Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 14/07/2013

Lendas, Histórias e Folclore da Bolívia

A Bolívia é meu país preferido na América do Sul e sua beleza natural é o principal motivo da minha escolha. Eles tem o maior Salar do mundo com 12.000 Km2 aproximadamente um terço da área da Bélgica. É em território boliviano que está localizada a mais alta estação de sky do mundo. Chacaltaya está a 5.395 metros acima do nível do mar. Não poderíamos esquecer do Lago Titicaca que é o lago comercialmente navegável mais alto do mundo. Está a 3.821 metros acima do nível do mar e parte dele fica no Peru. Poderíamos ficar por horas contando sobre a exuberância da natureza do país, mas o post de hoje é para mostrar um pouco da cultura fruto da miscigenação de povos.

Carro cruzando o Salar de Uyuni alagado

Carro cruzando o Salar de Uyuni alagado

As belezas do lago Titicaca

As belezas do lago Titicaca

Mais um pouco da estonteante beleza do Salar

Mais um pouco da estonteante beleza do Salar

A primeira história curiosa é sobre a fundação de La Paz que tem este nome justamente por selar a paz após o fim de uma guerra civil. O Rei da Espanha enviou Pedro de La Gasca a região para garantir a paz que havia sido abalada após Gonzalo Pizarro se rebelar contra a coroa e matar o vice-rei do Peru, Blasco Nuñez Vela. As tropas de Pizarro lutavam contra as tropas de Diego de Almagro que eram fiéis a coroa. A localização inicial da cidade é onde hoje fica o povoado de Laja. Diz a lenda que devido a altitude muito elevada de Laja (3.856 metros) os espanhóis começaram a caminhar até que encontraram um buraco onde foi refundada La Paz. Mesmo assim a cidade é a capital sul americana de maior altitude com incríveis 3.660 metros. Diz também a lenda que a miscigenação entre espanhóis e indígenas ocorreu fortemente porque as mulheres espanholas sofriam constantes abortos devido a altitude.

Outra história interessantíssima é a lenda do Ekeko. Ekeko é um boneco gordinho e de bigode com trajes tradicionais da região dos Andes. Usa poncho e a famosa touca colorida da região. É o Deus pagão da abundância e em muitas casas fica em um local especial em algo parecido com um altar. Acredita-se que o que você ofertar ao Ekeko ele te retribuirá, por isso está sempre cercado de notas de dinheiro, sacos de comida, cigarros ou qualquer outro tipo de bem material que seu dono deseja. Reza a lenda que La Paz estava sitiada por indígenas (isso deve ser verdade, pois até hoje ainda ocorre) e que era impossível a entrada de mantimentos. As pessoas estavam morrendo de fome. Ekeko tinha uma namorada também de origem indígena como ele, trabalhando de doméstica na casa de uma família rica de La Paz. Para evitar o sofrimento de sua amada ele contrabandeava mantimentos da zona não sitiada para dentro da cidade e é daí que vem sua fama de Deus da abundância.

11415432_258e52d20d

Ekeko o Deus da abundância na Bolívia

A Bolívia é pródiga em crenças e religiões. No mercado das bruxas em La Paz é comum a venda de múmias de fetos de llamas. Se alguém vende é porque alguém compra este tipo de especiaria. Segundo eles, basta enterrar o feto no terreno de sua casa para que este traga sucesso no amor, trabalho e saúde. Por lá também se cultua a Pachamama ou Mãe Terra como Deusa pagã que representa a terra e a fertilidade. O dia da Pachamama é primeiro de agosto e nesta data deve-se enterrar uma panela de barro com comida em oferenda a ela. A última curiosidade sobre o tema crenças e religiões vem da igreja católica. Reza a lenda que as igrejas em território boliviano tem pátios externos bem amplos para acomodar os indígenas recém catequizados durante as missas, já que estes se recusavam a permanecer no interior das mesmas sem ver o céu e o sol.

WitchesMarket_DarinkaMaya

Múmias de fetos de llama expostas no Mercado de las Brujas

Amplo pátio da igreja de San Francisco em La Paz

Amplo pátio da igreja de San Francisco em La Paz

Outro traço marcante do povo boliviano é o ódio ao Chile e aos chilenos. No fim do século XIX, o Chile travou a Guerra do Pacífico contra Bolívia e Peru e saiu vitorioso. O resultado de tudo isso foi a perda de território dos países derrotados. Para Bolívia foi ainda mais trágico, pois o país perdeu sua única saída para o oceano ao ceder a província de Antofagasta aos chilenos. O ódio é propagado de geração em geração e dizem que nas escolas após cantar o hino nacional todas as crianças gritam: Viva Bolívia e ódio ao Chile. Na atual constituição boliviana consta como um dos objetivos nacionais a recuperação do acesso ao Pacífico. Esta situação gerou um fato curioso. Talvez a Bolívia seja o único país do mundo que possua uma Marinha sem tem acesso ao mar. Segundo eles mesmos o lago Titicaca é o mar boliviano.

0323bolivia1

Província de Antofagasta (em vermelho) cedida aos chilenos após a guerra

marinha_boliviana_4

Marinha sem mar

Mudando o foco para o ambiente social do país temos duas curiosidades marcantes. O país está entre os maiores produtores de coca do mundo. Além de matéria prima para fabricação de cocaína a folha de coca é tradicionalmente mascada pelos povos andinos há séculos. Este costume causou uma intensa briga entre o atual presidente do país Evo Morales que foi cocaleiro (plantador de coca) e os EUA sobre a diminuição da área plantada no país. Quem já foi a Bolívia com certeza viu as camisetas vendidas como souvenir com os dizeres: “Hoja de coca no és droga”.

Tradicional souvenir boliviano

Tradicional souvenir boliviano

A segunda curiosidade é sobre os chapéus usados pelas cholas. Cholas são as mulheres de origem indígena com vestimenta característica com saias rodadas e blusas coloridas. O mais interessante nos trajes das cholas são os chapéus em estilo O Gordo e O Magro. Mais uma vez diz a lenda que no século retrasado um mascate de origem árabe passava pela região e não conseguia vender estes chapéus para população masculina. Muito esperto ele plantou um boato que este tipo de chapéu era a última moda na Europa, particularmente em Paris entre as mulheres. Apesar da mentira, a partir daí ele se tornou tão popular entre as cholas que é usado até hoje.

cholas

Chapéu do Gordo e o Magro, sucesso entre as cholas

Alguém mais conhece alguma lenda, história ou folclore sobre este país tão encantador que é a Bolívia? Escrevam para nós e divulgaremos sua história.

Veja Também:

As Lendas da Baobab – África

Roteiro de Viagem pela Bolívia apresentado no 24 Encontro dos Viajantes

Buenos Aires: Lado B

Os desertos da minha vida – Atacama – Parte I

14º Encontro dos Viajantes – Chile de Norte a Sul – Galeria de Fotos

Galeria de Fotos do 17º Encontro dos Viajantes – Peru

Apresentação da Colômbia no 22º Encontro dos Viajantes


Responses

  1. em fev. 2013 fiz Chile, Peru e Bolívia. conheci esses trechos apresentados no post. da Bolivia confesso que nao imaginava que tinha lugares lindos e tão característicos. Quando ouvia falar em mercado das bruxas pensava ser mesmo um lugar onde haviam bonecos que as imitassem porém decobri que eram ruas e mais ruas de barracas. um lugar curioso para se conhecer e fotografar os fetos de lhamas, onde nos oferecem para compra e oferecimento em sacrificio aos deuses.
    O salar é indescritível ainda mais quando em uma parte está alagado mostrando que vai cair uma tempestade e no outro tudo seco com muito sal e montes arrumadinhos para serem carregados.
    Copacabana também é muito gostoso e o salmão na chapa – uma delícia. Recomendo.

    • Olá Maria Bernadete
      tivemos o mesmo sentimento que você em relação a Bolívia: surpresa por ver uma beleza tão exuberante e que nem imaginávamos que existia.

      Vale muito a pena visitar

      abs

      Eder

  2. […] Lendas, Histórias e Folclore da Bolívia […]

  3. é muita coisa para ler

  4. Ola…queria agradecer, tenho que fazer uma peça para a feira das nações da minha escola… e com seu post eu conseguir ter uma ” ideia” do que fazer…Thank You Very Much…

    • Olá Daniela
      ficamos felizes que nosso post está ajudando em trabalhos escolares. Sempre que precisar pode contar com a gente

      abs

      Eder

  5. Realmente es muy lindo poder conocer lugares tan interessantes y com tanta cultura e tanta historia como es Bolívia un pais rico en culturas yo digo eso porque conosco mi pais que hace mucho que no visito amo Bolívia

    • Ola Marco
      a Bolívia é mesmo um país encantador, o meu preferido na América do Sul com sua natureza exuberante. Um país que sempre indico para as pessoas conhecerem.

      um dia ainda voltarei a Bolívia

      abs

      Eder

  6. […] Lendas, Histórias e Folclore da Bolívia […]

  7. nossai muito legal amei tirei uma otima nota kkkk

  8. nossa legal tirei uma otima nota excplicando isso kkkkkkk

  9. […] Lendas, Histórias e Folclore da Bolívia […]

  10. […] Lendas, Histórias e Folclore da Bolívia […]

  11. vc gostou das lendas flocoricas da bolivia eu gostei e vc

  12. […] Cholas são as mulheres de origem indígena na Bolívia. Elas têm um costume bastante peculiar ao se vestir. Usam saias rodadas, geralmente várias e uma por cima da outra. As tranças laterais também é uma característica marcante. Mas o mais estranho é mesmo o chapéu que todas sem exceção usam. Um chapéu masculino estilo “O Gordo e o Magro” que atualmente não é usado em nenhum outro lugar do mundo, nem mesmo por homens. Reza a lenda que no início do século passado um esperto mascate libanês estava com um estoque destes chapéus encalhado. Então inventou um boato que este tipo de chapéu era a última moda entre as mulheres europeias. Para o boato tornar-se verdade não demorou muito e até hoje as cholas podem ser encontradas por todo país com seus chapéus bizarros. que conhecer mais sobre o folclore boliviano? Clique em Lendas, Histórias e Folclore da Bolívia […]

  13. por favor, me ajudem a adquirir o ekeko, eles ñ mais estão a venda nas lojas mundo verde, no rio de janeiro, e quase ninguém me dá informações de como compra-lo, nos sites de compra, eles anunciam, mas vc revira trudo e ñ acha, grata, magal

    • Ola Magal

      aqui no Brasil o único lugar que talvez você encontre é na feira boliviana Kanuta aqui em São Paulo no Bom Retiro. Caso contrário só pedindo para algum amigo que for aos Andes

      boa sorte

      Eder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: