Publicado por: Quatro Cantos do Mundo | 21/12/2014

Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia

O lugar é conhecido como castelos de algodão. Só esta definição já causa curiosidade. Fico tentando imaginar como seriam os castelos que já conheço se fossem feitos do mais puro, branco e imaculado algodão. Seriam mesmo fantásticos. O Schönbrunn passa pela minha cabeça todo branco e Sissi teria um chilique de alegria. Windsor ou Versalhes alvos como o uniforme de uma enfermeira seria extraordinário. Mas afinal o que é Pamukkale se não fantástico, inimaginável, extraordinário, insólito, inconcebível e claro um Lugar Único no Mundo. Já ouvi muitos dizerem que as formações se parecem com mármore, com neve e até com as nuvens do céu, mas acredito que o lugar é sinônimo de paraíso. Para mim os justos que morrem e são imediatamente conduzidos ao paraíso encontram uma paisagem idêntica a de Pamukkale. E alguém duvida?

Piscinas Naturais21

Não tem a cara do paraíso?

Localização

Pamukkale está no sudoeste da Turquia. O país é quase tão grande quanto o Brasil e as distâncias entre as cidades são consideráveis. De Istambul são seiscentos e cinquenta quilômetros rumando para sul. Da capital Ankara pouco mais de quatrocentos e cinquenta quilômetros. Da praiana Antalya fica bem mais perto, “apenas” duzentos e vinte e três quilômetros. Quase a mesma distância de Izmir. Se traçarmos um quadrado turístico ligando Istambul, Ankara, Antalya e Izmir, Pamukkale fica na parte interna do quadrado e para os padrões turcos perto das principais cidades turísticas do país.

Como chegar a Pamukkale?

Pamukkale é um distrito da cidade de Denizli e qualquer que seja sua opção de transporte você terá que passar em Denizli antes de seguir para Pamukkale. Veja todas alternativas abaixo.

Todas as opções para chegar a este Lugar Único no Mundo

Todas as opções para chegar a este Lugar Único no Mundo

Vista do lado oposto também magnífica

Vista do lado oposto também magnífica

De Trem

O trem que partia de Istambul foi desativado para reformas e nunca mais voltou a funcionar. Assim a única opção para chegar a Denizli de trem é partindo de Izmir passando por Selçuk onde ficam a ruínas de Efesos. A viagem dura quatro horas e quinze minutos e todas as partidas em ambos os sentidos podem ser vistas abaixo. As passagens custam cerca de oito euros (preços de 2013). Para maiores informações acesse o site de trens na Turquia.

Trem para chegar a Denizli

Trem para chegar a Denizli

Trem para sair de Denizli

Trem para sair de Denizli

De ônibus

A Turquia assim como o Brasil é um país eminentemente de transportes rodoviários. Por isso mesmo existem inúmeras opções para se chegar de ônibus até Denizli. Na tabela abaixo mencionamos preços, duração da viagem e horários de partida das principais cidades turcas para Denizli.

Rotas de ônibus até Denizli (Clique na imagem para ampliar)

Rotas de ônibus até Denizli (Clique na imagem para ampliar)

Caso você queira checar informações de outras localidades basta acessar Metro Turizm. Algumas empresas de ônibus tentarão lhe vender passagens diretas a Pamukkale, mas elas não existem. Os ônibus só vão até Denizli.

De avião

O aeroporto de Denizli (DNZ) é aberto somente a vôos domésticos que ligam a cidade à Istambul, a maior metrópole da Turquia. Duas companhias fazem dois vôos diários no trajeto. Veja abaixo horários de partida, tempo de vôo, preço das passagens, aeroporto de partida e companhia aérea.

Rotas de avião até Denizli (Clique na imagem para ampliar)

Rotas de avião até Denizli (Clique na imagem para ampliar)

De carro

Você pode alugar um carro nas cidades de Istambul, Ankara, Izmir ou Antalya e seus respectivos aeroportos. As distâncias destas cidades a Pamukkale já foram mencionadas no tópico “Localização”. Leve em conta que a velocidade média que você conseguirá imprimir nas estradas turcas é de de cerca de 80 Km/h. Abaixo lista de locadoras diponíveis nestas cidades e aeroportos:

Rental Cars, Cizgi Rent a car, Europcar, SIXT

De Denizli a Pamukkale

Descendo na rodoviária de Denizli você encontrará dezenas de micro ônibus rumando para Pamukkale numa viagem de aproximadamente vinte minutos. O preço da passagem é cerca de três liras turcas.

Onde ficar

Apesar da exuberante beleza do lugar que o alçou ao status de Lugar Único no Mundo a área onde ficam as piscinas e os castelos de algodão não é muito grande e pode com tranquilidade ser visitada em um único dia. Ainda temos uma ponta de arrependimento de não termos ficado um segundo dia para admirar um pouco mais de tanta beleza, mas com certeza vimos tudo com bastante tempo. Para você que quer dormir uma noite na cidade use as referências do Trip Advisor, mas certifique que o hotel escolhido é mesmo em Pamukkale e não em Denizli.

Não importa onde você se hospedará. Sempre terá esta cara de felicidade

Não importa onde você se hospedará. Sempre terá esta cara de felicidade

Quando ir

Como em toda a Europa os verões turcos são quentes e secos, assim recomendamos que visite Pamukkale entre junho e agosto como mostram os gráficos abaixo.

Poucas chuvas no verão. Data ideal para conhecer Pamukkale

Poucas chuvas no verão. Data ideal para conhecer Pamukkale

Caso trinta e quatro graus seja uma temperatura muito alta mesmo para você que é brasileiro, existe a boa opção de chegar a este Lugar Único no Mundo nos meses de maio ou setembro quando ainda estará quente mas nada que qualquer ser humano não possa suportar.

Para os mais calorentos escolha maio ou setembro

Para os mais calorentos escolha maio ou setembro

O que comer

O prato tradicional turco que é famoso no mundo inteiro é o Doner Kebab, mais conhecido somente como kebab (traduzindo do turco é espeto giratório). É um sanduíche com o pão que aqui no Brasil é conhecido como pão sírio, recheado com carne de cordeiro (o mais tradicional), salada de alface, tomate e cebola e molho que geralmente é a base de iogurte. O melhor de tudo é que o kebab é super barato e uma refeição completa.

Olha o tamanho do Doner Kebab. Será que eles gostam?

Olha o tamanho do Doner Kebab. Será que eles gostam?

Como se locomover

Existem três entradas para o complexo de Pamukkale. A entrada da cidade dá acesso diretamente as piscinas e aos castelos de algodão. Neste caso você terá que subir descalço (calçados são proibidos para caminhar pelos castelos de algodão) até o topo para ter a melhor vista. Se estiver de carro recomendamos deixá-lo estacionado na cidade e seguir a pé até esta entrada.

De carro, a pé, de carona você vai fazer qualquer coisa para conhecer este lugar

De carro, a pé, de carona você vai fazer qualquer coisa para conhecer este lugar

Já na entrada norte pela qual adentramos ao complexo você terá que subir a colina por fora do complexo como quem vai em direção a Karahayit. São cerca de dois quilômetros da cidade que podem tranquilamente ser percorridos a pé, ou se tiver sorte e um pouco de cara de pau como nós, de carona em alguns dos ônibus turisticos que sobem vazios para pegar seus clientes que já terminaram a visita. Por esta entrada o acesso se dá primeiro as ruínas de Hierápolis, aos banhos romanos e ao cemitério. Se estiver de carro há estacionamento pago no local.

A água é meio fria, mas quem sem importa

A água é meio fria, mas quem sem importa

A entrada sul é mal localizada e não recomendamos que seja usada.

Taxa de entrada e horário de funcionamento

A taxa a ser paga para entrada no complexo é de 20 liras turcas por pesssoa e o horário de funcionamento é das oito e meia da manhã as sete e meia da noite todos os dias da semana.

Atrações de Pamukkale

Portões e Rua Principal

Para quem eleger a entrada norte para começar o passeio esta é a primeira atração a se apresentar. A rua principal tem cerca de um quilômetro de extensão e separa a antiga cidade em duas. Na entrada estão dois gigantescos portões construídos no período romano. O primeiro portão tem duas torres imponentes e foi construído em homenagem ao imperador Domiciano. Logo depois está o segundo portão construído no período bizantino e que por isso mesmo leva este nome.

Portão de Domiciano

Portão de Domiciano

Banhos Romanos

Conhecido também como a piscina de Cleópatra pois supostamente ela se banhou aqui. No fundo da mesma exitem colunas de mármore que caíram do templo de Apolo durante um terremoto fazendo com que os banhos se tornassem sagrados. A água além de ser considerada mineral é também termal já que brota do solo a uma temperatura bem morna. Para se banhar onde Cleópatra já esteve o preço não é nada convidativo. São 32 liras turcas por adulto e 12 liras para crianças abaixo dos 12 anos. O locker sai por cinco liras e você deve trazer sua própria toalha se não quiser pagar uma fortuna por uma no local. Supostamente o valor pago dá direito a duas horas de banho, mas ninguém fica conferindo o tempo.

Relaxando na piscina de Cleópatra

Relaxando na piscina de Cleópatra

Se não quiser pagar para nadar nos banhos romanos, dá para se divertir aqui

Se não quiser pagar para nadar nos banhos romanos, dá para se divertir aqui

Templo de Apolo

O templo tem uma história curiosa. Construído ao lado de uma caverna que continha gases tóxicos, os sacerdotes de Cibele caminhavam livremente pelo interior da caverna sem sofrer nenhum mal a sua saúde.

Teatro Romano

Teve sua construção iniciada em 60 d.c após um devastador terremoto que assolou a região. Foi finalizado somente em 206 d.c. e tem 50 linhas de assento. Se não é um Coliseu, é bastante grande com capacidade de abrigar até doze mil pessoas.

Mais um teatro romano visitado

Mais um teatro romano visitado

Necropolis

Por se tratar de um spa e considerado banhos termais com poderes curativos muita gente vinha até o local na esperança de curar-se e por lá acabavam morrendo como foi o caso do apóstolo Felipe. Por isso mesmo existe um cemitério bastante grande perto da cidade já que na época não era permitido enterrar os mortos dentro dos limites da cidade. Muitos túmulos foram violados a centenas de anos por ladrões que roubaram os pertences dos mortos.

Fonte Monumental

Construídas para ornamentação e uso público a maioria está localizada na rua principal. Outra em forma de ferradura fica dentro do Templo de Apolo.

Museu Arqueológico

Acabamos não entrando. O ingresso custa 5 liras turcas e é indicado para aficionados pela História Romana.

Castelos de Algodão

Sem dúvida a grande atração de Pamukkale. É como a Monalisa no Louvre ou o Coliseu em Roma.

Castelos do mais imaculado algodão

Castelos do mais imaculado algodão

Já mencionamos poeticamente no começo do post toda nossa incredulidade diante de tamanha maravilha e agora vamos explicar tecnicamente como se formaram estas obras primas. Afinal somos engenheiros. As entranhas da terra em Pamukkale são ricas em água aquecida por lava vulcânica. Nesta água quente está dissolvido o mais puro e branco cálcio (calcário). Quando a água jorra da terra ela é resfriada na superfície e o cálcio precipita sobre o solo formando as famosas cascatas em pedra chamadas de travertinos.

É tão branco que dói até o olho

É tão branco que dói até o olho

Pensando bem as formações também se assemelham a parafina de velas derretida. Qualquer que seja sua analogia é mais um Lugar Único no Mundo.

Veja Também:

Lugares Únicos no Mundo – Capadócia – Turquia

Lugares Únicos no Mundo – Hipopótamos Surfistas – Gabão

Lugares Únicos no Mundo – Victoria Falls – Zâmbia

Lugares Únicos no Mundo – Tucumán, Salta e Jujuy – Norte da Argentina

Lugares Únicos no Mundo – Lago Bled – Eslovênia

Lugares Únicos no Mundo – Fraser Island – Austrália

Lugares Únicos no Mundo – Petra – Jordânia

Lugares Únicos no Mundo – Angkor Wat – Camboja


Responses

  1. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  2. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  3. Minha irmã já esteve lá e disse que realmente é maravilhoso!

    • Ola Nilcilene

      se você tiver a oportunidade de ir não se arrependerá. É mesmo um Lugar Único no Mundo

      abs

      Eder

  4. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  5. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  6. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  7. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  8. Nossa que saudade de pamukkale! Quero ir no verao agora! No meu blog tem fotos no inverno apenas :p tava 7 graus fora da agua, ficamos só com os pézinhos🙂 http://casalnomade.blogspot.com.br/?m=1

    • Nossa estava frio mesmo hein Jessica, mas mesmo assim o lugar continua maravilhoso. A vantagem é que pelo que vi tinha pouca gente

      bjs

      Eder

  9. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  10. […] Lugares Únicos no Mundo – Pamukkale – Turquia […]

  11. Olá estaremos indo em outubro para Turquia, e Pamukkale está no nosso roteiro. qual o tempo que vcs aconselham ficarmos lá? Como estamos indo c roteiro q a agência indicou acredito não ser o dia todo, será que conseguiremos aproveitar?

    • Ola Marina
      um dia inteiro no local é suficiente, mas o problema é que não se consegue chegar cedo ao local.
      Fomos por conta própria, mas só chegamos a cidade no fim da manhã. Passamos a tarde toda por lá e fomos embora, mas ficou uma vontade de ter ficado o dia seguinte todo.
      Meio dia dá para ver tudo, mas um lugar tão bonito merece um dia inteiro

      boa viagem
      Eder

  12. […] Quatro cantos do mundo – além dos dois lugares, também comenta sobre outras atrações da região, vale o clique […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: