Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 21/04/2013

Como carregar seu filho em uma viagem?

Desde sempre viajamos bastante, seja em um simples feriado de três ou quatro dias, nas férias que com sorte podem ser de trinta dias ou mesmo em nossa Viagem de Volta ao Mundo que durou um ano e meio. Experiência não nos falta quando o tema é viagem, mas a família cresceu e a Amélie chegou para iluminar nossas vidas. Costumamos dizer que a melhor coisa que tínhamos feito em nossas vidas era nossa Viagem de Volta ao Mundo, isso mesmo com letra maiúscula, até ela nascer. Mas e agora o que fazer para continuar viajando? Uma frase resume nosso pensamento: O filho deve se adaptar aos hábitos da família e não ao contrário. Com um ano e cinco meses a Amélie já fez oito viagens, inclusive uma internacional. Como tudo é novo, o aprendizado é diário principalmente fora do ambiente do lar.

Nas primeiras viagens com poucos meses de vida aprendemos que a melhor maneira de carregar nossa filha nas caminhadas seja na cidade ou na trilha era no sling ou canguru (vide foto abaixo). Como o bebê ainda não senta, esta é a melhor posição para ele e para mãe. Ali ele pode facilmente ser amamentado com privacidade, ficará sempre calmo sentindo o calor da mãe e não raras vezes irá tirar uma soneca enquanto os pais caminham e se divertem em sua viagem. Eu disse mãe porque nós (homens) ainda não evoluímos tanto a ponto de amamentar.

Sling: ótima opção para bebês que ainda não podem sentar

Sling: ótima opção para bebês que ainda não podem sentar

Mas agora ele já senta ou cresceu mais ainda e já caminha. No caso da Amélie andou com onze meses. Com todas estas mudanças, mudaram também as necessidades de seu filho. Talvez já não mame no peito, seguramente não precisa mais sentir o calor da mãe todo tempo. Com certeza ele vai se sentir apertado no sling, estará todo tempo suando e com calor. Mais uma vez hora de aprender e desta vez contamos com a sorte. Nossa viagem a Brotas já nos preocupava antes mesmo da partida. Como carregar a Amélie nas trilhas, já que mesmo andando não suportaria caminhar todo o tempo e tão pouco em terreno acidentado. O Paulinho (dono da pousada) nos apresentou uma mochila que iria mudar nossas vidas para sempre. Uma mochila para carregar crianças. Amélie aproveitou muito melhor a trilhas de Brotas graças a esta mochila. Ela se sentiu a vontade desde o primeiro momento. É tão confortável que até dormiu em seu novo brinquedo.

Amélie dormindo durante a trilhas de Brotas em uma mochila para carregar bebês

Amélie dormindo durante a trilhas de Brotas em uma mochila para carregar bebês

Desde então (natal de 2012) esta mochila se tornou objeto de desejo da nossa família e creio que de todas famílias viajantes. Até que o sonho se tornou realidade. A Pack & Track nosso mais novo parceiro gentilmente nos cedeu a Ferrari das mochilas para carregar crianças, a Mochila Kid Comfort II Deuter.

Assim que peguei o pacote na portaria do prédio a Amélie já ficou toda curiosa para saber o que era. Sem rodeios pulou em cima da caixa tentando abri-la. Quando viu do que se tratava abriu um baita sorriso, deve ter se lembrado das trilhas em Brotas. Se ela gostou da mochila da trilha de Brotas, imaginem desta que é muito mais confortável. Presente aberto, tem que experimentar. Imediatamente colocamos a Amélie na mochila para uma volta pela casa. Os produtos Deuter são realmente fantásticos e não foi só a Amélie que não queria sair de dentro da mochila, eu e a Fabi brigávamos para saber quem iria carregá-la de tão ergonômica que é a Mochila Kid Comfort II Deuter. Abaixo descrevemos algumas das características do produto que o fazem tão diferente dos demais.

Mochileira mirim mais feliz do que se fosse um brinquedo

Mochileira mirim mais feliz do que se fosse um brinquedo

Mãe e filha felizes com a novidade

Mãe e filha felizes com a novidade

A mochila possui ajuste de altura do assento, facilitando o uso tanto por bebês quanto por crianças maiores. O correto posicionamento do assento é feito quando a criança tem uma boa visão a sua frente e pode movimentar livremente seus braços. A parte imediatamente a frente do rosto da criança é almofadada e ideal para reclinar a cabeça durante uma soneca. Era neste ponto que a Amélie apoiava a cabeça para dormir durante as trilhas de Brotas. Se o sono não veio, ela pode brincar com o ursinho de pelúcia colocado em um dos bolsos laterais bem a mão da criança.

Apoio almofadado para cabeça, ideal para uma soneca

Apoio almofadado para cabeça, ideal para uma soneca

Em casos extremos de agitação use o ursinho

Em casos extremos de agitação use o ursinho

Apesar da criança estar perfeitamente encaixada no assento, existem dois cintos de segurança que fixam a criança pelos ombros e também na região peitoral. Ambos são ajustáveis através das respectivas correias que devem estar firmes, mas não apertadas. Se não bastasse toda esta segurança, ainda existe uma tira lateral de segurança para evitar quedas.

Alças cinzas fixam a criança pelos ombros e tira lateral de segurança fechamento em amarelo

Alças cinzas fixam a criança pelos ombros e tira lateral de segurança fechamento em amarelo

Se o protetor solar não bastar ou uma garoa começar a cair, ainda sim seu filho estará protegido. Como acessório opcional você pode usar o Sun Roof & Rain Cover Deuter.

Criança confortavelmente instalada, agora devemos pensar no bem estar dos pais que irão carregá-la. A Deuter também não se esqueceu de nós e criou o Vari-Quick, sistema de ajuste da altura das alças da mochila. Não importa sua altura a mochila sempre se encaixará perfeitamente ao contorno de suas costas. As barrigueiras (tiras que prendem a mochila a sua cintura) são largas e reforçadas distribuindo o peso igualitariamente na região da cintura sem forçar os ombros, além de proporcionar maior equilíbrio. É a tecnologia Vari Flex da Deuter facilitando a vida dos pais.

Encaixe a "lingueta" com velcro na tira de acordo com sua altura para subir ou descer as alças da mochila

Encaixe a “lingueta” com velcro na tira de acordo com sua altura para subir ou descer as alças da mochila

O costado da mochila é confeccionado com espuma respirável o que não vai te deixar empapado de suor em uma caminhada mais pesada. Suado não, mas deu sede? Não precisa parar e retirar a mochila para beber água. Ela é compatível com um streamer de até dois litros. A água vai diretamente até sua boca através de um tubo de plástico como na figura abaixo. Ainda tem os bolsos laterais de fácil acesso que cabem até uma máquina fotográfica compacta.

Streamer de dois litros

Streamer de dois litros

De chaves a máquina fotográfica, tudo sempre a mão

De chaves a máquina fotográfica, tudo sempre a mão

Para colocar a mochila nas costas também é fácil. Coloque a mochila no chão com a base aberta (vide foto) para que a mesma não balance.

Mochila "em pé" com a base aberta

Mochila “em pé” com a base aberta

Após acomodar a criança no assento checando todos os itens de segurança basta puxar a mochila pela alça da foto abaixo, como se fosse uma mochila de carga e colocar os braços nas alças. Se estiver em dois, a segunda pessoa pode ajudar segurando costas da mochila.

Coloque nas costas como se fosse uma mochila comum

Coloque nas costas como se fosse uma mochila comum

Tudo detalhado como bons engenheiros que somos, finalizamos com informações técnicas e de segurança.

Informações técnicas e de segurança

– A mochila deve ser usadas apenas por crianças que possam se manter sentadas

– Capacidade máxima de 22 quilogramas (18 quilogramas da criança + 4 quilogramas de carga)

– Peso da mochila = 2,95 quilogramas

– Sempre carregar a criança com o cinto de segurança afivelado e ajustado

– Nunca deixar a criança na mochila enquanto esta estiver de pé no solo

– Tomar cuidado com galhos, batentes de porta e outros obstáculos quando a cabeça da crinaça ficar mais alta que a sua

Temos certeza que todos mães e pais devem estar se perguntando o mesmo que nós quando conhecemos este produto: Porque não descobri isso antes? Outros ainda pensarão: Mas vale o investimento para usar a mochila apenas em viagens? A resposta é: vale cada centavo investido, já que o uso não se restringe apenas as viagens. A Amélie deixou o carro de lado e agora só vai para escola na sua Mochila Kid Comfort II Deuter. Dúvidas, questionamentos, sugestões ou opiniões entre em contato com a gente.

Veja Também:

A Disneylândia é no quintal da minha casa – São Paulo

Natal Radical – Guia do Aventureiro Mirim em Brotas – Página 1

Natal Radical – Guia do Aventureiro Mirim em Brotas – Página 2

O melhor presente do meu primeiro aniversário – Aruba – Parte I

O melhor presente do meu primeiro aniversário – Aruba – Parte II

O melhor presente do meu primeiro aniversário – Aruba – Acabou


Responses

  1. Fabi e Eder
    Gostei muito da dica da cadeirinha, mesmo que eu nao tenha, por ora, o perfil de consumidor do produto! É muito bacana a forma com a qual voces estão apresentando o mundo de voces para a Amelie.
    Beijos e abraços
    Isa.

    • Oi Isa

      você disse bem: não tem o perfil de consumidor do produto POR ENQUANTO. Temos certeza que ainda vai usar nossas dicas com seus filhos.
      Como dissemos no post: o filho é quem se adapta a realidade da família e não o contrário. Por enquanto a Amélie não tem reclamado da vida nômade.

      Boa viagem e aproveita as férias pois são curtas

      bjs Eder

  2. Eder, primeiro o mais importante: sua filhota está uma fofura nas imagens! A da sonequinha nas suas costas está D+!
    A nossa é a Trailteck da EvenFlo, mas confesso que não me acertei com ela… acho que demos uma “afinada” e acabamos usando muito o canguru da Baby Bjorn, uma marca sueca.
    Quando nossa primogênita chegou nós ficamos meio perdidos sobre que passeios e atrações deveríamos fazer com ela pequena e isto acabou limitando nossas incursões no verde, algo que estamos retomando somente agora…

    • Oi Adriana

      sou suspeito para falar na nível de fofura da Amélie. rsrsrs.
      Não conhecemos a marca Evenflo, mas parece ser boa. A Amélie já não quer mais o canguru, então a solução foi mesmo a mochila que ela adora.
      A Amélie se adaptou rapidamente a vida de mochileiros dos pais e não quer mais outro tipo de viagem. O próximo (a) irá no mesmo caminho. Nossa mochila ainda vai ser útil por uns bons anos.

      bjs

      Eder

  3. Não sei se gostei mais das cadeiras ou da princezinha.
    (Só brincadeira – a princesa ganha disparado.)

    Abraços

    • Olá Fernando
      as cadeiras são ótimas, mas a Amélie é extraordinária. Pai coruja demais.

      abs

      Eder

  4. Post fora de serie! Com certeza os maiores especialistas nesse assunto! Vale um livro sobre esse topico mestre, tem muita gente usando filhos como desculpas pra nao viajar! Sempre falo de voces como exemplo de sucesso!!!
    Absao e saudades

    • Grande Riq Lima
      como dissemos no post: O filho se adapta a família e não o contrário.
      E o melhor é que a Amélie está adorando a vida de viajante.

      gde abraço
      Eder

  5. A viajante mais fofa da blogsfera está servindo de inspiração para muitas familias.

    • Olá Ernesto
      somos a prova viva que filhos não impedem ninguém de viajar. E valeu pela mais fofa para Amélie.

      abs

      Eder

  6. Gente, como ela está enorme!!!
    Não esqueço do relato de vcs sobre o Uzbequistão, (até hoje está na minha wish list) vocês estavam grávidos dela, não é verdade?
    Muito fofa, parabéns!!🙂
    Eu também sou mamãe agora! O baby viaggio-mondo está com 10 meses e já é nosso companheirão de viagens! Acabamos de chegar de Seychelles e ele amou! Num destino destes, também não poderia ter sido difererente, né?! hehe
    Beijos para vcs!

    • Oi Fê
      isso mesmo. Quando fomos a Rússia e Uzbequistão a Amélie estava na barriga da mãe.
      Nem sabia que você tinha ficado grávida. De qualquer maneira parabéns, é uma felicidade sem tamanho ter um filho.
      Seychelles também tá em nossa wish list como qualquer destino do continente africano.
      Agora que a família aumentos estamos escrevendo vários posts sobre como viajar com filhos.

      Vamos trocando experiências.

      bjs
      Eder, Fabiana e Amélie

  7. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  8. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  9. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  10. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  11. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  12. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  13. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  14. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  15. Onde compramos estas mochilas?

  16. […] https://quatrocantosdomundo.wordpress.com/2013/04/21/como-carregar-seu-filho-em-uma-viagem/ […]

  17. Olá Eder, estou sempre acompanhando o blog e posso dizer que suas dicas já nos ajudou demais em nossas viagens. Obrigada por compartilhar suas aventuras! Estou planejando nossa primeira trilha em família, nosso filho tem hoje três anos. Já fizemos algumas micro trilhas, mas tá na hora de uma aventura mais interessante. Adorei a mochila, facilitaria muito… Você sabe me dizer se existe alguma opção para locação desse equipamento? Não gostaria de comprar, antes de testar na prática. Pode me dar alguma dica?

    Obrigada,

    Grande abraço

    Alessandra e família

    • Ola Alessandra
      caso você more em São Paulo eu mesmo posso alugar a mochila para você.

      Caso você viva em outra cidade não sei onde você pode alugar.

      Eder

  18. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  19. Oi,
    Boa tarde!
    Li em algum comentário que vcs podem alugar a mochila p carregar bebê, fiquei interessada, como funciona?

    Obrigada

    Carina

    • Ola Carina
      só alugamos se você morar em São Paulo, já que ai você pode pegar e devolver com maior facilidade.

      Por quantos dias você quer alugar?

      grato

      Eder

  20. […] Dez entre dez mães em fóruns de debates de viagens dizem que o carrinho de bebê é indispensável para viajar com seu filho. Nós como somos uma família bem estranha dispensamos seu uso. Nossos filhos, agora são dois, só usam a mochila Deuter que deixa os pais com as mãos livres. Afinal carrinho não faz trilha. Veja aqui todas as facilidades de se usar esta mochila como meio de transporte dos pequenos. […]

  21. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  22. Oi Como vai , onde posso comprar , posso alocar por um final de semana para testar . Moro em Sp. Obrigada

    • Ola Vanessa
      a compra pode ser feita na loja que indico no post.

      Podemos sim alugar a cadeirinha por um fim de semana para você. Para isso além do aluguel terá que pagar um caução para eventuais danos a mesma.

      Se tiver interesse favor enviar email para: quatrocantosdomundo@gmail.com

      grato
      Eder

  23. Essa matéria é simplesmente SENSACIONAL! ! Tenho uma filha de 1 ano e 3 meses e estou a procura de alguém que esteja desapegando de uma Deuter Kid. Depois dessa leitura, eu que já estava apaixonada pela mochila estou ainda mais!

    • Ola Elita
      legal que tenha gostado. A mochila realmente é muito útil desde trilhas até simplesmente para um passeio na cidade

      bjs

      Eder

  24. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]

  25. […] Como carregar seu filho em uma viagem? […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: