Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 25/12/2011

Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã

O Vietnã é o que as pessoas geralmente chamam de país exótico e às vezes contraditório. As diferenças e contradições estão por toda parte, desde manterem um dos últimos regimes socialistas do planeta, apesar de economicamente serem capitalistas até o simples fato dos habitantes locais não usarem sapatos fechados e o país ser um dos maiores produtores de tênis da Nike. Passamos 16 dias por lá e não vimos um único vietnamita que não usasse chinelo de dedo.

Mas pelo título vocês já perceberam que a diferença que vamos abordar é bem outra. Vamos falar das bizarrices do trânsito vietnamita. Já ouvimos por diversas vezes que o pior trânsito do mundo está na Índia. Como ainda não conhecemos o país do Taj Mahal, o Vietnã é o primeiro em nosso ranking.

Scooter até em baixo d´água

Ao chegarmos a Ho Chi Minh, antiga Saigon, ficamos espantados com a quantidade de motos do trânsito da cidade, na verdade scooters. Para os mais velhos como eu, as chamadas mobiletes. Numa movimentada esquina da cidade ficamos dez minutos estáticos sem conseguir cruzar, tamanho o fluxo de scooters. Foi ai que tivemos nossa primeira experiência digamos sensorial no país. Falei pra Fabi: Gruda num local e quando ele atravessar, vamos juntos. Com certeza uma das maiores emoções de nossas vidas. Para quem tem sangue frio e espírito de aventura deixamos duas dicas: nunca corra, pois ai as scooters não conseguem desviar e nem pare, se não… É como um balé ou como uma onda que desvia de um obstáculo sem derrubá-lo, adrenalina pura. Nos sentimos como no jogo de vídeo game da galinha que atravessa a rua. Mais uma vez quem nasceu na década de 70 ou 80 vai se lembrar da foto abaixo.

Viramos galinhas no Vietnã

Curiosos com tanto exotismo, fomos a campo fazer o que mais gostamos: pesquisar informações com locais. Enchemos a paciência de um guia de um de nossos passeios com nossas perguntas. Dele descobrimos que Ho Chi Minh (antiga Saigon) tem 8 milhões de habitantes e 10 milhões de motos. É isso mesmo algo parecido com os telefones celulares aqui no Brasil, mais de um por habitante. Mas tanto lá como aqui tem algo parecido. Um ditado popular diz: “No moto, no girlfriend”, ou seja, se você não tem moto difícil conseguir uma namorada. As bicicletas tão populares num passado não muito distante, deram lugar as scooters pela facilidade de compra. Uma scooter chinesa custa por volta de 500 dólares e uma japonesa, a Ferrari das scooters sai por 2000 dólares.

Terminada a pesquisa teórica de campo, partimos para prática para garimpar mais bizarrices, o que não foi difícil de encontrar. O conceito de segurança no trânsito é algo que decididamente não faz parte do dia a dia deles. Algo com há 20 anos no Brasil, quando o cinto de segurança era apenas um acessório em nossos carros. Primeiro o uso de capacetes. Quem levou as scooters para lá, simplesmente esqueceu deste importante acessório. No quesito capacidade máxima do veículo, eles também rasgaram os manuais, seja para carga ou passageiros como vocês podem facilmente constatar pelas fotos abaixo.

Capacete pra que?

Excesso de carga?

O que vale para motos, também vale para bikes

E o que vale para carga, também vale para passageiros

Outra coisa que descobrimos é que o horário de rush se estende do começo da manhã ao fim do dia. Toda é hora é hora para dar uma voltinha de scooter.

Toda hora é hora

Como se as fotos não bastassem, fizemos este pequeno vídeo que dá uma pequena idéia da aventura que vivemos em terras vietnamitas. Depois dessa concluímos que as antes intermináveis filas de motos nos corredores da marginal Pinheiros é brincadeira de aprendiz de piloto. Mais uma super vivência que recomendamos a todos.

Veja Também:

Lugares Únicos no Mundo – Hoi An – Vietnã

Lugares Únicos no Mundo – Halong Bay – Vietnã

Lugares Únicos no Mundo – Angkor Wat – Camboja

Seres Humanos: tão iguais ou tão diferentes? – Nha Trang – Vietnã

Galeria de Fotos do 16º Encontro dos Viajantes – Laos e Camboja

13º Encontro dos Viajantes – Bali – Galeria de Fotos


Responses

  1. São Paulo é fichinha pelo visto! rs Que trânsito bizarro!
    Adorei o texto!

    • Oi Luciana
      realmente é algo sureal. Nunca tínhamos visto nada nem parecido.

      grande beijo e nos vemos amanhã

      Eder

  2. Olá,

    Deve ser loucura mesmo…mas afinal, não é isso que nós viajantes procuramos??? Diferenças, contrastes culturais e tudo que fuja da nossa realidade???

    Embarco em fevereiro para o Sudeste Asiático e o Vietnã é a primeira parada!!! Vou ler tudo aqui no blog para pegar as dicas de viagem.

    Abraços

  3. Realmente não podemos reclamar mais dos motoboys em SP rs! Incrível! e o vídeo nos mostra a real sensação do caos. Parabéns pelo texto!

    • Olá Vanessa
      feliz Natal para você.
      Colocamos o vídeo para dar uma pequena idéia do que realmente acontece, ao vivo é mais emocionante ainda.

      Lugar inesquecível.

      bjs

  4. Olha q confusao!

    E eu estou indo para Saigon neste mes! hahaha quero ver essa zona de perto!

    • Olá Fábio
      você vai ver a confusão ao vivo e a cores. Ho Chi Mihn (antiga Saigon) é uma cidade fascinante.
      Se precisar de dicas é só falar

      abs

      Eder

  5. Uau! Fiquei desesperada aqui vendo esse caos todo. Imagino como deve ser ao vivo….
    Boa comparação com o joguinho da galinha, joguei muito ele.🙂
    Você sabe se a média de acidentes deles é maior que numa cidade brasileira com a uma densidade demográfica equivalente à de Ho Chi Minh? Fiquei curiosa pois parece que no caos eles “se entendem”…

    • Olá Camila
      num primeiro momento tivemos a mesma sensação que você, algo desesperador, mas depois acostumamos.

      Não sei te dizer as médias de acidentes, mas com certeza são menores que no Brasil, pelo simples motivo que todos sem exceção circulam a muito baixas velocidades. E como você falou eles se entedem bem neste “caos organizado”.

      grande abraço e continue nos acompanhando
      Eder

  6. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  7. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  8. […] último país visitado na viagem foi o Vietnã onde conheceu a capital Hanói com seu transito caótico , devido suas milhares de motos que fazem o trânsito de São Paulo parecer brincadeira. Conheceu […]

  9. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  10. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  11. […] o Vietnã tem um dos trânsitos mais insanos que já vi na minha vida. Para saber como é veja: Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã. Ao norte está a fronteira com a China, a apenas 168 quilômetros de distância. A leste está o […]

  12. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  13. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  14. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  15. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  16. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  17. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]

  18. […] Reclama do trânsito de São Paulo agora que eu quero ver – Vietnã […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: