Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 27/01/2013

A Melhor Cerveja do Mundo – Calafate – Argentina

Certa vez li no blog Quatro Cantos do Mundo um texto sobre as 10 melhores cervejas do mundo escrito por Eder que hoje é meu amigo. Como eu nunca gostei de cerveja, apesar de já ter tentado várias vezes, li o texto sem compromisso, apenas apreciando o estilo da escrita e as informações sobre os lugares.

Noite passada ao entrar no quarto em que estou hospedado deparei com Olexander, um ucraniano que divide o quarto comigo, junto a um japonês, um americano e dois uruguaios. Ele estava de joelhos resmungando e claramente estava com um problema. Quando me olhou percebi que o problema era sério. Ofereci ajuda e ele tentou por quatro vezes falar sobre o assunto, mas não conseguia terminar uma só palavra, até que abaixou a cabeça e completamente desamparado começou a chorar.

Marcelo curtindo os primeiros dias de sua Viagem de Volta ao Mundo em Calafate

Marcelo curtindo os primeiros dias de sua Viagem de Volta ao Mundo em Calafate

Eu na hora peguei-o pelo braço e o puxei para a recepção, pois lá teriam a obrigação de ajudá-lo. Devagar conseguimos entender que ele estava com muita fome. Havia comprado atum e milho em lata e precisava de um abridor de latas, uma colher e uma faca. Tudo o que ele queria era comer. Foi para a cozinha e eu para o quarto. Duas horas depois entra no quarto todo esbaforido e feliz da vida, com um litrão de cerveja Quilmes me convidando para tomá-la consigo. Olhei para aquele litrão de cerveja quente e meu estômago revirou. Olhei para Olexander pronto para recusar, mas sua expressão de extrema felicidade e expectativa em poder retribuir o “grande” favor que eu lhe havia feito me fez aceitar imediatamente.

Fui o para a cozinha, peguei dois copos plásticos e fomos para o salão. Ali conversamos por duas horas (finalmente encontrei alguém que fala menos inglês que eu), gesticulamos tanto e balançamos tanto os braços que parecíamos aprendizes de borboleta.

Olexander me falou de seu belo povo, do ressentimento que têm dos russos por dominá-los e subjugá-los por tantos anos.  Contou-me sobre seu amor não correspondido, sobre as paisagens magníficas que estava vendo aqui, sobre sua família em que os pais e avós ainda acham o sistema soviético melhor e que a liberdade de expressão não significa quase nada.

Desculpou-se, profundamente sentido, da vergonha que sentia por não falar corretamente o inglês. Eu vi que o problema maior era não conseguir se aproximar das pessoas por medo. Medo de com quem falar e principalmente O QUE falar, resultado de anos e anos de opressão que fizeram com que seus pais o educassem assim. Dessa forma, vi de uma maneira cruel como um sistema político pode interferir na vida das pessoas, sem que elas percebam. Ao final percebi um jovem aliviado e feliz por ter conversado com alguém após dias e dias de silêncio auto-forçado.

Meu copo plástico amarelo, horroroso, se encheu 4 vezes e aquele litro de cerveja barata e quente se transformou com certeza na melhor cerveja do mundo. Eu que nunca apreciei cerveja me senti afortunado por estar tomando aquela que alimentou minha alma. O sabor para mim continua ruim, mas jamais me esquecerei da Quilmes servida quente na fria e lindíssima Patagônia.

Por uma boa amizade ele até bebeu cerveja quente

Por uma boa amizade ele até bebeu cerveja quente

Em tempo, Eder: Olexander me informou que a melhor cerveja do mundo é feita na Tchecoslováquia. Enfim, nesses assuntos etílicos eu prefiro não interferir.

Este foi o relato emocionante das primeiras experiências de Viagem de Volta ao Mundo de Marcelo Cândido, mais um amigo que incentivamos a realizar este sonho.

Veja Também:

Os sentimentos que experimentamos durante nossa viagem de volta ao mundo

Dicas para Planejar uma Volta ao Mundo – Parte II

Dicas para planejar uma Viagem de Volta ao Mundo


Responses

  1. Muito bom!
    Eu também não sou um apreciador de cervejas, mas fazendo um paralelo com a tequila, aqui no México, ela sempre fica mais gostosa quando dividida entre amigos ai mo Brasil, principalmente ao lado de uma fogueira e muito bom papo!
    Abraço amigos!
    Marcos Reis

  2. Adorei o texto!! Esses momentos não planejados das viagens são os mais inesquecíveis.
    Tente a Quilmes junto com uma empanada picante da próxima vez. Hmmmm🙂

    • Olá Maria
      legal que tenha gostado.
      este é só um dos motivos porque adoramos tanto viajar.

      abs

      Eder

  3. Grande Marcelo, excelente pessoa, excelente história!
    Continue desbravando o mundo e tomando cervejas quentes por ai!
    Abs

    • É isso ai Riq

      se todas cervejas quentes tivessem uma história como esta para acompanhar, seria fantástico.
      me junto a você para desejar ótima viagem ao Marcelo.

      Eder

  4. Adorei o texto e principalmente o relato. O grande barato de viajar e se aventurar é descobrir estas pessoas e conhecer as mais diferentes culturas! Vou ficar de olho nas próximas histórias! Abraços e muito boa viagem!

  5. Bom até de mais essa história e sendo com cerveja no negócio, melhor ainda, pois, sou apaixonado por cerveja até a alma e gosto de degustar todos. No mês de Janeiro, estive na Mr.Beer umas dez vezes para degustar até ficar bêbado, algumas garrafas que mais aprecio: Alemã, Belga (principalmente a DUVEL) e seguindo Riegele, Red Stripe, Warfteiner e Badger. desculpe se errei algum nome..e tenho coleção de copos que ganhos em todo o mundo quando estou viajando. A cerveja Quilmes, é minha favorita na Argentina. Para o meu paladar etílico, a melhor cerveja do Mundo é a DUVEL – de um cervejaria Belga! Isso é bobagem, tenho um amigo que pra ele a melhor do mundo é aquele que alguém paga pra ele kkk. Boa viagem e bela história Marcelo, parabéns!

    • Olá Walter

      eu e o Marcelo agradecemos seu comentário e a aula de cerveja, mas fico com seu amigo: a cerveja paga tem um gosto especial.

      abs

      Eder

  6. […] A Melhor Cerveja do Mundo – Calafate – Argentina […]

  7. […] A Melhor Cerveja do Mundo – Calafate – Argentina […]

  8. […] A Melhor Cerveja do Mundo – Calafate – Argentina […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: