Publicado por: riqlima | 15/04/2012

Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – Festivais Europeus: Oktoberfest, La Tomatina e Fêtes de Bayonne

Adoro a Europa, suas diferentes culturas, a complexa história e os diversos amigos que tenho por lá, tanto que entre idas e vindas, passei quase um ano da minha vida no velho continente. Mas se você já viajou pela África, Ásia e Américas Central e do Sul a de concordar comigo, com o Eder e com a Fabi: se aventurar pela Europa é como voltar ao jardim de infância tendo 18 anos de idade. Não que isso seja ruim, muito pelo contrário, a facilidade de se viajar por lá, os diversos mapas, excelentes cafés e a língua inglesa amplamente utilizada são como tirar férias dentro de sua viagem de Volta ao Mundo. E durante essa volta ao mundo fiz questão de passar por três dos meus festivais favoritos dentre os tantos existentes na Europa.

Festivais Europeus: Hora da Festa

Quem considerou meu último post sobre o pôr do sol morno, garanto que esse tópico vai ser muito mais gelado. E falando nisso, por que não começar pela Oktoberfest, um dos maiores eventos etílicos do mundo. Cerca de 7 milhões de pessoas passaram pelas tendas de Munique na Alemanha em pouco mais de 2 semanas de muita risada, cantoria e, claro, cerveja. O segredo é chegar cedo, antes das 10 da manhã para conseguir uma boa mesa em uma das diversas tendas existentes. O tamanho da caneca é único: 1 litro e enquanto você aprecia as cervejas do sul germânico, come pretzels e salsichões ainda canta canções em alemão junto com seus novos amigos e amigas devidamente vestidos como bávaros. Para quem estiver indo esse ano, Hofbräuhaus é minha tenda favorita e se estiver em condições psicomotoras aproveite para conhecer as demais belezas de Munique, pois a cidade é linda. Se prepare para repetir infinitas vezes: “Ein Prosit, ein Prosit Der Gemütlichkeit” e leve um papel com o endereço de seu anfitrião, hotel ou da sarjeta mais próxima, caso você por algum motivo etílico, se esqueça.

Nosso intrépido aventureiro prestes a entrar na orgia etílica

Já bem pra lá de Munique

Qual cerveja devo pegar?

Se beber cerveja e dar risada com os alemães por alguns dias ainda não é a aventura que você busca, que tal passar a manhã arremessando tomates nos espanhóis? Pois em resumo, essa é a definição de “La Tomatina”, realizada uma vez ao ano em Buñol, cidade próxima a Valência. Cerca de 30 mil pessoas do mundo todo se reúnem bem cedo no aguardo dos caminhões repletos de “munição” em uma manhã que passará rápido mais deixará marcas na sua memória e no seu cabelo. A dica para quem estiver indo é levar óculos de natação, pois a sensação de se ter tomates nos olhos não é a melhor do mundo. Além disso, tenha certeza que não esta usando sua camiseta favorita, pois ela não terá muita utilidade após o último caminhão tanque passar. No limite, você pode arremessá-la em algum desavisado. O festival acontece toda última quarta feira de agosto, bem no verão europeu.

Numa lata gigante de molho de tomate

Nosso herói em apuros

Ok, ok, você quer algo mais cultural e até gosta de beber cerveja, mas acha ridículo passar o dia todo esvaziando copos ou arremessando tomates? Les Fêtes de Bayonne no sudoeste da França é o evento certo para você. Amo a cultura basca e essa festa é a maior celebração de Euskadi (país basco em basco), com mais de 1 milhão de pessoas. A região que já foi alvo de ataques terroristas do grupo separatista ETA num passado não muito distante, conta com uma cultura e história muito ricas que podem ser apreciadas principalmente no nordeste da Espanha, onde os bascos contam com uma maior liberdade lingüística e política. No entanto, as Fêtes de Bayonne, como o nome indica, são realizadas em Bayonne cidade próxima a mais renomada Biarritz. O evento dura cinco dias e começa na quarta feira antes do primeiro domingo de agosto. Leve roupa branca e vermelha e aproveite sua estada lá para conhecer as belíssimas praias e vinícolas da região.

Roupa típica basca como na corrida de touros de San Fermín

Bandeira basca mostrando o nacionalismo do que ainda não é um país

Viajar, para mim, é aprender a ser criança novamente. Aprender a aprender, rir de si mesmo e achar tudo impressionante. Com um pouco de humildade é possível divertir-se na maior parte do tempo e aprender nas demais horas. Tente não levar a vida tão a sério, pois como dizem, você não sairá vivo dela mesmo. Falando nisso, tenho que ir a guerra agora. Estamos no período de celebração do ano-novo em Myanmar, Tailândia, Laos, Camboja e outros países do sudeste asiático e isso significa que a maior guerra de água do mundo literalmente me espera lá fora.

Veja Também:

Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – O Pôr do sol

Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – AAA – Aventuras Aquáticas Africanas

Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – O Vendedor de Kebab – Turquia



Responses

  1. É isso ai disse tudo..o importante é curtir tudo e todos os momentos ..não importa onde voce esteja o que importa é ser feliz!!!!adorei a diversidade das matérias e já estou curiosa e ansiosa pela próxima…

    • Olá Edna

      é mesmo sempre bom ler relatos tão inspiradores como os do Riq.

      Em breve novos posts, não perca

      bjs

      Eder

  2. Oi Ric! To adorando acompanhar as suas experiencias, mon ami! Viva e seja feliz! Afinal, eh p isso que estamos aqui! Fico feliz que agora vc ta com os “primos”! hihihi Beijao e se cuida. Hari Om

    • Olá Java

      também estamos super felizes em acompanhar as aventuras de nosso amigo e relembrar um puco de nossa Volta ao Mundo.

      Em breve mais posts

      abs

      Eder

  3. Rick vc esteve na minha terrinha (Espanha) e fico feliz de mostrar as festas de lá, muita luz hoje e sempre pra vc Besos

    • Valeu pela mensagem Enriqueta.

      A Espanha é uma terra linda que vale ser visitada por todos.

      bjs
      Eder

  4. […] Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – Festivais Europeus: Oktoberfest, La Tomatina e Fêtes… […]

  5. […] Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – Festivais Europeus: Oktoberfest, La Tomatina e Fêtes… […]

  6. […] Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – Festivais Europeus: Oktoberfest, La Tomatina e Fêtes… […]

  7. […] Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – Festivais Europeus: Oktoberfest, La Tomatina e Fêtes… […]

  8. […] Nossa Viagem de Volta ao Mundo não Acabou – Festivais Europeus: Oktoberfest, La Tomatina e Fêtes… […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: