Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 26/05/2013

Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engordador

A Serra da Cantareira é um dos últimos refúgios verdes da cidade de São Paulo. Para quem quer fugir da rotina paulistana de poluição, trânsito e barulho é o lugar ideal para encontrar paz e sossego. Para as crianças que vivem o dia a dia de apertamentos e vídeo game, chegou a hora de sair da bolha e viver a realidade de pé no barro e água gelada das cachoeiras  A maior floresta urbana do mundo oferece 4 núcleos abertos a visitação: Engordador, Pedra Grande, Águas Claras e Cabuçu. Neste post vamos tratar do núcleo do Engordador, nosso preferido e o mais indicado para crianças de todas as idades e suas famílias. O núcleo leva este nome porque era o local de parada para engorda e recuperação do gado trazido por tropeiros vindos de Minas e Goiás. No último feriado do dia do trabalho que por azar caiu em uma quarta feira impossibilitando uma viagem mais longa, voltamos ao local para apresentá-lo a Amélie. Para nossa grata surpresa, continua muito bem cuidado e com ótima manutenção.

Paz, sossego e contato com a natureza para toda família

Paz, sossego e contato com a natureza para toda família

Como chegar ao Núcleo do Engordador?

De Transporte Público

Para quem vai de transporte público tem que tomar metro e ônibus, mas levando-se em conta que você está se dirigindo a uma floresta, até que é fácil. As opções são muitas. Do metrô Tucuruvi (linha azul) sai o ônibus 1783-21 com o letreiro: Cachoeira – Metrô Tucuruvi. Esta linha funciona das 04:20 à meia noite de segunda a sábado. De domingo encerra a operação às 23:30 horas.

Também do metrô, só que da estação Santana (linha azul) parte o 1783-10 com o letreiro: Cachoeira – Metrô Santana. Esta linha funciona das 04:30 à 00:10 horas todos os dias. Para aqueles que não moram em São Paulo informamos que a tarifa de ônibus custa três reais.

Peça ao motorista para descer o mais próximo possível da entrada do núcleo do Engordador. Você terá que caminhar por mais uns 300 metros até a entrada do parque.

De carro

Quem escolher ir de carro tem as opções da rota passando por dentro da cidade de São Paulo ou pela Rodovia Fernão Dias. Apesar de mais longa a segunda opção é mais rápida pois evita inúmeras paradas em semáforos. Pegando a Rodovia Fernão Dias sentido Belo Horizonte, pegue a saída 79 à direita, passe por cima do viaduto cruzando a rodovia e mantenha a sua direita na bifurcação ao final do viaduto (tem uma placa indicando Núcleo do Engordador). Você já está na Avenida Sezefredo Fagundes. Siga por mais alguns metros e verá outra placa indicando o local a sua esquerda. Entre nesta rua em diagonal a esquerda e siga por uns 300 metros até a entrada do parque.

Custos

É cobrada uma taxa dos visitantes para manutenção do parque. Pelo visto a taxa tem sido bem aproveitada, pois os banheiros são limpos, o play ground está em boas condições e nas trilhas quase não se vê vestígios de sujeira deixada pelos visitantes. Abaixo tabela com valores cobrados.

Tabela de preços Núcleo do Engordador - Serra da Cantareira

Tabela de preços Núcleo do Engordador – Serra da Cantareira

Horário de funcionamento

O Núcleo do Engordador fica aberto a visitas das 8:00 as 17:00 horas de sábados, domingos e feriados. Nas férias escolares também abre em dias de semana no mesmo horário. Sendo que os ingressos são vendidos somente até as 16:00 horas. Não está aberto a visitação as segundas feiras e nos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro.

Onde comer

No Núcleo do Engordador não existem lanchonetes ou restaurantes. Leve sua própria comida ou lanche e não esqueça das bebidas. Lixo deve ser jogado nas inúmeras lixeiras espalhadas pelo parque, afinal em uma trilha só deixamos pegadas, tiramos somente fotos e levamos apenas lembranças.

Atrações do Núcleo do Engordador

Trilhas

As trilhas são sem sombra de dúvidas as maiores atrações do parque. Chegue cedo para aproveitá-las sem muita gente e barulho. Se tiver sorte pode até encontrar um bugio ou um bicho preguiça pelo caminho. Mas siga nossos conselhos de caminhar atento e em silêncio. As opções são duas: Trilha da cachoeira e trilha do macuco. Na dúvida fizemos as duas. Você não precisa ser um super atleta para vencê-las. Qualquer um com o mínimo de preparo pode encará-las. Super recomendamos para iniciantes em trekking. A mais pesada é a da cachoeira, mas também a mais interessante e divertida. Segundo a placa no início da mesma a extensão é de 3 km (ida e volta) que pode ser completada em uma hora e meia com paradas para descanso e observação da natureza.

Trilha da cachoeira, recomendada a todos

Trilha da cachoeira, recomendada a todos

Filho de peixe, peixinho é. Por isso mesmo a Amélie caminhou durante um bom tempo na trilha, mas quando o cansaço bateu ela apelou para sua melhor amiga de viagem a Mochila Kid Comfort II Deuter e continuou apreciando a trilha de um ângulo diferente: as costas do papai.

Trekking com a mãe e o vô João

Trekking com a mãe e o vô João

Se preparando para ver o mundo lá de cima

Se preparando para ver o mundo lá de cima

As espécies de árvores são identificadas na própria trilha. Assim você ganha uma aula de botânica inclusa no preço do ingresso. Tem Açoita-Cavalos, Cedro Rosa entre outras. Ótimo para crianças que nos dias de hoje não sabem identificar nem sequer uma goiabeira.

Já conhecia esta árvore? Prazer, Açoita-Cavalos

Já conhecia esta árvore? Prazer, Açoita-Cavalos

O clima dentro da mata é bem mais ameno que ao sol, o aumento da altitude também é outro fator que aumenta a sensação de friozinho dependendo da época do ano de sua visita. Mas para aqueles que mesmo assim forem fortes o suficiente, existem algumas cachoeiras com água para lá de refrescante no caminho. Duas delas são a cachoeira do tombo (o nome já diz tudo, cuidado para não escorregar) e a cachoeira do Engordador.

Vai encarar a água gelada?

Vai encarar a água gelada?

Para quem terminou a trilha da cachoeira, a trilha do macuco é fichinha. Ela leva o nome do pássaro habitante da Mata Atlântica e tem apenas 750 metros, considerada de nível fácil pode ser feita sem esforço em 40 minutos.

Trilha do macuco: moleza

Trilha do macuco: moleza

Depois de tanta caminhada, uma parada para repor as energias é fundamental. Escolha um dos quiosques cobertos espalhados pelo parque, estenda sua toalha sobre a mesa de madeira e bom lanche. Para quem quer sentir o aconchego do lar, dá até para estender uma rede para uma rápida soneca.

Quem ainda estiver com a energia em alta, tem uma trilha de 4 Km exclusiva para mountain bikes. Não esqueça de levar a sua, pois não existem bicicletas disponíveis para alugar. É proibido pedalar sem capacete.

Playground, Represa e Ducha do Guaru

Para crianças de até 12 anos o núcleo disponibiliza um playground completo com gangorra, escorregador, ponte do rio que cai, balanço, trepa trepa e outros brinquedos. Crianças menores de 6 anos devem ter a supervisão dos pais ou responsável.

Diversão garantida para as crianças

Diversão garantida para as crianças

Balanço improvisado na trilha

Balanço improvisado na trilha

Logo atrás do playground está a represa. Além de belíssima, para quem não sabe é daqui que vem grande parte da água tratada que é distribuída pela Sabesp em São Paulo.

Parte da água distribuída em São Paulo vem daqui

Parte da água distribuída em São Paulo vem daqui

Aqui começa o longo caminho da água até a torneira da sua casa

Aqui começa o longo caminho da água até a torneira da sua casa

Em dias realmente quentes não é necessário ir até a trilha para se refrescar nas cachoeiras. A ducha do Guaru fica a poucos passos do playground e é uma ótima opção para crianças e para quem não tem pique para caminhada.

Chuveiro de água de cahoeira

Chuveiro de água de cahoeira

Casa da bomba

A Casa da Bomba é um museu que conta a história do sistema de abastecimento de água de São Paulo. Tudo começou em 1890 com desapropriações de fazendas e chácaras da região visando a preservação dos mananciais. Em 1894 iniciou-se a construção e em 1898 a Casa da Bomba já abrigava a primeira caldeira alemã.

Engenheira mirim inspecionando a caldeira

Engenheira mirim inspecionando a caldeira

Tudo foi transportado em carro de boi desde a estação de trem Cantareira sendo que a maior roda ficou atolada por seis meses. A obra só foi concluída em 1903. A caldeira gerava vapor para movimentar as engrenagens do bombeamento de água. Lembrem-se do tempo da escola que esta era a época da Revolução Industrial.

Sistema de bombeamento de água

Sistema de bombeamento de água

Eram consumidos 3 m3 de carvão e 12 m3 de madeira diariamente. Durante a Primeira Guerra Mundial o consumo de madeira aumentou já que não havia carvão disponível. Uma curiosidade é que os funcionários trabalhavam com chinelos de madeira para não queimarem os pés no chão quente da Casa da bomba. Era comum que os mesmos sofressem de reumatismo e tuberculose devido ao constante choque térmico sofrido no entra e sai da Casa. A operação terminou em 1949 com a explosão da caldeira por sobrecarga. A Casa da Bomba é tombada pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico). Uma ótima opção para quem gosta de museus principalmente os engenheiros como nós.

Centro de Vistantes

No Centro de Visitantes você pode ver uma maquete de toda a Serra de Cantareira com indicação dos núcleos abertos a visitação. Se você passou em branco na trilha e não viu nenhum animal, sua última chance é no Centro de Visitantes. Aqui eles estão imóveis e empalhados, mas é melhor que nada. Por fim tire umas fotos divertidas no painel, você escolhe o animal que quer ser.

Vô João e Amélie brincando no painel do Centro de Visitantes

Vô João e Amélie brincando no painel do Centro de Visitantes

Com toda esta informação, agora ficou fácil aproveitar mais esta opção que São Paulo nos oferece. Seja em um feriado, fim de semana ou férias divirta-se gastando pouco.

Veja Também:

Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Cabuçu

A Disneylândia é no quintal da minha casa – São Paulo

Como carregar seu filho em uma viagem?

Roteiro pelo Centro Velho de São Paulo – #EncontrãoSP

Roteiro pela cidade de São Paulo – Dia 2 – #EncontrãoSP


Responses

  1. Vergonha… Estou tão pertinho e ainda não conheço! Preciso ir! Gostei do post e me animou a reparar esta mancada! PS: Adorei o óculos da Amélie!🙂
    Abraços

    • Oi Lu
      realmente morar em Guarulhos e não conhecer a Serra da Cantareira é uma baita mancada.

      Agora com todas as dicas não tem mais desculpas para não ir.

      grande ebeijo
      Eder

  2. Olááááá pessoal, como leitora assídua dos posts e sempre deixando minha opinião, rs rs rs,…🙂🙂🙂
    Este texto está de parabéns, ótima dica mesmo, conheço a Serra da Cantareira, não dá pra ir todo fim de semana (moro em São Bernardo do Campo, alguém conhece???? Rs rs rs rs;-)) e fica longe, mas quando posso dou uma escapadinha p/ Serra, vale muito a pena!!!😀
    Galera, parabéns pela matéria
    Beijos :-*
    Aviva Juju

    • Olá Juju
      legal que tenha gostado do post. A Serra da Cantareira é mesmo um ótimo local para contato com a natureza para paulistanos e também quem vive na região metropolitana como o pessoal de SBC.

      grande beijo

      Eder

  3. Uau! por uma coincidência incrível rs, no ultimo Domingo fiz a trilha do Núcleo Cabuçu com alguns amigos, muito bonito tbm! Serra da Cantareira, com certeza uma ótima opção em SP!

    • Olá Luciana
      a trilha do Cabuçu como você disse também vale a pena. A trilha da Pedra Grande é de tirar o fôlego, pois você pode ver a imensidão da metrópole paulistana. Só falta mesmo visitarmos o núcleo das Águas Claras.

      Tem diversão para muito tempo.

      bjs

      Eder

  4. E, com muita facilidade da para ver e ouvir os bugios,macacos que paecem bravos, mas são inofensivos.

  5. Oi, pessoal. Tudo bem?🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  6. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  7. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  8. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  9. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  10. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  11. Quando eu fui não levamos comida, então fomos comer no restaurante dib. que é “perto” do parque e no finalzinho da tarde fomos ver a pedreira, onde tinha varias pessoas praticando esportes super radicais rsrs… Recomendo .

    • Ola Samantha
      outro restaurante da região bem famoso, mas que ainda não conhecemos é o Velhão. Dizem que é muito bom.

      A região vale a pena ser visitada

      abs

      Eder

  12. nos riachos e cachoeiras e liberado p tomar banho?minha filha está louca p conhecer…muita grta!

    • Olá Francilene
      sim riachos e cachoeiras são liberados para banho. Mas para crianças o mais recomendado é se banhar lá em baixo perto da casa da bomba onde as águas são mais calmas.

      bom passeio

      Eder

  13. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  14. Parabéns pelas informações e belas fotos.

  15. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  16. Olá, estava com dúvida para onde passear e dei uma olhada por aqui. Depois de ler a matéria, não tive dúvidas onde seria meu próximo passeio. Acabei de chegar de lá, foi muito bom, obrigado pela dica!

    • Ola Adriano
      ficamos felizes que tenha gostado. No próximo passeio porque não tenta algo novo como o Núcleo do Cabuçu (todos os detalhes no blog). Temos certeza que também vai adorar.

      abs

      Eder

  17. […] Se você gosta de fazer trilha com as crianças, pode gostar de ler alguns posts da família do Eder Rezende do Blog Quatro Cantos do Mundo: Aventureiro Mirim em Brotas Serra da Cantareira […]

  18. […] Muito verde e diversão a poucos minutos de São Paulo – Serra da Cantareira – Núcleo do Engord… […]

  19. Alguém sabe qual é a entrada do parque que posso levar minha bike ??
    Obrigada

    • Ola Adriana

      pode entrar pela entrada dos carros normalmente, mas só pode usar a bike na trilha destinada a elas

      abs

      Eder

  20. Ola gostaria de maiores esclarecimentos estou programando a familia para ir mas não compreendi os valores
    Se formos de carro e cobrado o valor individual + carro
    Ou independente de qtas pessoas esriverem no carro somente um valor
    Aguardo retorno grata

    • Ola Sheila

      é cobrado o valor do carro (estacionamento no local) + o valor por cada pessoa que estiver dentro do carro.

      grato

      Eder

  21. Amei a sujestao!! Posso fazer uma excursão com meu aluninhos da EMEI? Teria um guia para explicações?
    Obrigada!!

    • Ola Magali
      a visita com a escola é uma ótima ideia, as crianças vão adorar. Existem funcionários no parque, mas não sei se eles tem a função de guia para excursões escolares. Melhor se informar pelos fones abaixo ou pelo email: pe.cantereira@fflorestal.sp.gov.br
      (11) 2995-3254
      (11) 2203-0115

      boa excursão

      Eder

  22. Tem uma entrada do Parque na sequencia da Av. Senador José Ermirio de Moraes (estrada da Roseira), por ali também é possível a entrada?

    • Ola Mônica

      que eu saiba a única entrada para o Núcleo do Engordador é mesmo pela Sezefredo

      bom passeio

      Eder

  23. Pode aproveitar a cachoeira ?
    Entrar?? Ficar um pouco??? Curtir a água ?

    • Ola Ana
      a cachoeira é livre para entrar quantas vezes quiser. Pode entrar e se refrescar a vontade.

      Eder

  24. ótimo post,com tudo muito bem explicado.
    Vou aproveitar as informações. Obrigado.

  25. Eu amooooo esse lugar lindooooo

    Um amigo meu quer conhece lo agora no feriado, sabem me dizer se estará aberto?
    E pode fazer churrasco lá (na área de piquenique)?

    • Ola Arielly
      estará aberto no feriado sim, mas acho que não pode fazer churrasco, pelo menos na área de piquenique não tem churrasqueira.

      bom divertimento

      Eder

  26. Boa noite!!! Gostaria de ir amanhã Domingo conhecer, de carro qual melhor percurso??…e quero saber se na trilha, podemos parar numa das cachoeiras para tomar banho…

  27. Dias que parque é aberto é sábado domingo e feriados só abre dias de semana quando é férias escolares certo pessoal só atualizando

    • Ola Otávio
      sua informação está corretíssima. Já atualizei no post. Valeu por ajudar a manter a informação atualizada.

      abraços

      Eder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: