da Broadway e o bairro alternativo Soho, os demais jah estavam mesmo engatilhados no roteiro. Abraço

    • Ola Victor
      esperamos que curta demais sua vaigem a NY e continue nos visitando.

      Se precisar de mais dicas e so falar

      abs

  17. […] Cantos do Mundo, por Paulo Mendes: Top 10 NY- Passeios imperdíveis na Big Apple. Visitar Nova York é sempre um passeio incrível, porém por mais que você já a tenha visitado […]

  18. oi. Boa noite.
    Viajamos dia 01/03 para NY. Estou super ansiosa.
    Gostei muito das dicas. Estou montando um roteiro para nós.
    Ficamos lá 04 noites e 03 dias; Mais alguma sugestão?

  19. Vamos para NY no final de maio, pela primeira vez, e vamos ficar 5 dias. obrigado pelas dicas. abs

    • Olá Haroldo

      esperamos que nossas dicas sejam úteis para sua viagem. Depois que voltar nos escreva contando suas impressões da Big Apple.

      abs

      Paulo

  20. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  21. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  22. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  23. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  24. […] TOP 10 Nova York – Passeios Imperdíveis na Big Apple […]

  25. Adoreiiii o roteiro! Estou de ida marcada para o dia 22 maio agora!! Extremamente ansiosa!
    Obrigada pelas dicas!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: