Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 16/12/2018

O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon

Dedicamos todo o dia a conhecer cidadezinhas charmosas da Provence. Um verdadeiro trabalho de Hércules para quem viaja com três crianças. Depois de caminhar um quarteirão já estão entediados e cabe a nós, pais, a criativa tarefa de inventar histórias que as entretenham. Mas o dia prometia, pois no caminho ao primeiro destino trombamos com um campo girassóis saído de um conto de fadas. Ele era simplesmente perfeito. Nem nos meus mais loucos devaneios poderia imaginar algo tão irretocável. Me senti na pintura do Van Gogh. Nem precisa dizer que foram dezenas de fotos.

O campo de girassóis de nossos sonhos

Não parece a obra de Van Gogh? Aliás ele viveu na região

Não podaríamos deixar de tirar esta foto

Depois de gastarmos, melhor dizendo investirmos, um bom tempo rodeados de girassóis; rumamos para a minúscula Oppede-le-Vieux. Na década de 80 o vilarejo superou os mil habitantes e desde então não para de crescer, hoje já são inacreditáveis 1.337 humanos que fazem de Oppede-le-Vieux seu lar. Brincadeiras a parte a vila é muito envolvente. E seu principal atrativo é não ter que repartir cada milímetro de solo com uma verdadeira horda de turistas ensandecidos. O vilarejo vai a seu ritmo e tem até um ar de abandonado (não confundir com mal cuidado) onde até um cachorro da ativa raça labrador parece viver em modo slow motion. De tanto em tanto subindo pelas íngremes ladeiras que levam ao forte encontrávamos uma alma perdida. Os paralelepípedos dificultavam a caminhada e resolvemos largar o carrinho de bebê encostado em um muro que deve ter no mínimo uns quinhentos anos a mais que nossa caçula. No caminho de volta ele estava lá na mesma posição e olhando para gente com uma cara de quem quer dizer: ainda bem que vieram me resgatar, pois caso contrário iria permanecer aqui por alguns séculos.

Logo na chegada uma mapa da região pintado na pedra

Entrando na cidade já nos deparamos com as construções típicas

por todos os lados

e arte

Até um labrador fica preguiçoso aqui

Muita beleza

para onde apontar o olhar

e ruas sempre vazias só para gente

O forte foi nossa salvação. A cada reclamação de cansaço relembrávamos aos pimpolhos que o esforço valeria apena, afinal encontrariam cavaleiros lutando com um dragão na fortificação que fica no topo da cidade. Infelizmente foi uma decepção encontrar o tal forte em reformas e, portanto, fechado. Logo abaixo dele havia uma igreja que de tão pequena mais se assemelhava a uma capela. Mas o que mais valeu cada gota de suor (pelo menos para os adultos) até o topo foi mesmo a vista lá de cima. Espetacular.

O forte em restauração

A bela vista lá de cima

Esta foto também não poderia faltar

A pequena igreja vista já no caminho de volta

Deixamos Oppede-le-Vieux com destino a Menerbes, também conhecida por ser sido a casa de Peter Mayle, autor do best seller “Um ano na Provence”. Mayle se refugiou em Menerbes onde se inspirou para escrever as peripécias de um inglês no sul da França. Com um humor muito refinado o livro explodiu como um sucesso estrondoso. Menerbes já não tem seu morador mais ilustre que morreu no início de 2018, mas conserva todo seu charme. Típico vilarejo provençal com todas as casas em tons ocres e repletas de janelas coloridas. As casas têm mesmo muitas janelas e imperam as cores fortes. Vermelho, verde, azul que contrastam com a sobriedade do ocre. Mais uma vez também contemplamos uma vista fenomenal. Parecia que as belas vistas seriam a pedida do dia. Em Menerbes nem precisamos ser tão criativos para impulsionar as crianças. O Noah e a Luna dormiram rápido e nos deram uma trégua. Já a Amélie nem se importou de caminhar bastante já que sua preocupação estava em matar a fome que a consumia. Almoçamos calmamente num pequeno e lotado restaurante, só pai e filha. Adoramos colocar nosso papo em dia. Só que tem três filhos sabe desfrutar estes pequenos momentos a sós com apenas um deles.

As espetaculares vistas desde Menerbes

em panorâmica

As construções típicas se assemelham muito, mas se prestar atenção verá sutis diferenças

A natureza sempre presente até nas cidades

Igreja de Menerbes

Muitas cores nas janelas

algumas não tão novas

outras ainda menos

mas sempre muito charmosas

e o azul

que é a marca registrada da Provence

Beleza em cada detalhe

E além de tudo carros que normalmente não vemos

aos montes

Devidamente dormidos e comidos, crianças com baterias recarregadas, pais nem tanto, configuramos o GPS para Lacoste. O nome remete imediatamente a uma famosa marca de roupas de preços exorbitantes, mas a cidade ninguém tem nem pálida ideia de onde fica. Uma total anônima no mundo do turismo, mas sua beleza é inversamente proporcional ao seu anonimato. Linda, cativante e aconchegante. Casas, calçamento das ruas, tudo é feito com o mesmo tipo de pedra e esta uniformidade dá um ar diferente a vila. Sem contar as obras de arte espalhadas por todas as partes e mais uma vez nada de turistas. Essas obras de arte foram usadas a nosso favor. O jogo com as crianças era quem encontraria a próxima obra de arte pelas ruas de Lacoste. Nada de cansaço nem reclamações. De tão arrebatadora alcançou o segundo posto no nosso disputado ranking das cidades mais bonitas da Provence, ficando atrás apenas de Gordes.

Toda de pedra, Lacoste é um charme

em todos os detalhes

e as impressionantes obras de arte se multiplicam por todos os lados

para alegria dos pais

e das crianças

Claro que não poderia faltar uma bela vista

nem fotos da pura diversão

Cada janela é uma joia

e até as árvores de mentirinha tem sua beleza

As lavandas onipresentes na Provence

E por incrível que pareça até os telhados são bonitos

É ou não é para estar no topo no nosso ranking

Linda, linda, linda

seja qual for o caminho escolhido

Terminamos o dia num revival na não menos atraente e sedutora Roussilon que havíamos estado exatamente dez anos antes e com três filhos a menos. Temos certeza que todos turistas que naquele dia deixaram de ir a Oppede-le-Vieux, Menerbes e Lacoste decidiram rumar para Roussilon. A vila é tão bela quanto as outras, mas estava com lotação máxima. Me senti no centro de Pequim tamanha a quantidade de gente. Na verdade, o vilarejo continua o mesmo desde nossa primeira aparição por lá. Ruas estreitas (na maioria das vezes só para pedestres), edifícios charmosos em um tom terroso mais escuro que o habitual ocre das vilas provençais e seu inconfundível Sentier des Ocres, uma trilha no meio de formações rochosas de diferentes cores que é a marca registrada da cidade. Desta vez optamos por não fazer a trilha. Como as crianças já estavam cansadas nos contentamos com a vista do lado de fora, afinal apesar da terra da trilha já não estar em nossos sapatos, as vistas ainda permanecem frescas em nossas memórias. Embora muito cheia recomendamos a visita de preferência a primeira hora da manhã.

As cores terrosas estão por toda parte em Roussilon

misturada a arte

na mesma porta 10 anos antes

na rua do comércio

no Sentier des Ocres

direto do túnel do tempo

10 anos atrás

eu e a Fabi ainda muito jovens

e até na torre da igreja

E falando em arte, esta também não falta mesmo

nem as janelas coloridas presentes em toda Provence

Após passar pela bela torre da igreja

seguimos subindo

até parar para descansar em baixo de uma parreira

Mesmo tentando era difícil fugir da multidão captada na foto

Roussilon praticamente não mudou nada em 10 anos, já nós

Onde se hospedar

As quatro cidadezinhas têm opções fantásticas de hospedagem que cabem no seu bolso e que recomendamos abaixo. Se preferir pernoitar em uma cidade um pouco maior a opção é se hospedar em Avignon. Escolham a hospedagem que melhor se encaixa em seu perfil.

Em Oppede-le-Vieux  não existem muitas opções mas se ela for sua eleita para dormir recomendamos fortemente La Buissonnière. Quartos amplos e de impecável limpeza no coração da vila acompanham um café da manhã fantástico. Sem dúvidas a melhor opção da cidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Já em Menerbes nossa escolha recai sobre o Bed & Breakfast Nulle Part Ailleurs. Seu quarto será um latifúndio. Cuidado para não se perder. Por fora a tradicional e antiga arquitetura provençal, por dentro quartos totalmente renovados com decoração moderna e muito conforto. Sem contar a piscina e a bela vista da paisagem que fazem do local um must.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Le Clos de la Glycine é nosso favorito em Roussilon. Aqui como nos outros, os quartos tem um tamanho maior que a média da região, além de camas super confortáveis e um restaurante de excelente qualidade no próprio hotel. Para evitar a super lotação da cidade é uma ótima opção de hospedagem, assim a primeira hora da manhã terá Roussilon só para você.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em Avignon a pedida é o Le Demoisele um padrão de alto nível a um preço bem convidativo. Quartos amplos e decoração sofisticada dão o tom do local. Além de muito bem localizado, apenas dez minutos de caminhada do Palácio dos Papas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mas suas preocupações não devem ser apenas com os pontos turísticos da Provence. Saúde é um item primordial em uma viagem e que não deve ser negligenciado. Viaje tranquilo fazendo um Seguro Saúde conosco. Clique em Seguro Saúde e faça sua cotação on line.

Ficamos felizes em ajudar no planejamento de sua viagem. Quer retribuir nosso auxílio? Faça as reservas de suas acomodações pelo nosso link de afiliado do Booking. Você não paga nada a mais por isso e de quebra ajuda a manter o blog no ar com informações de qualidade. Não vai reservar agora? Clique no nosso link e salve nos favoritos do seu navegador para comprar depois. Não gosta de reservar pelo Booking? Não tem problema. Você é bem-vindo de volta ao nosso blog tantas vezes quanto desejar. Ótima viagem.

Vai alugar um carro para viajar? Mais uma chance de retribuir nossa ajuda. Clique em nosso link de afiliado do Rent Cars e encontre os preços mais baratos do mercado pagando em até 12 vezes.

Se preferir podemos realizar a viagem dos seus sonhos de forma personalizada e inesquecível. Conheça nossa Agência de Turismo on line. Clique em Agência de Turismo Quatro Cantos do Mundo.

Veja Também:

Cheiros, cores e sabores – Roteiro de três semanas na Provence

Nimes, o anfiteatro romano mais bem conservado do mundo – Roteiro de três semanas na Provence

Lugares Únicos no Mundo – Pont D´Arc – Provence – França

Pont du Gard – Um aqueduto que resiste intacto há 20 séculos -Roteiro de três semanas na Provence

Visita ao Cellier des Princes, mergulhando no mundo do famoso vinho Châteauneuf-du-Pape

A caçada aos campos de lavandas- Roteiro de três semanas na Provence

Fontaine de Vaucluse, Abadia de Notre Dame de Sénanque e Gordes, um dia de cartões postais – Roteiro de três semanas na Provence

Vaticano que nada, Avignon a casa do papa é francesa – Roteiro de três semanas na Provence

A charmosa vila de Cassis na Côte d´Azur – França

10 cidadezinhas encantadoras para você conhecer na Europa

Piodão de volta para o passado – Portugal

Ponte de Lima e a Paisagem Protegida do Corno do Bico – Portugal

Lugares Únicos no Mundo – Casa do Penedo – Portugal


Responses

  1. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]

  2. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]

  3. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]

  4. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]

  5. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]

  6. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]

  7. […] ainda mais bonito que o de Avignon. Me senti na pintura do Van Gogh. Começamos pela minúscula Oppede-le-Vieux, passamos pela encantadora Menerbes, para logo depois encontrar a segunda no ranking das mais […]

  8. Tocante

  9. […] O dia das cidadezinhas charmosas da Provence – Oppede-le-Vieux, Menerbes, Lacoste e Roussilon […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Categorias

%d blogueiros gostam disto: