Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 16/08/2015

Mais 10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo – Parte II

A série de hábitos estranhos pelo mundo continua. O que para nós é tão normal em outros lugares do nosso planetinha pode ser uma aberração e é esta diferença de culturas que tanto nos encanta. Veja abaixo mais alguns costumes um tanto inusitados para nós brasileiros.

Eles estão por todo o mundo, basta estar atento para observá-los

Eles estão por todo o mundo, basta estar atento para observá-los

1) Álcool não é permitido em países muçulmanos

Mais alguns hábitos muçulmanos estranhos para nós do mundo ocidental. Os praticantes do Islã são proibidos de ingerir bebidas alcoólicas e já que ninguém consome porque vender? Passamos mais de vinte dias na Tunísia num calor escaldante sem beber uma única cervejinha. Nos países mais turísticos como o Marrocos é possível encontrar cerveja e outras bebidas alcoólicas em bares com foco em turistas. Já nos países mais restritos o negócio é ficar na água mesmo.

Nada de bebidas alcoólicas nos países do Islã

Nada de bebidas alcoólicas nos países do Islã

2) Sexta é domingo

Como assim? Se para nós, cristãos o domingo é o dia sagrado, dia de descansar e ir à missa. Para os discípulos de Maomé o dia sagrado é a sexta feira. Assim se estiver turistando por países muçulmanos é bom se programar, pois o comércio estará fechado, as ruas vazias e você só vai encontrar gente nas mesquitas.

Mesquitas lotadas no domingo? Não, na sexta

Mesquitas lotadas no domingo? Não, na sexta

3) Sexo e drogas em Amsterdã

Quem já esteve na cidade sabe do que eu estou falando. Até para gente que já tinha visto de tudo em nossa Viagem de Volta ao Mundo foi estranho assistir uma vovô e seu netinho caminhando calmamente entre as vitrines cheias de “moças” em trajes sumários no Red Light District. E ela seguiu em frente passando pelos coffee shops e casas de sexo explícito sem dar muita atenção a eles. O mais estranho de tudo isso é saber que no resto da Holanda nada disso acontece.

Paisagem comum nas ruas de Amsterdã

Paisagem comum nas ruas de Amsterdã

4) Tomar banho de manhã ou à noite?

Brasileiro gosta mesmo de tomar muito banho. Tem gente que toma até três banhos por dia. Dizem que herdamos este costume dos indígenas. Mas se tem um hábito tipicamente europeu que não consigo me acostumar é o de tomar banho só e manhã. Em pleno verão o europeu (sem exceções, vi isto na Dinamarca, Alemanha, Áustria, Espanha e por ai vai) o sujeito passa o dia inteiro caminhando pelas ruas, suando como nunca e à noite chega no hotel e cai direto na cama sem tomar banho.

Banhos no fim do dia por favor

Banhos no fim do dia por favor

5) Escovar os dentes 1, 2 ou 3 vezes ao dia?

Já que o tema é hábitos estranhos de sua higiene pessoal, vem a pergunta acima. Parece óbvio para todo mundo que a resposta correta é 3 ou após cada refeição. É parece, mas não é nada óbvio. Uma vez um francês me perguntou se eu tinha algum problema bucal já que segundo ele eu escovava os dentes “a toda hora”. Foi só ai que descobri que na França as pessoas escovam os dentes apenas um vez por dia.

Só uma vez ao dia não dá

Só uma vez ao dia não dá

6) Topless nas praias espanholas

Este é um costume bastante comum na Europa em geral, mas mais especificamente em praias espanholas. Para eles nudez e sexo não são assuntos relacionados, diferente do que pensa a maioria dos brasileiros. Por isso mesmo é que presenciei toda uma família fazendo topless. Mãe de uns sessenta anos, duas filhas na casa dos vinte e tantos anos conversavam animadamente sobre política na praia sem as partes de cima dos biquínis. E o mais incrível, tudo isso na presença do patriarca da família. Impossível de acontecer no Brasil. Até a nossa anfitriã de Couchsurfing em Menorca (Espanha) fez topless na nossa presença e acompanhada dos filhos de cinco e quatro anos. Hábitos e hábitos que os brasileiros nunca vão entender.

Tetas para tudo quanto é lado

Tetas para tudo quanto é lado

7) Comer batata frita com maionese

Mais uma de terras holandesas. No mundo inteiro batata frita se come com ketchup, mas na terra das tulipas eles comem tudo com maionese inclusive as fritas. O tema é tão importante que virou até piada em filme do Tarantino. Quem não se lembra da clássica cena de John Travolta e Samuel L. Jackson falando sobre o tema em Pulp Fiction.

Este hábito estranho foi parar nas telonas

Este hábito estranho foi parar nas telonas

8) Nosso “inho” brasileiro de cada dia

Você pensa que só brasileiro que fica espantado com os costumes de outros países? Nada. Os gringos também tiram uma casquinha de hábitos bem brasileiros. Em Madri ficamos hospedados na casa de uns peruanos. Depois de uns dias eles nos perguntaram: “Porque vocês colocam “inho” no final de todas as palavras?” Logo de início neguei o uso indiscriminado do “inho”. Mas a medida que eles foram dando exemplos, tive que me render. É incrível, mas antes de sair em nossa Viagem de Volta ao Mundo nunca havia percebido que nós brasileiros somos loucos por um diminutivo. Exemplos: Que tal um barzinho para tomar uma cervejinha? Barzinho não, mas que tal pegar uma prainha? Que cachorrinho bonitinho, todo arrumadinho, uma gracinha. O “inho” é mania nacional.

É isso que os gringos entendem quando você diz cervejinha

É isso que os gringos entendem quando vocês diz cervejinha

9) Casais chineses usam roupas iguais ou com mesma estampa

Este é um dos hábitos que quem não é chinês nunca vai entender. Por isso mesmo fico me perguntando por que diabos os casais chineses usam roupas idênticas ou com a mesma estampa? A explicação deles é que este hábito (um tanto bizarro para nós) é uma prova de amor. E acho que também vale para amor fraternal. Sem preconceito nenhum, mas um tanto brega para nossos padrões de moda.

Quanto amor

Quanto amor

Tipicamente chinês

Tipicamente chinês

10) Sunga de praia dos homens russos

Quem já foi a Rússia sabe do que estou falando. As margens do rio Neva em São Petersburgo ficam lotadas de gente tomando banho de sol no verão. E as sungas dos banhistas masculinos são um tanto inusitadas para nossos padrões. Elas se assemelham bastante a parte de baixo dos biquínis femininos. São bem finas nas laterais e alguns ousam com um modelito fio dental. Não tem como não achar bizarro.

Olha a sunga do fortão

Olha a sunga do fortão

e este de costas na foto

e este de costas na foto

Conhece algum hábito estranho que viu em suas viagens pelo mundo? Conte para gente, quem sabe ele não entra para o próximo post de hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo.

Veja Também:

Mais 10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo – Parte III

Mais 10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo – Parte I

10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo

Nem melhores nem piores, apenas diferentes

Os piores hotéis (hotéis?) que já me hospedei

Viaje, saia da ignorância

Os sentimentos que experimentamos durante nossa viagem de volta ao mundo

Manias de Viajantes

Mais 9 manias de Viajantes

Você já percebeu a Globalização em suas viagens?

5 Gringuices que todo gringo faz quando viaja para outro país – Parte I

5 Gringuices que todo gringo faz quando viaja para outro país – Parte II


Responses

  1. Adorei. O mundo é, mesmo, muito estranho

  2. […] Mais 10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo – Parte II […]

  3. […] Mais 10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo – Parte II […]

  4. Quando vi este post lembrei na hora da Coréia. Lá eles têm alguns hábitos que são totalmente estranhos para nós, machões brasileiros: primeiro os homens usam acessórios com figuras da Hello Kitty e o segundo é que eles gostam de usar bolsas a tira colo, o que no Brasil são usadas apenas pelas mulheres.

    • Ola Edson
      valeu pela lembrança deste hábito estranho. Vai parar no próximo post da série

      abs

      Eder

  5. hahaha muito bom!!! mas pior que por maionese na batata frita eh por vinagre! Moro na Australia e alguns aqui tem esse costume, dizem que isso vem dos ingleses.

    • Ola Michele

      a Austrália é um país fantástico que gostaria de viver, mas quase todos os costumes são bem ingleses. E a tal da Vegemite, o negócio ruim hein.

      abs

      Eder

      • Hehehe sabe que hoje em dia eu até gosto de Vegemate 😝 a primeira vez que comi achei horrível, experimentei mais algumas vezes depois só pra ter certeza sabe e agora depois de alguns anos meu paladar se adaptou ao país e as vezes sinto até vontade de comer hauahauha
        Pretende voltar pra cá Eder? Se vier e passar por Sydney podemos marcar um café ou cerveja! 😉 Abraços
        Michele

  6. […] Mais 10 Hábitos estranhos que vimos em Nossa Viagem de Volta ao Mundo – Parte II […]

  7. Olha, colocar mayo na batata frita é costume em outros países também, principalmente anglo-saxônicos. Sim, existem red lights em várias cidades da Holanda, assim como Belgica, Dinamarca, Alemanha, etc.. Todas vão pouco a pouco para extinção. E na lingua holandesa colocam “je” (e suas variações) para fazer diminutivo de tudo. Um sujeito pode chamar a mulher dele de “mulherzinha/esposinha” mesmo se ela tiver 120 quilos e dizer que fez uma “viagenzinha ao redor do mundinho”. Cerveja aliás aqui é so chamada de pielsje ou biertje, nunca vi ninguem dizer que tomava “bier”. Há inclusive palavras que só existem na forma diminutiva. Um abraço.

    • Ola Ana
      obrigado pela mensagem. Vi batata frita com maionese na Bélgica também, mas na Inglaterra em um mês por lá nunca vi. Mesmo existindo em outros países da região não deixa de ser estranho para a maior parte do mundo acostumada a usar ketchup.
      Prostituição tem no mundo inteiro, mas Red Light como de Amsterdã que fica no meio da cidade com mulheres na vitrine onde passam crianças nunca vi nem em Copenhague nem em cidades da Alemanha. Aliás em Amsterdã virou atração turística, o único do mundo. Nas cidades pequenas da Holanda que visitei depois das oito da noite nem gente na rua tem, imagine clientes para o red light. Talvez estejam mesmo em extinção. Minha impressão é que o holandês do interior é bem pacato.
      Quanto aos diminutivos não conheço a língua holandesa para dizer, mas o mais engraçado é que foi um amigo holandês que vive no Brasil que me alertou que nós, brasileiros, falamos tudo no diminutivo. Talvez como nós ele não perceba que fale assim também.

      abs

      Eder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: