Publicado por: Eder & Fabi Rezende | 24/09/2014

45° Encontro dos Viajantes – Uzbequistão Uma Viagem pela Rota da Seda….

No último sábado Ernesto, o pato econômico e sua companheira Cibele nos brindaram com uma aula de história sobre o Uzbequistão e a rota da seda. Os primeiros traços humanos na região datam de 2.000 anos antes de Cristo, sendo que tribos nômades com nome de uzbques já povoam a região por seis séculos antes de Cristo. Devido a natureza nômade de seu povo a região sempre foi dominada por um ou outro povo. Já ficaram nas mãos de persas, gregos, árabes, mongóis, turcos, otomanos e russos até que em 1991 conseguiram a tão sonhada independência da antiga URSS.

Todos atentos as dicas da dupla

Todos atentos as dicas da dupla

Localizado na Ásia Central o pato nos contou quais são as rotas aéreas para se chegar até lá e como tirar o visto exigido para turistas brasileiros. Eles estiveram por lá em junho, mas o pato quase assou de tanto calor.

Outra recomendação é levar dinheiro em espécie já que são raros os caixas eletrônicos que aceitam cartões internacionais. Uma das curiosidades é que o câmbio negro é super valorizado e tem uma diferença de até 40% sobre o oficial. O som, a moeda local, não vale muito e ao trocar 50 dólares você receberá uma montanha de dinheiro. É por isso que todos estabelecimentos comerciais tem suas próprias máquinas de contar dinheiro.

Ao fundo um bolão de dinheiro equivalente a 50 dólares

Ao fundo um bolão de dinheiro equivalente a 50 dólares

O roteiro da dupla passou por Tashkent, a capital e também por Khiva, Bukhara e Samarkand e seus quatro Patrimônios Mundiais da Humanidade. As grandes atrações do país passam pelos 4Ms: mesquita, mausóleu, madrassa e minarete. A beleza arquitetônica é incontestável. Inclusive, segundo o pato o Taj Mahal é uma obra de arquitetos uzbeques.

Os quatro Patrimônios Mundiais da Humanidade do país

Os quatro Patrimônios Mundiais do país

Para finalizar a Cibele nos mostrou a riqueza da culinária local e seus mercados dos tempos da rota da seda e também a variedade e beleza do artesanato de fantoches. Quase esqueci de mencionar a receptividade calorosa do povo. Até em festa de aniversários eles foram. Para quem busca algo novo e inusitado o Uzbequistão é um belo roteiro de viagem.

A tradicional foto dos convidados com o pessoal do Quatro Cantos

A tradicional foto dos convidados com o pessoal do Quatro Cantos

Apresentação completa abaixo para quem planeja sua viagem ao Uzbequistão:

Veja Também:

Como tirar o visto para o Uzbequistão

Sabores do Uzbequistão – Palov

As Excentricidades de uma ex-república soviética chamada Uzbequistão

Samarkand – Muito além de qualquer rótulo

Siob Bazaar – A Disneylândia dos mochileiros


Responses

  1. Muito tri!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: