Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 12/01/2014

Dicas para dirigir na Austrália

Antes de viajarmos para Austrália escrevi um post com dicas sobre Como alugar um motorhome para sua viagem pela Austrália. Naquele momento éramos especialistas na teoria. Hoje voltamos para comentar sobre as dificuldades que enfrentamos na prática. Ótimas dicas para facilitar sua vida quando tiver que dirigir pela terra dos cangurus. Afinal a população de cangurus é três vezes maior que a humana por lá.

Não se assute com as placas. Não vimos um só canguru cruzando as estradas

Não se assute com as placas. Não vimos um só canguru cruzando as estradas

Mão inglesa

Saí do Brasil seguro que dirigir na mão inglesa seria minha maior dificuldade por terras australianas. Mais um mito desmistificado. Se pudermos resumir a experiência em uma só palavra, a escolhida é estranho e não difícil. Uma sensação estranha, algo parecido com estar infringindo uma lei. É difícil de explicar. Só mesmo quem já viveu a experiência para saber. Deixamos aqui alguns exemplos que se aproximam do que é dirigir na mão inglesa pela primeira vez para tentar exprimir esta sensação. Você que é casado já experimentou dormir do lado contrário que você sempre dorme? Você roda na cama e custa a dormir. Se sente estranho, deslocado, fazendo algo errado. A sensação é bem parecida com dirigir na mão inglesa. Escovar os dentes com a mão esquerda é algo que também te fará lembrar de dirigir na mão contrária da nossa. E quando você vai entrar em uma loja de conveniência no exterior. Por mais que fale um inglês impecável e perfeito, sempre tem um segundo de dúvida. “Push” é para puxar ou empurrar a porta. Dirigir na mão inglesa é assim. Um ato que deveria ser automático, feito sem pensar, passa a ser algo pensado em cada detalhe. A atenção deve ser redobrada durante todo o tempo.

O atendente da locadora de carros que nos atendeu era espanhol e nos disse que após quinze minutos já estaríamos habituados. Segundo ele, super fácil e tranquilo. Realmente você se acostuma, mas não nos quinze minutos sugeridos. Antes de se acostumar prepare-se para inúmeras vezes tentar entrar pela porta do passageiro para se sentar no assento do motorista. Uma vez posicionado em frente ao volante não se aborreça ao tentar pegar um cinto de segurança invisível com a mão direita, agora ele fica do outro lado. Também tome cuidado para não machucar sua mão direita batendo-a contra a porta do carro ao tentar trocar a marcha que inexplicavelmente se mudou para o lado esquerdo. Não se assuste se o motor fizer um barulho ensurdecedor. Foi você que enagatou primeira tentando passar a terceira marcha. Eu ainda tive duas dificuldades adicionais. Aluguei um carro com seis marchas e era um 4WD bem maior que o carro que eu estava habituado a dirigir no Brasil. Mas juro que só subi na calçada uma vez e foi somente uma passada de pneu logo após sair da locadora.

Esta síndrome dura uns três dias para a maioria das pessoas, depois os sintomas se amenizam, mas de vez em quando pode vir uma recaída. Até que a síndrome vá embora de vez temos duas dicas de ouro para te ajudar. Motorista, preste atenção se você está posicionado perto da linha que divide as pistas. Você nunca deve estar perto da calçada ou acostamento. Ou se preferir atente para que seu veículo deve estar sempre do lado esquerdo de uma pista de mão dupla com mostram as placas espalhadas por toda Austrália.

Na Austrália sempre a esquerda

Na Austrália sempre a esquerda

Mas se mesmo assim você se deparar com a placa abaixo, receio que você está numa grande enrascada. Esta placa é bastante engraçada. Só não tem graça nenhuma para quem dá de cara com ela.

Reze para nunca dar de cara com esta placa

Reze para nunca dar de cara com esta placa

Pedágio

Se até aqui você achou que dirigir na mão inglesa é estranho. Te apresento os pedágios australianos. Algo de mais bizarro que já vi na minha vida. Os pedágios na Austrália se concentram próximos as grandes cidades e pasmem não existem cabines de cobrança. Muitas vezes um motorista estrangeiro como eu, nem percebe que passou por um pedágio. A detecção é feita por câmeras instaladas na parte superior da rodovia como na foto abaixo.

Pedágio na Austrália

Pedágio na Austrália

Mas então como pagar? Para visitantes existem duas opções de pagamento. Você pode após passar num pedágio, ligar para a empresa e passar os dados do seu cartão de crédito para cobrança. O prazo máximo para ligação é de três dias após a passagem. Mas e se você como eu nem perceber que passou pelo pedágio? Seu veículo será multado e a locadora repassará este custo a sua locação. Se bateu o desespero e você já está desistindo de alugar um carro na Austrália, acalme-se. Existe uma maneira mais fácil de pagar seus pedágios. Os pedágios estão concentrados em apenas três estados australianos: New South Wales cuja capital é Sydney, Victoria cuja capital é Melbourne e Queensland cuja capital é Brisbane.

Usando a internet você pode previamente registrar o veículo alugado para que os pedágios sejam pagos pelo seu cartão de crédito. Assim você pode viajar mais tranquilo. Para registrar seu veículo você precisa das seguintes informações: chapa do carro, período que a cobrança será debitada de seu cartão de crédito e dados do cartão de crédito.

Ao registrar um veículo você pagará uma taxa de registro, mesmo que não passe em nenhum pedágio. As taxas são as seguintes: Queensland (5,00 AUD), New South Wales (1,5 AUD) e Victoria (5,50 AUD).

Para fazer o registro basta clicar nas respectivas imagens abaixo:

Registro para pagamento de pedágio no estado de Queensland. Clique na imagem para ser redirecionado a página

Registro para pagamento de pedágio no estado de Queensland. Clique na imagem para ser redirecionado a página

Registro para pagamento de pedágio no estado de New South Wales. Clique na imagem para ser redirecionado a página

Registro para pagamento de pedágio no estado de New South Wales. Clique na imagem para ser redirecionado a página

Registro para pagamento de pedágio no estado de Victoria. Clique na imagem para ser redirecionado a página

Algumas locadoras já tem o dispositivo do tipo sem parar instalado nos carros e apenas pedem autorização por escrito para descontar os pedágios de seu cartão de crédito durante o período da locação.

GPS

Imaginem ter que se acostumar a dirigir na mão inglesa, trocar de marcha com a mão esquerda e ainda por cima não saber qual caminho seguir. Tanta novidade ao mesmo tempo pode até causar um acidente. Portanto consideramos essencial ter alguém para te ajudar e o nome do escolhido é: GPS. O aluguel de um GPS na locadora é bem caro. O valor cobrado pela locadora que escolhemos é de 14 AUD por dia, limitado a 100 AUD por locação. Cem dólares australianos dá para comprar um GPS novo aqui no Brasil. Como não tínhamos um, resolvemos pegar empresatado de um amigo. Mas de que serve um GPS sem os mapas da Austrália. Para os mais antenados em tecnologia dizem que é fácil baixar os mapas na internet de graça. Para nós que estamos ainda nos familiarizando com os twitters, whatsapp, facebooks, instagrans, etc, o jeito foi mesmo apelar para boa e velha Santa Efigênia. Lá pagamos sessenta reias para baixar todos os mapas da Austrália e Nova Zelândia direto no GPS que pegamos emprestado. Foi uma salvação. Dica de ouro: ao chegar na Austrália ligue imediatamente seu GPS, pois ele pode levar até trinta minutos para localizar o sinal.

Seguro do veículo

Assim como o GPS o seguro do veículo é bem caro. Na locadora que escolhemos alugar nossa campervan, o valor é de 45 AUD por dia, mais de trinta por cento do valor do aluguel. Decidimos então confiar no motorista e redobrar a cautela para evitar até uma raladinha no para choque. Nossas caras de confiáveis e bons motoristas não foi suficiente para convencer a locadora a nos deixar sair com o carro sem pagarmos um caução de 7.650 AUD no cartão de crédito. Valor devidamente estornado após o retorno do veículo sem nenhuma avaria. Como o valor do caução é muito alto certifique-se que está dentro do valor do limite de seu cartão de crédito.

Combustível

Logo na primeira parada em um posto de combustível você sentirá falta de algo bem comum aos brasileiros: o frentista. Na Austrália o abastecimento é self service. Se prepare para encher seu próprio tanque e sair com a mão cheirando diesel ou gasolina (unleaded), os únicos combustíveis disponíveis para compra no país.

Nas bombas de combustível mais modernas você digita o valor em dólares australianos que vai colocar no tanque. Nas bombas mais antigas basta retirar a mangueira da bomba, colocar no bocal do tanque e apertar a manopla para que o combustível saia. Como no Brasil a bomba trava quando o tanque já esta cheio, evitando o transbordamento do tanque de combustível.

Prepare-se tmabém para sentir no bolso os altos preços dos combustíveis por lá. O diesel ao contrário do Brasil é mais caro que a gasolina. Perto das grandes cidades o litro sai por volta de 1,63 AUD (algo em torno de R$ 3,75), mas em lugares mais remotos como Uluru ou Kings Canyon chegamos a pagar 2,33 AUD (algo em torno de R$ 5,36) pelo litro. O preço da gasolina é cerca de 0,05 AUD mais barata que o diesel.

Permissão para trafegar em estradas

Outra bizarrice que encontramos na Austrália. Em algumas estradas não asfaltadas, na beira da praia ou em algumas ilhas você precisa ter uma permissão para rodar com veículos. Imaginem isso no Brasil. Não iria dar certo. Caso você seja flagrado trafegando por estes locais sem a permissão é multa na certa. Como já havíamos planejado visitar Fraser Island, ontivemos a permissão antes mesmo de sair do Brasil. A permissão pode ser obtida na internet e no caso de Fraser Island custa 43,60 AUD pelo período de um mês.

Página para compra da permissão para trafegar em estradas australianas. Clique na imagem para ser redirecionado.

Página para compra da permissão para trafegar em estradas australianas. Clique na imagem para ser redirecionado.

Já na Austrália, mais exatamente quando chegamos a Noosa North Shore, descobrimos que poderíamos ir pela praia (Cooloola Recreation Area) diretamente de lá para Rainbow Beach (onde se pega o ferry para Fraser Island) economizando uma hora de viagem. Mas como não tínhamos a tal permissão, resolvemos não arriscar e fomos mesmo pela estrada asfaltada. A permissão para Cooloola Recreation Area custa 11,05 AUD por dia quando solcitada pela internet. O governo australiano alega que os fundos arredadados com estas permissões é usado para manutenção destas vias. A julgar pelo estado de conservação das mesmas, parece que o dinheiro não está sendo bem investido.

Outro lugar em que a permissão é requerida para poder transitar pela estrada é na Mereenie Loop entre Glen Helen Gorge e Kings Canyon no outback australiano. Clique aqui para saber mais sobre esta permissão. Neste caso a permissão é requerida porque a estrada atravessa terras sagradas dos aborígenes. Por se tratar de uma estrada de terra muito esburacada resolvemos não tomar este caminho já que a bordo havia uma mulher grávida e uma criança de dois anos.

Paradas para descanso

Mesmo nas estradas mais movimentadas ligando duas grandes cidades os postos de paradas com lanchonete, banheiros e combustível são raros no país. O mais comum são as “rest areas” ou áreas de descanso. A cada cinquenta ou setenta quilômetros  você pode encontrar uma. Todas elas, sem exceção, são equipadas com banheiros com papel higiênico e água corrente. Algumas tem até sabonete para lavar as mãos. Mesas e bancos para um picnic também são encontradas em todas as paradas. Algumas tem até play ground para as crianças. Estas paradas são um reflexo do amor do australiano pelo camping. Portanto antes de sair da cidade não esqueça seu lanche.

Indicações como esta estão por todo país

Indicações como esta estão por todo país

Conforto e segurança nas paradas

Conforto e segurança nas paradas

Road Trains

Road trains são caminhões gigantescos que puxam até três reboques e podem chegar a 50 metros de comprimento. Eles só podem circular pelo outback australiano que é uma área com tráfego de veículos menor. Cuidados ao se deparar com um monstro destes:

Se vir esta placa, siga as instruções abaixo

Se vir esta placa, siga as instruções abaixo

1)      Nunca cruze a frente de um road train. Eles são muito grandes e pesados e por isso levam muito mais tempo que um veículo normal para diminuir a velocidade.

2)      Nunca ultrapasse um road train em uma curva. Como eles são articulados e gigantescos, precisam de um espaço muito grande para fazer uma curva e seu carro pode levar algo como uma chicotada de rabo de jacaré e ficar em pedaços.

3)      Se um road train for te ultrapassar não diminua a velocidade até que ele tenha mudado de pista, caso contrário ele pode te esmagar.

4)      Se você for ultrapassar um road train esteja seguro que a pista a frente esteja livre pois lembre que o veículo a ser ultrapassado tem mais de 50 metros de extensão. Depois de ultrpassar jamais retorne imediatamente a pista original e sempre se mantenha acelerando até se dsitanciar bastante do mesmo.

5)      Em estradas de pista simples saia para o acostamento quando um road train vier na direção contrária.

Nós encontramos alguns deles pelo outback e seguindo estas orientações não tivemos problemas.

O tamanho de um road train assusta

O tamanho de um road train assusta

Para brisas

A Austrália é o paraíso das moscas, mosquitos e afins. Viajando pela estrada logo muitos deles se chocaram com seu para brisas. Em hipótese alguma acione o limpador de para brisas. A mistura de água com cadáveres de mosquitos gera uma pasta viscosa que irá sujar todo para brisas dificultando em muito a visão a frente. O mais indicado é parar em posto de gasolina e lavar o para brisas com bucha e água com sabão.

Veja Também:

Vantagens e desvantagens de alugar um motorhome para viajar

Como alugar um motorhome para sua viagem pela Austrália

Nossa… Só podia ser mesmo Noosa – Austrália

Lugares Únicos no Mundo – 12 Apóstolos – Austrália

Lugares Únicos no Mundo – Uluru – Austrália

Como tirar o visto para a Austrália

Apresentação do 20º Encontro dos Viajantes – Austrália

Desvendando os mistérios de uma viagem de carro em território internacional


Responses

  1. Já vi tudo: a Austrália nunca teve um mês com tanto pára-choque ralado como em dezembro…

    • Rapaz
      para sua surpresa passei em branco, nemhum incidente com o carro. Só uma atolada, mas sem maiores sequelas.

      abs

      Eder

  2. Muito bom! Não dirigi, mas andei de carona e é bem estranho. Para ciclistas e pedestres as regras e sensações são as mesmas.

    E essa novidade? Mais um baby aventureiro. Parabéns!!!

    • Oi Robertinha
      a palavra correta é mesmo estranho. Mas depois de um tempo você acostuma. Agora que voltei ao Brasil fico meio na dúvida se estou do lado certo da pista, rsrsrs.
      bjs

      Eder

  3. Nunca pensei em alugar um carro na Australia, mas o post esta senscional.

    • Olá Ernesto
      se nunca havia pesnsado em alugar um carro na Austrália, quem sabe o post não te faz mudr de ideia. O país é sensacional e vale muiot a pena rodar de carro por lá.

      abs

      Eder

  4. Oi, pessoal. Tudo bem?🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  5. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  6. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  7. E quanto a habilitação para dirigir lá?
    Podemos utilizar a nossa CNH para dirigir um carro utilitário na Austrália ou é necessário tirar a habilitação internacional?

  8. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  9. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  10. […] de gasolina. Fico imaginando as madames brasileiras fazendo isso. Tem estrada que você precisa de autorização para viajar e o pedágio não tem cabine de cobrança. Eles gostam tanto de acampar que as vezes esquecem do […]

  11. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  12. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  13. Oi Eder e Fabi
    Pretendo fazer este passeio com minha familia em dezembro/janeiro e tenho uma duvida. Com um motorhome eu posso parar em algum ponto na estrada e dormir ou somente nos camping parks?

    • Ola Maurício
      você pode parar na estrada e dormir sem problemas exceto onde há placas indicando a proibição, por exemplo em alguns Parques Nacionais.
      O problema é que a beira da estrada você não terá a infra estrutura dos campings que é maravilhosa: chuveiro, laundry, piscina, cozinha e etc.

      abs e boa viagem

      Eder

  14. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  15. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  16. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  17. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  18. Estou a ir para Australia em Novembro. Ja aluguei o carro e revervei os hoteis. Mas confesso que estou mesmo assustado. Como meu ingles é ruim pra péssimo, tenho muito receio. Apesar que ja tive algumas experiencias na Africa do Sul e Europa e deu tudo certo. Se alguem tiver algo a dizer por favor estou receptivo.

    • Ola Ivan
      a língua nativa deles é o inglês e com bastante sotaque. No começo pode ter alguma dificuldade mas depois acostuma.

      boa viagem

      Eder

  19. Olá, estou indo para Austrália em Janeiro e depois para Nova Zelândia e vou alugar carro nos dois países. Vocês lembram o nome do local na Santa Efigênia que compraram os mapas do GPS? Vocês fizeram algum post sobre dicas para dirigira na Nova Zelândia também?
    Obrigada!

  20. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  21. […] ==> MOTORHOME COMBINA COM A AUSTRÁLIA O Blog Quatro Cantos do Mundo conta como alugar um motorhome na Austrália e como dirigir por lá (mão inglesa)! […]

  22. […] Dicas para dirigir na Austrália […]

  23. […] cruzar fronteiras é preciso ter a “Carta Verde”, um documento de identificação do veículo. Na Austrália, é preciso ficar atento pois eles usam a “mão inglesa” e é necessária uma permissão especial para trafegar por algumas […]

  24. O canal do Youtube “Minuto da Terra” fez um vídeo sobre isso hoje https://www.youtube.com/watch?v=qSylNOgieYQ


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: