Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 05/02/2017

Vale a pena visitar o Lago Como durante o inverno? – Itália

O Lago Como ou Lago di Como que é como os italianos pronunciam é o terceiro maior da Itália. Seu formato de assemelha a uma forquilha de estilingue de ponta cabeça. São duas pernas na área sul e apenas um braço de água mais ao norte. Muito próximo de Milão, é um passeio ideal para um bate e volta desde a cidade da moda italiana. Escolhi o inverno para me apresentar a este lago tão famoso de águas de azul profundo. Mais precisamente o mês de janeiro, um dos mais frios todos os anos. Como em qualquer escolha, existem vantagens e desvantagens de enfrentar o frio do rigoroso inverno italiano.

A beleza do Lago Como durante o inverno

A beleza do Lago Como durante o inverno

Mapa do Lago Como, uma forquilha de ponta cabeça

Mapa do Lago Como, uma forquilha de ponta cabeça

A desvantagem mais óbvia é que as temperaturas são bem baixas para os padrões tropicais de nós brasileiros. No dia da minha visita elas giravam em torno dos seis graus centígrados. Mas nada que roupas adequadas para o clima não pudessem resolver. Fui com dois casacos bem grossos e não passei frio. O que mais me incomodou foi mesmo o vento principalmente durante os trajetos de barco que invariavelmente fazia meus olhos lacrimejarem. A solução era permanecer na área fechada da embarcação durante os deslocamentos de uma cidade a outra.

Outra desvantagem é que inverno é sinônimo de baixa temporada e, portanto, o barco turístico que leva para as principais cidades do lago não funciona. Assim você não vai conhecer Bellagio (existe um fast boat que vai somente a Bellagio nesta época do ano), Menaggio, Varenna e Colico, não chegando de barco, mas se decidir alugar um carro pode ir a todas elas. Uma segunda solução para esta desvantagem é fazer como eu e visitar apenas o braço sul do lago. Mesmo durante o inverno existem embarcações frequentes partindo de Como com direção a Tavernola, Cernobbio, Moltrasio, Torno e Urio. Este fato não chega a ser realmente uma desvantagem já que as cidadezinhas são todas bem parecidas.

Cidadezinhas na parte do sul do lago são as "visitáveis" no inverno

Cidadezinhas na parte do sul do lago são as “visitáveis” no inverno

Já citamos muitas desvantagens, mas que tal agora mencionarmos o que é que o Lago Como tem de bom no inverno. Tem neve. Sim na noite anterior a minha visita havia nevado e a neve ainda estava lá nos telhados das casas (principalmente as casas no alto das encostas) branquinha, imaculada e virgem como todo mundo que nunca a viu imagina. Nas quadras de tênis e campos de futebol elas também se acumulavam.

Imponentes palácios estão a beira do Lago Como

Imponentes palácios estão a beira do Lago Como

Na verdade lindos e gigantescos

Na verdade lindos e gigantescos

Mas para mim o maior benefício de navegar pelo Como no inverno é mesmo ter o lago só para você. As hordas de turistas insanos por selfies não existem. Parece que eles foram congelados pela nevasca da noite anterior. Perambulei por cidades em que a única máquina fotográfica em ação era a minha. Avistei os velhinhos passeando com seus cachorros em Cernobbio, as crianças voltando da escola em Moltrasio, mas turistas mesmo só um grupo de jovens espanhóis que me acompanhava. Nada de filas, nada de empurrões, nada de correria, uma paz que valeu cada grau que caía nos termômetros.

Localização

O Lago Como fica na região da Lombardia ao norte de Milão e bem pertinho da fronteira com a Suíça. É tão perto que dá até para ir a pé, pouco mais de sete quilômetros desde Como. Como já mencionado é um passeio ideal para um dia todo partindo de Milão.

Como chegar ao lago Como

De trem

Partindo da estação de trem Cadorna em Milão você chega a Como em uma hora de viagem. O trem para em quatorze estações até a parada final que é Como Lago Nord. Os trens partem a cada quinze minutos e a passagem custa dois euros e noventa centavos. Saindo da estação basta virar à esquerda e caminhar não mais que trezentos metros até a o píer 4 onde ficam as saídas das embarcações turísticas.

Saída da estação Como Lago Nord

Saída da estação Como Lago Nord

Pier 4 bem próximo estação de trem

Pier 4 bem próximo estação de trem

De carro

Se utilizar um carro alugado conforme sugerido por nós para visitar as cidades onde o barco não chega durante o inverno você vai levar pouco menos de uma hora e meia no trajeto desde Milão. Não esqueça que este trajeto tem pedágios.

De Excursão

Viajar pela Europa em geral é muito fácil e por isso mesmo não recomendamos a compra de um tour para conhecer o Lago Como. Basta seguir as instruções acima para aproveitar um ótimo dia de passeio longe dos “enlatados” tours. Além disso você economizará um bom dinheiro, já que as excursões ao lago saindo de Milão não saem por menos de oitenta euros. Se mesmo assim você quiser tomar parte de um tour, seguem algumas agências que fazem o passeio: Get Your Tour e City Discovery. As excursões duram entre nove e dez horas.

Quando ir

Se mesmo após todos meus argumentos você ainda não estiver convencido que o inverno é mesmo a melhor época para visitar o Lago Como segue mais uma justificativa para enfrentar o friozinho de frente. É durante o inverno a temporada de estiagem no lago, assim a chance de você acabar todo molhado pela chuva é mínima.

Chove menos no inverno. Boa razão para visitar o Lago Como

Chove menos no inverno. Boa razão para visitar o Lago Como

De qualquer maneira também deixo a tabela com as temperaturas médias no lago durante todo o ano.

Tabela de temperaturas ao longo do ano

Tabela de temperaturas ao longo do ano

Atrações do Lago Como

Passeio de Barco

O passeio de barco de inverno tem paradas nas cidades Tavernola, Cernobbio, Moltrasio, Torno e Urio. O trajeto circular custa oito euros e noventa centavos e dura cerca de uma hora caso você permaneça todo o tempo no barco. Mas é claro que você não vai fazer isso, pois as cidadezinhas são atrativos um tanto interessantes.

Embarcação turística que navega pelo Lago Como

Embarcação turística que navega pelo Lago Como

O fast boat que vai direto a Bellagio custa quatorze euros e noventa centavos somente para ida. Na volta você vai pagar o mesmo preço. É navegando que você vai conseguir as melhores fotos desta paisagem encantadora.

Cidadezinhas

Tavernola

Esta é a cidade que visitei com menos atrativos. Aliás fora o hotel Sheraton que está instalado em Tavernola não existe mais nada para ser visto. É bem pequena. Pela proximidade, acabei caminhando até Cernobbio para não ter que esperar a próxima embarcação.

Neve nos jardins de Tavernola

Neve nos jardins de Tavernola

Cernobbio

A típica cidade do norte italiano com belas construções e ruas estreitas que mais parecem labirintos. A praça a beira do lago é linda com suas árvores desfolhadas e a revoada dos pássaros que mais parece um ballet. As margens do lago existem construções monumentais, bem como um monumento aos heróis da primeira guerra mundial. Também não deixe de visitar a igreja de San Vincenzo e de fotografar as casas penduradas nas encostas.

Árvores desfolhadas na beira do lago em Cernobbio

Árvores desfolhadas na beira do lago em Cernobbio

Construções encantadoras nas encostas a beira do lago

Construções encantadoras nas encostas a beira do lago

Igreja de San Vincenzo

Igreja de San Vincenzo

O que faz um repolho pendurado na janela? Italianos me respondam por favor

O que faz um repolho pendurado na janela? Italianos me respondam por favor

Monumento aos heróis da primeira guerra mundial que lutaram contra os arianos. Pouco tempo depois seriam aliados

Monumento aos heróis da primeira guerra mundial que lutaram contra os arianos. Pouco tempo depois seriam aliados

Moltrasio

A encosta ainda mais íngreme faz parecer que as residências vão despencar morro abaixo a qualquer momento. Prepare-se para subir, subir e subir por ruelas que parecem te apertar num abraço fraternal. Sua recompensa será a melhor vista do Como.

Construções pitorescas

Construções pitorescas

No norte ou no sul as roupas penduradas na janela estão por toda Itália

No norte ou no sul as roupas penduradas na janela estão por toda Itália

Subir e subir em ruelas bem apertadas

Subir e subir em ruelas bem apertadas

Que tal uma partida de tênis na neve?

Que tal uma partida de tênis na neve?

Torno

A pequena notável é Torno. Lar de diversos set de filmagens de longa metragens a programas de televisão. Em Villa Pliniana foi filmado Malombra de Mario Soldati. Aqui na cidade também foi filmada a famosa novela italiana Vivere. Não perca a igreja de Santa Tecla logo ao sair da embarcação e perca-se pelas ruas estreitas que invariavelmente desembocam no lago

Igreja de Santa Tecla

Igreja de Santa Tecla

Afrescos no teto da igreja

Afrescos no teto da igreja

Telhados tomados pela neve e Lago Como ao fundo

Telhados tomados pela neve e Lago Como ao fundo

Um dos becos que leva as margens do lago

Um dos becos que leva as margens do lago

Marina e belas construções em Torno

Marina e belas construções em Torno

A famosa Villa Pliniana

A famosa Villa Pliniana

Urio

Como no inverno escurece muito cedo (por volta das cinco da tarde) acabei não conhecendo Urio, pois ao sair de Torno o sol já dava seu adeus. Mas pelas fotos da internet ela é bem parecida com as demais cidades vizinhas.

Esportes

Um dos esportes mais praticados no lago é o trekking. O que não faltam são trilhas. Veja todas as opções em Trilhas do Lago Como. Paraglider também faz parte das opções esportivas do lago, assim como ciclismo, cavalgadas, escaladas, downhill. Se optar por esportes aquáticos pode escolher entre kayak, snorkeling, kitesurf, sky aquático ou natação. No inverno as alternativas são sky ou caminhada com sapatos de neve.

Kayak no Lago Como

Kayak no Lago Como

Mountain bike

Mountain bike

Veja Também:

Itália – Roteiro de 3 semanas de Milão a Roma

Visita ao estádio San Siro Giuseppe Meazza – Milão – Itália

10 Arenas Romanas que resistem ao tempo

10 cidadezinhas encantadoras para você conhecer na Europa

A charmosa vila de Cassis na Côte d´Azur – França

A Volta ao Mundo em 6 Gelatos

No Reino da Dinamarca, de onde vem tanta felicidade?

Lugares Únicos no Mundo – Navagio Beach – Zakynthos – Grécia

A Fotogênica Santorini

Anúncios

Responses

  1. Na Itália, tudo vale a pena visitar. Tá, quase tudo

  2. Oi, bom dia!
    Não sabia que era tão próximo de Milão.
    Parece que é bom mesmo visitar o Lago de Como no inverno, sem a horda de turistas como no verão. Mas talvez em março esteja mais “quentinho”, apesar da maior probabilidade de chuva.
    Vou mostrar ao meu marido, quem sabe ele se anima.

    • Ola Nilcilene
      acho que março não estará tão frio e nem terá neve, mas pode valer a visita sim.

      De Milão é um pulo.

      boa viagem

      Eder

  3. […] Vale a pena visitar o Lago Como durante o inverno? – Itália […]

  4. […] Vale a pena visitar o Lago Como durante o inverno? – Itália […]

  5. […] Vale a pena visitar o Lago Como durante o inverno? – Itália […]

  6. Ótimo Artigo !!! Gostei deste artigo, encontrei várias informações e dicas excelentes, estou adorando visitar e ler os artigos deste blog.

    Parabéns !!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: